Tamanho do texto

Saindo por R$ 164.620, o Passat vem somente na versão de topo Highline, com a central multimídia Discovery Pro, que pode ser comandada por gestos

Volkswagen Passat: Apesar de
Guilherme Menezes
Volkswagen Passat: Apesar de "vestir" o design de última geração da marca, a novidade do sedã se esconde no interior

O Volkswagen Passat chega R$ 13.690 mais em conta e com o mais novo sistema multimídia Discovery Pro, de 9,2 polegadas, com funções de controle por gestos para acessar o computador de bordo, comandos do ar-condicionado e os recursos de conectividade, que incluem leitor de DVD Player, GPS e integração com os aplicativos de celulares, por meio do Apple Car Play, Mirror link e Android Auto. Além disso, salta aos olhos do motorista o Active Info Display, cluster digital com diferentes interfaces de ferramentas.

LEIA MAIS: Volkswagen Virtus 1.6 MSI surge como opção mais em conta do sedã. Veja vídeo

O pacote de tecnologia se completa com a chegada do sistema multimídia, que agora pode ser comandado por gestos
Guilherme Menezes
O pacote de tecnologia se completa com a chegada do sistema multimídia, que agora pode ser comandado por gestos

Entretanto, não devemos nos esquecer que, antes de ser um carro moderno, o Volkswagen Passat é um carro de luxo. Conta com opções de couro preto ou creme; memorização de ajuste, funções de aquecimento e massagem nos bancos; 6 airbags; abertura do porta-malas por sensor (lê o movimento do pé em baixo do para-choque traseiro); sistema de previsão de acidentes, que reage tensionando os cintos de segurança e fechando todos os vidros; controle de cruzeiro adaptativo; sensor de fadiga do motorista (percebe irregularidades na condução e alerta uma sugestão de parada do carro); faróis adaptativos; sistema pós colisão (retoma a estabilidade do carro após um acidente) e auto-ajuste da suspensão, que regula a tensão dos amortecedores em função do solo e do modo de dirigir.

LEIA MAIS: Volkswagen mostra nova geração do VW Jetta no Salão de Detroit, nos EUA

Disposição em contraste ao conforto

O cluster digital segue como um grande atrativo entre os clientes, uma vez que é agradável de olhar e prático de usar
Guilherme Menezes
O cluster digital segue como um grande atrativo entre os clientes, uma vez que é agradável de olhar e prático de usar

Para mais segurança durante ultrapassagens, ou até mesmo para quem procura por esportividade, o Passat vem equipado com um motor 2.0 turbo, de 220 cv e 35,7 kgfm, capaz de levar o sedã de 0 a 100 km/h em apenas 6,8 segundos e à velocidade final de 246 km/h. Por utilizar o câmbio DSG de dupla embreagem e seis marchas, as trocas de marcha são suaves e as colocam nas rotações do motor ideais para uma maior economia de combustível ou um maior aproveitamento da potência, conforme o modo que o condutor selecionar (normal, esporte, eco ou conforto).

LEIA MAIS: Lançado em novembro, Volkswagen Polo vende mais que Citroën C3 no ano todo

A lanterna traseira é de LED, tal como os faróis, estes que contam com leitor de visibilidade para adequar a luminosidade
Guilherme Menezes
A lanterna traseira é de LED, tal como os faróis, estes que contam com leitor de visibilidade para adequar a luminosidade

Fabricado na Alemanha, o Volkswagen Passat 2018 conta com oito opções de cor para a carroceria: azul Harvard, azul Atlantic, cinza Manganês, marrom Oak, prata Sargas e vermelho Crimson (metálicas), branco Puro (sólida) e preto Mystic (perolizada). O único opcional disponível é o teto solar panorâmico, por R$ 5.370, e tem garantia de três anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.