Veja as dez motos mais baratas do Brasil

Com R$ 2.900 já é possível comprar um modelo 0 km equipado até com motor elétrico

Jair Oliveira | 10/7/2012 10:02

Foto: Divulgação Veja galeria em tamanho maior

10º - Dafra Riva 150

Todo mundo sabe que, em cidade grande, só existem três formas de escapar do trânsito: descobrindo caminhos alternativos e não contando pra ninguém, desistindo de sair e se trancando dentro de casa ou pilotando uma moto. Essa última opção, além de economizar bons minutos de paciência que precisaríamos ter para suportar a fila de carros, também ajuda a poupar uma boa grana quando o assunto é consumo de combustível. E mais: o preço de uma zero-quilômetro quase sempre nem se compara ao de um carro usado.

Veja os 10 carros mais baratos do Brasil

Pensando nisso, iG Carros resolveu mostrar para você as dez motos mais baratas do País, pontuando o que cada uma delas oferece além do prazer de poder acordar mais tarde e chegar no horário no trabalho.

10º - Dafra Riva 150

Na décima posição poderiam entrar duas motos da Dafra, mas resolvemos mostrar apenas uma delas, a Dafra Riva 150, já suas vendas são bem maiores que a Kansas 150. O modelo é equipado com um motor de 149 cm³ de cilindrada de 12 cv e câmbio manual de cinco marchas. Assim como algumas de suas rivais, o seu painel de instrumentos mescla conta-giros analógico com um mostrador digital que mostra informações sobre do velocímetro. O preço do modelo começa em R$ 5.090.

9º - Yamaha Factor YBR 125K

Na nona posição está a Yamaha Factor YBR 125K. O modelo, que custa R$ 5.140, possui motor de 125 cm³ de cilindrada com potência de 10,2 cv e traz de série o básico que uma moto precisa ter: painel analógico com velocímetro, hodômetro e mostrador do nível de combustível, cavalete central, trava para capacete e pedaleiras traseiras fixas. Além disso, ela é equipada com filtro de ar de espuma lavável e seu tanque de combustível tem capacidade para até 13 litros de gasolina.

8º - Honda Biz 100

Recém-lançada, a Honda Biz 100 é a nossa oitava colocada. Essa versão marca o retorno do modelo ao mercado das motonetas de 100 cm³ e já chega sendo o segundo modelo mais barato da montadora japonesa – os preços começam em R$ 4.710. Seu motor, movido a gasolina, possui 97,1 cm³ de cilindrada e 6,43 cv.  O painel de instrumentos tem apenas velocímetro, hodômetro e marcador de combustível.

Leia mais: Veja os carros mais baratos de consertar

7º - Dafra Speed 150

Por menos de R$ 5.000 já dá para comprar uma moto zero-quilômetro de 150 cm³. Você duvida? A Dafra Speed 150 custa R$ 4.690 e ocupa o sétimo lugar. Ela é simples, possui design comum e, além disso, traz painel totalmente analógico, com as informações necessárias para o motociclista rodar tranquilo pelas ruas. Seu motor é o mesmo da Riva e da Kansas.

6º Kasinski Win

Uma das principais integrantes da categoria CUB (que mescla visual de scooter com a posição de pilotar de street e tem câmbio semi-automático, que dispensa embreagem) é a Kasinski Win. Seu preço, estipulado pela marca em R$ 4.290, a torna a sexta colocada na nossa seleção. O modelo é equipado com rodas de aro 17”, freio a disco dianteiro, compartimento para guardar objetos sob o assento, painel analógico com informações sobre velocidade e tanque de combustível e, além disso, possui protetor de borracha nos pedais de freio e câmbio. Vale lembrar que esse modelo possui uma versão com motor elétrico – a Win Elétrika – que custa R$ 4.990.

