Os carros apimentados à venda no Brasil

O que não falta nas lojas são carros com aparência de esportivo. Mas afinal, eles andam mais? Veja nossa classificação

Jair Oliveira | 9/10/2012 10:40

Foto: Divulgação Veja galeria em tamanho maior

Fiat Punto T-Jet

Até os anos 90, o brasileiro estava acostumado a ver versões “apimentadas” de diversos carros rodando nas ruas. Alguns dos mais famosos eram as variantes GTI de Gol e Golf, além do Uno 1.5R e Tempra Turbo. Mas a fraca demanda por esse tipo de automóvel, causada pelo alto preço cobrado por eles, fez com que as montadoras abandonassem esse nicho.

Em 2005, a Fiat percebeu que os brasileiros desejavam carros “picantes” apenas no visual, sem se importar em ter um conjunto mecânico fraco. Tanto que o primeiro modelo com esse conceito lançado pela marca foi a série limitada Stilo Schumacher.

Cores chamativas, spoilers e saias laterais, aerofólio e até teto solar SkyWindow de série eram os diferenciais do “esportivo”. Debaixo do capô, o mesmo propulsor da versão intermediária, o 1.8 16V movido apenas a gasolina. As vendas foram tão boas que a montadora incorporou a série na gama de versões do hatch, mudando apenas o nome para Sporting.

Depois disso, outras "pimentas fraquinhas" foram nascendo no mercado, como o Uno e Palio Sporting, Renault Sandero GT-Line, Toyota Corolla XRS. Por outro lado, alguns esportivos capazes de "queimar a língua",  como o Civic Si, o Punto T-Jet e o Citroën DS3 THP chegaram com desempenho à altura. Mas afinal, quem é quem nesse mercado? Como separar os verdadeiros esportivos dos modelos que apenas insinuam uma suposta esportividade? iG Carros resolveu classificá-los conforme o "índice de ardência". Confira:

Pimenta Jalapeño

Os esportivos dessa "categoria" focam apenas no visual. Spoilers, pedaleiras, adesivos e nomes pomposos são os recursos mais usados. Na prática, não andam nem um décimo de segundo mais rápido que as versões "normais".

Fiat Uno Sporting

Por R$ 33.3240, a versão “apimentada” do hatch de entrada da Fiat, o Uno, possui um visual diferenciado com saias, spoilers, aerofólio, ponteira dupla de escapamento e rodas de liga leve aro 15", além de cores bem chamativas. O interior possui novo acabamento e a suspensão foi retrabalhada e ficou 20 mm mais baixa, mas o conjunto mecânico é o mesmo da versão Way 1.4.

Ford Ka Sport

A pimentinha da Ford é como o italiano, possui apenas cores diferenciadas, faixas decorativas por toda a carroceria (que foram inspiradas no Mustang), rodas de liga leve aro 15” e interior diferenciado. O motor aqui é o 1.6 de 107 cv com álcool  e 102 cv com gasolina que, segundo a marca, dão ao modelo uma das melhores relações peso x potência do mercado. Seu preço começa em R$ 32.550.

Ford Ka Sport
Divulgação

Ford Ka Sport

Nissan March SR

Até o recém-chegado modelo japonês tem sua versão "picante". Mas, como os seus rivais, muda apenas no visual. Possui aerofólio, saias laterais, ponteira de escapamento cromada, faixas decorativas e rodas de liga-leve 15”. De resto, essa variante é praticamente um March SV. A Nissan pede R$ 37.190 por essa pimentinha.

Pimenta Malagueta

Nesse grupo já se vê um trabalho das montadoras para deixá-los mais ariscos. São modificações leves como suspensão mais firme e altura do solo mais baixa, ou então, uma relação de marchas mais curta para dar agilidade. Escapamento mais ruidoso também pode ser um diferencial. Na prática, o dono desse esportivo sentirá um carro mais nervosinho, mas não deve esperar grandes arroubos de performance.

