Jaguar F-Type é diversão garantida

Superesportivo conversível abre a nova fase da montadora inglesa e resgata sua tradição; versão top de linha tem motor V8 de 495 cv!

Thiago Vinholes | 28/8/2013 11:10

Jaguar F-Type 2013 V8 S 5.0 32V gasolina 2p automático seq.

Dados técnicos
Preço
R$ 559.900
Capacidade
2 passageiros
Velocidade máxima
300 km/h
0 a 100 km/h
4,3 s
Consumo urbano
6,8 km/l
Potência
495 cv
Torque
63,7 kgfm
Porta-malas
196 litros
Veja ficha técnica completa

Mal administrada, passada de mão e mão, acúmulo de prejuízos... Nem parece que essas situações foram vivenciadas pela Jaguar, uma das fabricantes de carros mais icônicas do mundo. A empresa viveu suas maiores glórias entre 1950 e 1960, período em que venceu três vezes as 24 Horas de Le Mans com o famoso protótipo D-Type e também quando lançou o E-Type, considerado até hoje por muitos designers o carro mais bonito de todos os tempos. Após essa fase, a marca inglesa amargou dívidas, foi vendida duas vezes e perdeu parte de sua identidade, o que foi talvez a maior das perdas.

Agora parte do grupo indiano Tata Motors, que comprou de uma vez a Jaguar e Land Rover da Ford em 2007, a marca inglesa está voltando aos eixos com agilidade e estilo. O primeiro produto dessa nova era é o F-Type, cujo objetivo é resgatar a tradição da fabricante, principalmente no campo da esportividade. E o resultado empolga.

O F-Type, como o próprio nome indica, dá continuidade a antiga tradição da marca em nomear seus carros com letras em ordem alfabética de acordo com o avanço do veículo. Não só isso, o novo modelo tem suas linhas inspiradas nos clássicos D-Type e E-Type, que quando vistos de frente parecem felinos em posição de ataque. Até nas proporções os carros são equivalentes.

A dose de modernidade revitalizou o DNA da Jaguar a ponto da marca inglesa poder voltar a surpreender, e muito. O F-Type é tão bonito que ganhou o World Car Design of the Year 2013, o prêmio de design mais importante do mundo, desbancando recentes criações de concorrentes como a Porsche, BMW e Audi. É um carro que quando visto de perto impressiona a ponto das pessoas ficarem paradas observando (e babando) ele passar.

Além da configuração conversível, que por si só já chama atenção, o novo carro da Jaguar tem rodas aro 20” com opções de desenhos interessantes, interior personalizável e enormes escapamentos na traseira – os da versão V8, aliás, são os maiores já utilizados por um carro da montadora.

Três sabores de F-Type

A divisão brasileira da Jaguar não poupou recursos e trouxe para o Brasil todas as versões do F-Type. O menu começa com o modelo V6, de 340 cv, passa pelo V6 S, com 380 cv, e fecha com o V8 S, um animal de metal com motor de 497 cv! O trio ainda compartilha o câmbio automático sequencial de 8 marchas e a tração, para delírio de quem gosta de pisar fundo, é traseira. É, os bons tempos voltaram por essas bandas...

O F-Type é simplesmente delicioso de dirigir e o nível de adrenalina e prazer aumenta de acordo com a cavalaria de cada versão. Para se ter uma ideia, o modelo de entrada já é o suficiente para ir longe e muito rápido. O motor 3.0 V6 conta com supercharged (compressor mecânico) e sistema de injeção direta de gasolina, recurso que permite gerar mais potência com maior eficiência em consumo. A versão V6 S tem esse mesmo bloco, mas alterado para gerar mais 40 cv.

O desempenho em arrancada é bruto e nas curvas o carro é preciso, mesmo com a tração traseira ameaçando um drift. Segundo a marca, o F-Type V6 vai do 0 aos 100 km/h em 5,3 segundos e atinge até 260 km/h, ao passo que o V6 S acelera em 4,9 s e alcança 275 km/h de velocidade final. Já o modelo com motor V8 viaja em outro mundo...

A versão top do F-Type tem desempenho comparável ao de um Porsche 911, portanto é um carro rápido, ágil, muito equilibrado e, claro, absurdamente rápido. Guiar esse modelo é até mais difícil que os V6. A direção é mais pesada e a suspensão tem reações mais duras, sem falar nas respostas do motor, que são imediatas e assustadoras.

De acordo com a Jaguar, o F-Type V8 vai do 0 aos 100 km/h em 4,3 segundos e sua velocidade máxima é limitada eletronicamente em altos 300 km/h, o que credencia esse carro a usar o “crachá” de superesportivo.

Por que não um carro da Jaguar?

O F-Type é um carro de ponta, mais do que muitos imaginam. É construído totalmente em alumínio, possui motorização de última geração e traz recursos embarcados que não devem em nada para produtos de marcas de alto escalão, tais como Audi ou Lexus. O pacote de itens inclui GPS, ar condicionado digital, sistema de som Meridian escapamento ativo (ele pode fazer mais barulho!), aerofólio móvel na traseira... Não só isso, também são dois carros em um. Ao apertar um botão, a capota sobe ou desce, transformando-o em conversível ou cupê em apenas 12 segundos.

A ideia da marca é vender 50 unidades do F-Type por ano no Brasil, aproveitando o embalo de renovação da marca que trouxe também mais pontos de vendas ao País. Os preços, claro, são altos e proibitivos para boa parte da população. Os valores começam em R$ 419.900 para o modelo de entrada V6 e chegam a R$ 559.900 na série V8. Quem pode gastar vai se esbaldar com esse Jaguar.

PESQUISE CARROS

RANKING

Veículos mais vendidos - julho de 2014

Pos. Modelo Vendas
Fiat Palio 15.989
Volkswagen Gol 14.347
Chevrolet Onix 14.015
Fiat Strada 12.585
Hyundai HB20 10.857
Ford Fiesta 10.591
Fiat Uno 9.613
Fiat Siena 8.949
Chevrolet Prisma 8.498
10º Volkswagen Saveiro 7.296
Veja ranking completo