Chevrolet Trailblazer é o veículo nacional mais caro do Brasil

Sucessora da Blazer custa até R$ 175.450 na versão com motorização turbodiesel

Thiago Vinholes | 14/11/2012 14:10

Chevrolet Trailblazer 2013

A Chevrolet apresentou à imprensa nessa terça-feira (13) a Trailblazer, modelo que chega para suceder a veterana Blazer, que foi descontinuada em 2011. Desenvolvida sob a mesma plataforma da nova picape S-10, o novo SUV da GM é oferecido apenas na versão de acabamento LTZ e duas opções de motorização: 3.6 V6 a gasolina e 2.8 turbodiesel, ambos com câmbio automática sequencial de 6 marchas e tração 4x4.

O modelo V6 tem preço sugerido de R$ 145.450, enquanto a versão diesel custa R$ 175.450, o que faz deste o veículo mais caro fabricado no Brasil.

Os pacotes de itens são iguais para os dois modelos e contém equipamentos como ar-condicionado digital, airbags frontais e de cortina, banco do motorista com ajuste elétrico e central multimídia com porta USB, conexão Bluetooth para celular e navegador GPS. A Trailblazer ainda vem com assentos revestidos em couro, rodas de alumínio aro 18” e dois bancos extras rebatidos no porta-malas.

Motores

O motor turbodiesel aplicado na Trailblazer é o mesmo usado na S-10, no caso o bloco 2.8 CTDI, capaz de gerar 180 cv a 3.800 rpm e torque máximo de 47,9 kgfm a 2.000 rpm. Segundo a divisão nacional da GM, essa configuração permite ao utilitário esportivo acelerar do 0 aos 100 km/h em 10,8 segundos e alcançar até 180 km/h.

Já a variante com propulsor a gasolina não segue a mesma especificação da picape, que é equipada com o bloco quatro cilindros 2.4 flex. O SUV nessa opção é impulsionado pelo motor 3.6 V6 de 239 cv a 6.600 rpm e torque máximo de 33,5 kgfm a 3.200 rpm. Com esse conjunto, de acordo com a montadora, o modelo vai da imobilidade aos 100 km/h em 9,1 segundos e também é atinge 180 km/h de velocidade máxima.

Mercado

A expectativa da Chevrolet é comercializar de 350 a 400 unidades da Trailblazer por mês – o veículo é fabricado na planta da GM em São José dos Campos (SP). Já o mix dos modelos, segundo informou a marca, deve girar em torno de 80% sobre a variante com motor a diesel e o restante para o modelo a gasolina. A fabricante ainda não divulga se lançará opções mais simples do veículo.

Leia tudo sobre: GMChevroletTrailblazerSUV