Pelo contrário: em alguns casos, pneus e rodas maiores acabam roubando desempenho já que não há contrapartida em potência e torque. O Vectra GT-X, por exemplo, andava menos que o GT, que era a versão convencional.

Hyundai Veloster

A Hyundai acertou em cheio quando criou o Veloster. O modelo possui um belo design que combina linhas fluídas e agressivas. Destaque para o para-choque traseiro, que abriga um defletor de ar e dupla saída de escapamento central. Ele só não é mais apimentado porque, de acordo com a marca, o motor 1.6 16V possui apenas 140 cv e só pode ser associado à uma transmissão automática de seis velocidades. Seu preço é de R$ 83.000.

Hyundai Veloster
Divulgação

Hyundai Veloster

Fiat Punto Sporting

O Fiat Punto Sporting é um bom exemplo de carro que tem um toque a mais de esportividade. O modelo possui cores chamativas, ponteira de escapamento cromada, rodas de liga aro 16”, faróis com máscara negra e, depois do facelift deste ano, passou a ser a única versão equipada com motor 1.8 16V. A Fiat incrementou o modelo com algumas mudanças, como suspensão mais dura, som mais grave para o escapamento e transmissão com relação mais curta. Mas como tudo tem um preço, a pimenta da Fiat começa em R$ 46.400.

VW Golf GT

Não se enganem, essa pimenta aqui não é a mesma da família GTI. Pelo contrário: diferente da versão com 180 cv que a marca vendeu no País até o início da década de 2000, o Golf GT possui apenas um visual mais apelativo, com faróis e lanternas com máscara negra e leves alterações na suspensão. O motor é o 2.0 de 120 cv com álcool e 116 cv com gasolina e que pode ser associado a dois tipos de transmissão: manual de cinco velocidades e automática Tiptronic de seis marchas. Aqui, a brincadeira começa em R$ 60.910.

Pimenta Habanero

Nesse grupo a coisa fica séria. A esportividade não fica restrita a pequenas alterações mecânicas ou ao visual. Os modelos são apimentados de verdade, porque carregam motores mais potentes e dotados de turbo, equipamentos e sistemas que ajudam a melhorar o desempenho.

Citroën DS3 THP

A Citroën pode até tentar encaixar o DS3 como compacto de luxo, mas o fato é que o modelo tem um lado obscuro e apimentado. Suspensão mais dura, câmbio de seis marchas com relações curtas, rodas de aro 17”, kit de faixas para personalizar a carroceria e, o principal, motor 1.6 turbo de 165 cv. Vale citar um mero detalhe: o hatch é capaz de atingir velocidade máxima de 219 km/h. Os preços começam em R$ 79.900.

Familia T-Jet

De todas as marcas, a Fiat é a que possui um maior número de carros esportivos. Mas dentro dessa categoria existem dois carros que se destacam: Punto e Bravo da família T-Jet. Equipados com motor 1.4 16V Turbo de 152 cv importado da Itália, os dois são os únicos carros realmente esportivos fabricados em solo brasileiro.

Fiat Bravo T-Jet
Divulgação

Fiat Bravo T-Jet

Além do propulsor, ambos se diferenciam de suas versões Sporting por oferecer suspensão mais dura, visual condizente com a proposta e, no caso do hatch médio, câmbio de seis marchas e tecla Over Boost que, quando é acionada, dá um comportamento mais agressivo aumentando a pressão do turbo e endurecendo o volante. Enquanto o Punto T-Jet começa em R$ 55.740, o Bravo esportivo tem preço sugerido de R$ 66.280

PESQUISE CARROS

RANKING

Veículos mais vendidos - março de 2014

Pos. Modelo Vendas
Fiat Strada 13.017
Fiat Palio 12.872
Volkswagen Gol 12.545
Chevrolet Onix 12.244
Fiat Uno 10.275
Ford Fiesta 9.045
Hyundai HB20 8.312
Fiat Siena 7.716
Volkswagen Fox 6.264
10º Renault Sandero 6.006
Veja ranking completo

© Copyright 2000-2013, Internet Group - Portais: iG e iBest

Topo