Dafra lança linha de bicicletas elétricas

Marca apresenta três modelos desenvolvidos para diferentes perfis de usuários, com preço a partir de R$ 1.990

Sueli Osório | 22/8/2012 15:43

Foto: Divulgação Veja galeria em tamanho maior

Dafra DB0

Com o tema bicicletas elétricas em alta, a Dafra também decidiu entrar nesse segmento e apresentou na terça-feira (21) uma linha de e-bikes formada por três modelos. A DBX e a DBL começam a chegar às concessionárias a partir da próxima semana, com preços sugeridos de R$ 1.990 e R$ 2.490, respectivamente. Já o modelo topo de linha, DB0, será comercializado exclusivamente nas lojas Polishop a partir de setembro. A expectativa é aumentar a produção gradativamente até alcançar o patamar de 2.500 unidades vendidas ao mês.

Leia também: De bicicleta elétrica, todo dia

“Estamos criando uma nova unidade de negócios direcionada ao segmento de bicicletas elétricas, pois acreditamos na expansão desse setor no País. Estudos mostram que, nos próximos anos, a venda de veículos elétricos motorizados de duas rodas vai superar a de veículos elétricos de quatro rodas. E as e-bikes devem dominar esse segmento, com 56%, superando as motos, com 43%, e os scooters, com 1%.”, afirma Francisco Stefanelli, vice-presidente da Dafra.

Leia também: São Paulo sedia 8º Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos

Segundo Stefanelli, há vários motivos para esse crescimento, como a busca por maior mobilidade em grandes centros urbanos, a procura por um veículo de transporte próprio mais acessível e o lazer.  “As e-bikes foram desenvolvidas pensando nos pilares mobilidade, economia e qualidade de vida. Temos a DBX que é nossa e-bike com preço mais acessível e que tem maior autonomia. Já a VL tem quadro em aço e bateria de lítio, por isso é mais leve e deve atender àqueles que querem se deslocar pela cidade com maior facilidade. A DB0 tem o diferencial de poder ser dobrada e pode ser facilmente colocada no porta-malas do carro.”

Dafra DBX e DBL

A DBX é voltada para quem busca transporte diário mais barato, prático e com grande autonomia. Segundo a fabricante, com ela é possível percorrer até 42 quilômetros com apenas uma carga na bateria. Já a DBL tem design moderno, quadro em alumínio e também boa autonomia: até 35 quilômetros com uma carga.

Ambas possuem Sistema de Assistência ao Pedal (PAS), que garante gradativamente maior ou menor atuação do motor elétrico. Para acioná-lo, basta selecionar o nível de assistência desejado e iniciar as pedaladas. O resultado é mais facilidade para superar terrenos íngremes, por exemplo.  Além disso, o ciclista pode optar por não pedalar e utilizar apenas o motor elétrico, útil em circuitos planos. De acordo com a marca, DBX e DBL oferecem um consumo de energia mensal muito baixo, similar ao de um abajur.

DB0

A DB0 é uma e-bike desenvolvida para quem busca a modernidade da bicicleta elétrica, mas que também adora pedalar. Assinada pelo designer norte-americano Robert Brady, é considerada uma referência em Folding E-Bike (bicicleta elétrica dobrável). Criada pela taiwanesa DKCITY, empresa especializada nesse tipo de veículo, utiliza um motor elétrico auxiliar que dá suporte às pedaladas do usuário.

O modelo possui três marchas de fácil acionamento e livre de manutenção, e um sensor no pedal que detecta a força empregada pelo ciclista, otimizando assim a assistência do motor elétrico e, consequentemente, utilizando de forma
inteligente o recurso da bateria.

A bateria da DB0 é de lítio, o que significa maior capacidade energética, recarga mais rápida e mais leveza. Para carregá-la, basta plugá-la a qualquer tomada entre 3 e 5 horas. O consumo de energia também é similar ao de um abajur.

O modelo conta com painel de LCD com funções de medição de velocidade, Gear Mode – em que o ciclista escolhe três níveis de assistência do motor elétrico -, hodômetro para controle da distância percorrida e indicação do nível de carga da bateria.

A bicicleta possui quadro em alumínio, freio a disco na dianteira, cavalete central, buzina, corrente com teflon - que diminui perdas e aumenta a durabilidade do item -, selim com regulagem de altura, farol dianteiro em LED com duas opções de iluminação (contínua ou intermitente) e traseiro com quatro opções (contínua e três diferentes tipos intermitentes). Conta, ainda, com opcional de bagageiro para acomodar o carregador da bateria e outros pequenos objetos.

Consórcio

Além de adquirir as bicicletas elétricas à vista ou por financiamento, incluindo compra com cartão de crédito em até 12 vezes, os consumidores terão à disposição um plano de consórcio na rede de concessionárias. A modalidade oferece pagamento em até 36 meses, com parcelas a partir de R$ 55,27 para o modelo de entrada DBX, o equivalente a R$ 1,84 por dia.

Produção

Para atender ao mercado nacional de motocicletas e agora de bicicletas elétricas, a Dafra tem uma unidade fabril com 170 mil m², sendo 35 mil m² de área construída. A fábrica possui mais de 500 funcionários e capacidade produtiva anual de 300 mil motocicletas. A atual linha de montagem das e-bikes possui capacidade produtiva anual de 30.000 unidades.

 

PESQUISE CARROS

RANKING

Veículos mais vendidos - junho de 2014

Pos. Modelo Vendas
Fiat Palio 14.080
Volkswagen Gol 13.167
Chevrolet Onix 10.993
Ford Fiesta 10.701
Fiat Strada 10.561
Hyundai HB20 9.528
Fiat Siena 8.544
Fiat Uno 7.580
Chevrolet Prisma 7.219
10º Volkswagen Voyage 6.953
Veja ranking completo