Tamanho do texto

Listamos 10 reimaginações feitas pela também indiana Rajputana Customs, com robustez e personalidade somadas ao saudosismo da fabricante

As motos da Royal Enfield já contam com personalidade e desperta os corações de muitos saudosistas no mundo das duas rodas. Entretanto, a oficina de customização indiana Rajputana Customs nunca está contente e as modifica para ainda mais exclusividade. O resultado são 12 motocicletas ao ano, todas únicas, pensadas para o público mais purista e com mais personalidade. Veja algumas delas a seguir.

LEIA MAIS: Royal Enfield confirma a chegada da trail Himalayan ao Brasil

1 - Original Gangster

É baseada na Royal Enfield UCE 350, mas traz detalhes exclusivos
Divulgação
É baseada na Royal Enfield UCE 350, mas traz detalhes exclusivos

A primeira motocicleta criada pela Rajputana Customs, no Auto Expo de 2010. Baseada na Royal Enfield UCE 350, tinha como objetivo destacar ao máximo os ares das motocicletas old school, street bobs e springer, “tribos” clássicas e sempre voltadas às estradas. Entre os detalhes mais exclusivos, destacam-se o quadro exposto, o guidão rústico e uma manopla para mudanças de marcha.

2 - Lightfoot

Baseia-se na Royal Enfield Standard 500, entretanto, adiciona inclusive melhor resposta do motor
Divulgação
Baseia-se na Royal Enfield Standard 500, entretanto, adiciona inclusive melhor resposta do motor

Baseia-se na Royal Enfield Standard 500 e foi construída para o ator John Abraham, famoso ator da indiana Bollywood. Exclusiva, traz guidão customizado, garfos da suspensão em vigas, assento em couro com formato achatado e um corpo de borboleta maior, para produzir mais potência.Sua silhueta é fluida e alongada, que em conjunto com a cor preta, dá ares “sombrios” à motocicleta, se é que pode ser definida assim.

LEIA MAIS: One Ride, um passeio de 400 quilômetros com a Royal Enfield

3 - Nandi

Nascido como uma Royal Enfield Classic 500, veio a se tornar um dos projetos mais robustos
Divulgação
Nascido como uma Royal Enfield Classic 500, veio a se tornar um dos projetos mais robustos

A Royal Enfield Classic 500 veio a se tornar, em 2010, um dos projetos mais robustos da Rajputana Customs. Seu nome é inspirado em um touro de Shiva, encontrado no Monte Kailasa. Entre as suas modificações, destacam-se uma roda enorme na traseira - de 23 polegadas, a reposicionamento retrovisores para baixo, para-lama traseiro customizado e retrabalho no sistema de escapamento de dupla saída.

4 - Gulail

A Royal Enfield Standard 500 nunca antes esteve tão ousada
Divulgação
A Royal Enfield Standard 500 nunca antes esteve tão ousada

Produzida em 2013, talvez tenha sido um dos projetos mais trabalhosos, uma vez que demorou, ao todo, seis meses até ser concluída. Tal como a Lightfoot, baseia-se na Royal Enfield Standard 500, mas se desenvolve em um projeto muito mais ousado. Traz uma combinação de ouro, prata e ferro em suas cores, famosa no Rajastão, o maior Estado da Índia. Além disso, é evidente o posicionamento elevado do tanque de combustível, bem como a roda maior na dianteira, que contribui para uma posição mais ereta ao dirigir.

LEIA MAIS: A Royal Enfield Redditch faz homenagem à primeira fábrica da marca

5 - Chingari

Eis uma releitura de corrida da Royal Enfield Standard 500
Divulgação
Eis uma releitura de corrida da Royal Enfield Standard 500

Também baseada na Standard 500, desta vez o projeto tomou rumos que transformaram a motocicleta em uma Café Racer. Apesar de manter o seu quadro original, a suspensão foi rebaixada e recebeu um filtro de ar esportivo, para aprimorar a admissão e trazer melhores respostas do motor. Enquanto isso, sua cor tomou inspiração nas Yamaha de corrida antigas.

6 - Aghori

Começou a sua vida como uma Royal Enfield Classic 500, mas seu destino foi se transformar em uma Bobber
Divulgação
Começou a sua vida como uma Royal Enfield Classic 500, mas seu destino foi se transformar em uma Bobber

Construída em 2012, começou a sua vida como uma Royal Enfield Classic 500, tal como a Nandi. Entretanto, transformou-se em uma Bobber, trazendo suspensão traseira com um amortecedor, pintura customizada, para-lama traseiro típico das Chopper, reposicionamento dos retrovisores para baixo e um enorme pneu traseiro. Além disso, o escapamento de saída dupla contribui para sua agressividade.

 7 - 937

Baseada em uma Royal Enfield Classic 500, demorou 6 meses para ser construída
Divulgação
Baseada em uma Royal Enfield Classic 500, demorou 6 meses para ser construída

Tal como a Gulail, foi construída em um período de seis meses, mas diferentemente dela, foi baseada em uma Classic 500. Traz assentos duplos, pneus de perfil alto, pintura toda em preto, sistema de escapamento customizado e molas expostas no sistema de suspensão dianteiro.

LEIA MAIS: Uma semana com a Royal Enfield Classic

 8- Assault

Divulgação
"Prima" militar da Royal Enfield Classic 500, traz robustez e personalidade

Tal como a 937, baseia-se na Classic 500 , é pintada com tons escuros e traz pneus de perfil alto. Entretanto, há algumas diferenças entre elas que faz da Assalt uma moto mais militar. A começar pela própria cor verde, com a estrela no tanque de combustível. Além disso, seus ares - que misturam os estilos board tracker racer (das motos de corridas dos anos 1910 e 1920) e chopper - ganham robustez com os dois faróis de LED, garfo frontal voltado para baixo e tanque de combustível alto, tal como a 937, mas com design menos curvilíneo.

9 - Kaali

Depois da militar, eis a versão
Divulgação
Depois da militar, eis a versão "gótica" da marca indiana, também baseada na Royal Enfield Classic 500

Outra mais trabalhosa de ser produzida, demorando 6 meses, em 2013, é baseada na Classic 500. Ousada, traz ares obscuros e bastante robustez, evidente pela protuberância do pára-lama traseiro que cobre um enorme pneu. Sua posição de guiar promete ser um pouco mais erguida, por conta do pneu dianteiro maior, do assento afundado e o tanque de combustível elevado.

10 - Matilda

A mais discreta de toda a lista. Toma como base a Royal Enfield Classic 500
Divulgação
A mais discreta de toda a lista. Toma como base a Royal Enfield Classic 500

Baseia-se na Classic 500 e, se comparada às “irmãs” da Rajputana Customs, é menos extravagante. Produzida em 2015, conserva mais a estética original das Royal Enfield , apesar do filtro de ar esportivo, pneus de perfil alto e quadro que permite um alongamento do entre-eixos.