5º Honda Pop 100

O modelo mais barato da Honda é o nosso quinto colocado. Estamos falando da Pop 100. Ela custa R$ 4.050 e, assim como os outros modelos, é uma moto básica. Seu motor possui 97,1 cm³ de cilindrada e trabalha com câmbio de quatro marchas. A moto desenvolve apenas 6,3 cv e seu foco está na economia de combustível – de acordo com a marca, o modelo consegue rodar até xxx km/l. Enquanto isso, o design não é o seu forte mesmo. O modelo chega a parecer uma mistura de Biz com peças da antiga CG.

4º Dafra Zig 50

Quer pagar menos de R$ 4.000 em uma moto supereconômica? Uma boa pedida é a Dafra Zig 50, que custa R$ 3.740. De acordo com a marca, ela consegue rodar até 67 km/l, o que faz com que a motinho rode até 288 km usando apenas um tanque de combustível (compartimento restrito a apenas 4,3 litros, já contando com a reserva). Como seu motor é um monocilíndrico de 49,5 cm³ de cilindrada, não espere sentir altas emoções, já que o seu foco não é esse. Sua potência máxima é de 3,2 cv e o torque transferido para as rodas de apenas 0,32 kgfm. Para aqueles que podem abrir mão da economia por um pouco mais de potência há a opção da Zig+, com preços a partir de R$ 4.190.

3º Kasinski Soft 50

Concorrente do modelo anterior, a Kasinski Soft 50 é a terceira colocada no nosso ranking. A CUB é vendida por R$ 3.690 e possui motor de 49,5 cm³, que gera 3,5 cv e torque de 0,35 kgfm. Seu painel possui informações básicas, como marcador de combustível e indicador de marchas e, além disso, sua velocidade máxima é controlada em 50 km/h. A marca informa que o grande forte da Soft 50 é o baixo consumo de combustível.

Veja também: Carro brasileiro equivale em segurança a modelos europeus de 1990

2º Dafra Super 50

Para aqueles que não estão nem aí para design (nem para velocidade) e querem mesmo é poupar dinheiro na hora de se locomover, a Dafra Super 50 custa R$ 3.490 e é supereconômica. Equipada com o mesmo motor da Zig 50, de acordo com a marca, ela consegue atingir consumo médio de 50 km/l. O modelo possui partida elétrica, acionamento automático de embreagem e painel de instrumentos básico.

1º Kasinski Prima Electra 500

A moto mais barata do Brasil, pelo menos até o início do mês de julho, é uma miniscooter da Kasinski e é... elétrica. Isso mesmo, estamos falando da Prima Electra 500. Surpreso? Saiba que com R$ 2.890 você já pode andar por aí de moto e ainda por cima sem agredir o meio ambiente. O modelo possui baú para levar objetos, suspensão traseira monochoque, freio a disco dianteiro, rodas de liga leve e o seu design chega a ser “simpático”. Seu motor tem potência de 500 W e consegue rodar até 30 km com apenas uma carga. Vale destacar que o modelo atinge velocidade máxima de 30 km/h, por isso, para aqueles que querem ir um pouquinho mais rápido, a marca oferece a Prima Electra 2000, com potência de 2000 W e velocidade máxima de 60 km/h. Seu preço é de R$ 4.190.

E aí? Decidiu qual “motoca” você vai comprar? Independentemente da escolha, iG Carros recomenda o uso de todo o aparato necessário para pilotar nas ruas – principalmente o capacete. E lembre-se: respeite a sinalização de trânsito e a faixa de pedestres.

Leia tudo sobre: MotosDafraKansas 150Riva 150Speed 150Zig 50Zig+Super 50YamahaFactorYBR 125KHondaBiz 100Biz 125BizPop 100PopKasinskiWinWin ElétrikaSoftSoft 50PrimaPrima ElectraPrima Electra 500Prima Electra 2000Moto elétrica

PESQUISE CARROS

RANKING

Veículos mais vendidos - novembro de 2014

Pos. Modelo Vendas
Fiat Palio 15.399
Chevrolet Onix 14.484
Volkswagen Gol 12.024
Fiat Strada 11.435
Ford Ka 10.748
Hyundai HB20 10.688
Fiat Uno 10.473
Volkswagen Saveiro 8.643
Renault Sandero 8.309
10º Chevrolet Prisma 7.657
Veja ranking completo