Família 500 é o destaque da Honda no Salão Duas Rodas

Montadora volta a apostar no segmento das 500 cc no País com três versões: CB 500F, CBR 500R e CB 500X. Opção naked de entrada parte de R$ 22 mil

Karina Simões | 9/10/2013 09:33

Foto: Karina Simões Veja galeria em tamanho maior

Naked CB 500F

A principal novidade da divisão de motocicletas da Honda para o mercado brasileiro é a família CB 500, apresentada nessa terça-feira (8) no Salão Duas Rodas, em São Paulo. A motocicleta, que foi sucesso no Brasil e parou de ser fabricada em 2005, retorna em três versões: a naked CB 500F, a superesportiva CBR 500R e a crossover CB 500X.

Na naked CB 500F o destaque é o conjunto de carenagem do farol e do tanque que deixam à mostra o motor bicilíndrico. Este modelo chega às lojas neste mês por R$ 22.000 na opção standard e R$ 23.500 equipada com ABS.

A principal característica da CBR 500R é a carenagem com aspecto mais esportivo e o conjunto óptico com refletor duplo multifacetado. Ela chegou para ser a superesportiva de entrada da Honda e chega às lojas em dezembro deste ano. No entanto, os valores ainda não foram divulgados.

Já a CB 500X será a última da família a estrear, com previsão de lançamento apenas para o primeiro semestre de 2014. O modelo possui um guidão mais alto e conjunto de carenagem de farol que evidencia a proposta aventureira. Seu preço tambpem ainda não foi definido pela marca.

Mais moderna

Embora a linha atenda três diferentes estilos, elas utilizam a mesma base e são equipadas com um motor bicilíndrico, de quatro tempos e 471 cm³, com duplo comando de válvulas no cabeçote, quatro válvulas por cilindro e arrefecimento a líquido. O propulsor desenvolve 50 cv a 8.500 rpm e torque máximo de 4,55 kgfm a 7.000 rpm.

Além disso, a motocicleta conta com um sistema de injeção programada de combustível que envia ao motor o volume ideal de combustível para cada faixa de rotação, o que segundo a montadora melhora a eficiência, pois alia a máxima potência ao baixo consumo.

Veja mais: Triumph prepara "invasão britânica"

O câmbio de seis velocidades possui embreagem multi-disco e os freios são a disco, com diâmetro de 320 mm, de acionamento hidráulico. Além disse, serão oferecidas versões equipadas com freios ABS.

No quesito conforto, a suspensão dianteira recebeu garfo telescópio com curso de 120 mm, enquanto na traseira, a suspensão é mono amortecida do tipo Pro-Link, com curso de 119 mm e nove níveis de regulagens da pré-carga do amortecedor. Resumindo em miúdos, esses itens tornam a moto mais estável e segura de guiar, além de mais confortável.

Todas as versões contam com painel de instrumentos completo e totalmente digital com velocímetro, conta-giros por gráfico de barras, relógio, hodômetro (total e parcial), medidores de consumo de combustível instantâneo e média, além de indicadores de diagnóstico do motor.

Produção e vendas

Os três modelos serão produzidos na fábrica de Manaus e, com eles, a Honda pretende preencher a lacuna que existe no segmento das 500 cc no mercado nacional - deixada pela própria CB 500 e também pela Suzuki GS 500, que parou de ser produzida em 2008 - , além de liderar o mercado no segmento de alta cilindrada. Incluindo as três versões da nova família 500, a expectativa é comercializar até 2016 um volume superior a 20 mil unidades por ano.

Leia tudo sobre: HondaSalão Duas RodasCB 500CB 500FCBR 500R500 ccnakedsuperesportivacrossoverSuzuki GS 500

PESQUISE CARROS

RANKING

Veículos mais vendidos - novembro de 2014

Pos. Modelo Vendas
Fiat Palio 15.399
Chevrolet Onix 14.484
Volkswagen Gol 12.024
Fiat Strada 11.435
Ford Ka 10.748
Hyundai HB20 10.688
Fiat Uno 10.473
Volkswagen Saveiro 8.643
Renault Sandero 8.309
10º Chevrolet Prisma 7.657
Veja ranking completo