Com sete lugares, a quinta geração do Land Rover Discovery está nada menos que 480 kg mais leve que a anterior e ainda mais sofisticada

A partir de R$ 363 mil, o totalmente novo Land Rover Discovery será a opção entre os Range Rover Evoque e oSport
Divulgação/Jaguar Land Rover
A partir de R$ 363 mil, o totalmente novo Land Rover Discovery será a opção entre os Range Rover Evoque e oSport

Apresentado no Salão de Paris (França), em setembro de 2016, o novo Land Rover Discovery já tem data para chegar ao Brasil: 29 de junho. A quinta geração do SUV foi apresentada hoje para a imprensa especializada e começa o período de pré-vendas, posicionado entre os modelos Range Rover Evoque e Sport. Estará disponível em três versões: SE (363 mil); HSE (R$ 389 mil); HSE Luxury (R$ 429 mil) e First Edition (R$ 469 mil).  Assim como com o Jaguar F-Pace, as primeiras unidades serão da série First Edition, por R$ 469 mil, limitada a 55 unidades.

LEIA MAIS: Land Rover Discovery Sport e Evoque recebem novo motor 2.0 a diesel

O novo Land Rover Discovery  sobe um pouco mais o nível de requinte e luxo da marca, aproximando-se dos SUVs da Range Rover – tanto é que seu preço se aproxima bastante do Range Rover Sport, com o qual compartilha sua plataforma de alumínio. Até suas medidas são bem próximas, com 2,92 metros de entre-eixos, embora o Discovery seja mais comprido: 4,97 m, contra os 4,85 m do Sport.

Com todo esse comprimento, era de se esperar que oferecesse um grande espaço interno. Mesmo as configurações com sete lugares trazem muito conforto – ao contrário do Discovery Sport, a terceira fileira consegue contar com espaço para as pernas e serve para pessoas com até 1,80 m de altura. Isso acontece graças à suspensão, que usa um esquema de multilink mais compacto, sem ocupar a área dedicada à terceira fileira.

Seu estilo é uma evolução do DNA de design da fabricante, adiantado no protótipo Discovery Vision Concept, do Salão de Nova York de 2014. Temos algumas linhas diferentes dos outros carros da marca, como o formato das lanternas traseiras (mais finas e retangulares) e o desnível na tampa do porta-malas – utilizados para resgatar um pouco do aspecto de “caixote” das gerações anteriores.

Por falar em porta-malas, agora a tampa traseira pode ser aberta apenas passando um dos pés na parte de baixo do para-choque traseiro, o que é útil no caso de estar com as mãos ocupadas. Além disso, o fechamento é automático (pressionando um botão na própria tampa) e instalaram os comandos das duas fileiras de bancos, agora rebatidos eletricamente de acordo com o gosto do freguês. Sem a terceira fileira, vão nada menos que 926 litros de bagagem, volume que chega a 2.038 litros com apenas os dois bancos da frente, espaço para levar de cicicletas a pranchas de surf. 

LEIA MAIS: Range Rover Velar é lançado no Salão de Genebra e chega ao Brasil no fim do ano

A cabine se diferencia por utilizar equipamentos inéditos dentro da marca Land Rover (mas não no Range Rover ou Jaguar) e a qualidade do acabamento. Conta com a nova central multimídia InControl Touch ,  com tela de 8 polegadas, ou Pro (de 10 polegadas),  processador de quatro núcleos (o mesmo que equipa o Jaguar F-Pace e o futuro Range Rover Velar)e câmera de 360 graus. Também conta com sistema que faz o carro estacionar sozinho e ainda sair de vaga. Há também telas atrás dos encostos dos bancos com controles independentes e, como opcional, assentos com aquecimento, resfriamento e até massagem.  

Para manter o interior com aspecto sempre arejado, o SUV pode vir com dois tipos de teto solar: fixo ou que pode ter uma aberta uma das partes. E instalaram 20 porta-objetos e 9 tomadas USB para carregar o celular ou tablet. 

Mecânica e tecnologia

Outra aposta para ficar diferenciado em relação do Discovery Sport será a oferta apenas dos motores 3.0 V6, nas versões abastecidas tanto com gasolina quanto com diesel. Seu foco será o 3.0 V6 turbodiesel, de 258 cv e 61,22 kgfm de torque, combinado ao câmbio automático de oito marchas. Essa será a configuração que os clientes encontrarão nas lojas da marca à pronta entrega. Já o 3.0 V6, sobrealimentado, de 340 cv e 45,92 kgfm de torque, abastecido com gasolina, só poderá ser adquirido por encomenda. Como todo carro da Jaguar Land Rover, o novo Discovery vem de série com tração 4x4 integral e capacidade off-road.

A suspensão é a ar em todas as versões e agora conta com um recurso interessante para faciliar o acesso dos ocupantes e bagagens ao interior do SUV. Ao parar o carro e tirar o cinto de segurança, a distância livre do solo diminui 15 mm. E basta abrir a porta para cair mais 35 mm, totalizando um vão 50 mm mais próximo do chão. Assim que o carro atingir 20 km/h, volta à altura original.

LEIA MAIS: Range Rover Evoque conversível chega ao Brasil por R$ 292.500

O sistema Terrain Response 2, que torna possível selecionar o modo de funcionamento da tração de acordo com o tipo de terreno, agora vem com o botão Auto, que escolhe de maneira automática como que a tração vai funcionar. Bom também é que o câmbio automático, de oito marchas, é da renomada marca alemã ZF. E a capacidade de superar obstáculos foi aperfeiçoada, com altura máxima de imensão em trechos alagados de 900 mm (ante 700 mm anteriormente) e vão livre do solo de nada desprezíveis 283 mm. O ângulo de entrada é de 34 graus e o de saída de 30 graus. 

Equipamentos e preços

Seu diferencial será a oferta de mais tecnologias. Conta, por exemplo, com sistema de frenagem autônoma de emergência, que detecta pedestres na frente do veículo e aciona os freios para evitar uma colisão. Vem com monitor de condição do motorista (detectando se o mesmo estiver cansado), head-up display , faróis de LED adaptativos, visão em 360° por câmeras, assistente de estacionamento, reconhecimento de sinais de trânsito e limitador de velocidade inteligente (que lê as placas e ajusta a velocidade ao trocar de via).

A Land Rover espera que consiga vender em torno de mil carros em um período de um ano. E já fechou uma parceria com as blindadoras Autostar e Carbon. A primeira vai oferecer a blindagem de 21 mm por R$ 73.900 e a de 18 mm por R$ 78 mil, valores que caem para R$ 68.400 e R$ 72.100, respectivamente, no caso da outra.  Embora não tenham sido divulgados oficialmente, os preços das versões com motor V6 a gasolina ficam em torno de R$ 10 mil mais em conta na comparação com as movidas a diesel.

Ainda é possível optar por dois pacotes opcionais no Land Rover Discovery. O Black Pack sai por R$ 11.200 no caso da versão SE e HSE R$ 4.000 na HSE. Vem com detalhes pintados de preto brilhante na grade frontal, carcaças dos retrovisores e até nas rodas de aro 22. E o Dynamic Pack sai por R$ 13.300 no exterior do HSE e do HSE Luxury, preço que sobe para R$ 17.300 se forem incluídos itens exclusivos também no interior, como detalhes de alumínio escovado e bancos esportivos.