Honda pode ter carro popular em 2013

Fábrica de Sumaré estaria sendo preparada para produção de modelo compacto

Sueli Osório | 1/8/2012 10:00

Foto: divulgação Veja galeria em tamanho maior

Honda Brio

A semana começou com alguns rumores em relação a um possível compacto que seria produzido na fábrica da Honda em Sumaré (SP). O novo modelo, que estaria no mercado já no ano que vem, teria como base a mesma plataforma do monovolume Fit e do sedã City, a GSC (Global Small Car).

É fato que quase metade da produção do City foi transferida da unidade de Sumaré para a fábrica da Honda na Argentina. Embora a montadora não confirme, o espaço aberto na linha de produção poderia receber o novo modelo. 

A fábrica de automóveis na Argentina faz parte da estratégia da Honda para a América do Sul e, desde o início de sua construção, já era previsto o compartilhamento de produção entre as unidades.

Em entrevista à repórter Ana Paula Machado, do Brasil Econômico, o presidente do sindicato dos metalúrgicos de Campinas e região, Jair dos Santos, afirmou que a montadora já está desenvolvendo o compacto Brio, que deverá ser apresentado no ano que vem e seria mais um concorrente para modelos como Volkswagen Gol e Fiat Palio.

Leia mais: Todos contra o Gol

O compacto a ser produzido na fábrica paulista poderá até ser uma adaptação do Brio, mas dificilmente será exatamente o mesmo modelo comercializado na Índia e Tailândia, que tem 3,61 metros de comprimento e apenas 2,34 metros de distância entre os eixos. Certamente passaria por mudanças para agradar ao consumidor brasileiro, principalmente no visual da traseira e no espaço interno para passageiros e para bagagem, já que acomoda apenas quatro adultos e tem capacidade para175 litros no porta-malas. Talvez a montadora de origem japonesa esteja fazendo com o Brio o mesmo que a Volkswagen faz com o up!, ou seja, estudando como aumentar o espaço para ocupantes e bagageiro para tornar o carro mais apropriado para o mercado brasileiro.

Durante o salão do automóvel de Tóquio em 2011, o presidente mundial da Honda, Takanobu Ito já havia dito que, para vender o carro no Brasil, seria necessário fazer algumas adaptações, já que o tamanho do porta-malas, por exemplo, é um limitador.

Produção

Hoje, a produção diária em Sumaré é de 620 unidades em dois turnos e a expectativa é que o volume alcance 700 carros por dia. Segundo Jair dos Santos, já está em negociação o início do terceiro turno, que ajudaria a comportar a produção do novo modelo.

O compacto da Honda seria o último a chegar entre as três marcas japonesas presentes no País. A Toyota deve lançar o Etios em setembro e a Nissan já comercializa o March, importado do México.

 

Leia tudo sobre: HondaHonda BrioBrioCompactoFábrica de SumaréToyota EtiosNissan MarchVolkswagen GolFiat Palio