Os carros apimentados à venda no Brasil

O que não falta nas lojas são carros com aparência de esportivo. Mas afinal, eles andam mais? Veja nossa classificação

Jair Oliveira | 9/10/2012 10:40

Foto: Divulgação Veja galeria em tamanho maior

Fiat Punto T-Jet

Até os anos 90, o brasileiro estava acostumado a ver versões “apimentadas” de diversos carros rodando nas ruas. Alguns dos mais famosos eram as variantes GTI de Gol e Golf, além do Uno 1.5R e Tempra Turbo. Mas a fraca demanda por esse tipo de automóvel, causada pelo alto preço cobrado por eles, fez com que as montadoras abandonassem esse nicho.

Em 2005, a Fiat percebeu que os brasileiros desejavam carros “picantes” apenas no visual, sem se importar em ter um conjunto mecânico fraco. Tanto que o primeiro modelo com esse conceito lançado pela marca foi a série limitada Stilo Schumacher.

Cores chamativas, spoilers e saias laterais, aerofólio e até teto solar SkyWindow de série eram os diferenciais do “esportivo”. Debaixo do capô, o mesmo propulsor da versão intermediária, o 1.8 16V movido apenas a gasolina. As vendas foram tão boas que a montadora incorporou a série na gama de versões do hatch, mudando apenas o nome para Sporting.

Depois disso, outras "pimentas fraquinhas" foram nascendo no mercado, como o Uno e Palio Sporting, Renault Sandero GT-Line, Toyota Corolla XRS. Por outro lado, alguns esportivos capazes de "queimar a língua",  como o Civic Si, o Punto T-Jet e o Citroën DS3 THP chegaram com desempenho à altura. Mas afinal, quem é quem nesse mercado? Como separar os verdadeiros esportivos dos modelos que apenas insinuam uma suposta esportividade? iG Carros resolveu classificá-los conforme o "índice de ardência". Confira:

Pimenta Jalapeño

Os esportivos dessa "categoria" focam apenas no visual. Spoilers, pedaleiras, adesivos e nomes pomposos são os recursos mais usados. Na prática, não andam nem um décimo de segundo mais rápido que as versões "normais".

Fiat Uno Sporting

Por R$ 33.3240, a versão “apimentada” do hatch de entrada da Fiat, o Uno, possui um visual diferenciado com saias, spoilers, aerofólio, ponteira dupla de escapamento e rodas de liga leve aro 15", além de cores bem chamativas. O interior possui novo acabamento e a suspensão foi retrabalhada e ficou 20 mm mais baixa, mas o conjunto mecânico é o mesmo da versão Way 1.4.

Ford Ka Sport

A pimentinha da Ford é como o italiano, possui apenas cores diferenciadas, faixas decorativas por toda a carroceria (que foram inspiradas no Mustang), rodas de liga leve aro 15” e interior diferenciado. O motor aqui é o 1.6 de 107 cv com álcool  e 102 cv com gasolina que, segundo a marca, dão ao modelo uma das melhores relações peso x potência do mercado. Seu preço começa em R$ 32.550.

Ford Ka Sport
Divulgação

Ford Ka Sport

Nissan March SR

Até o recém-chegado modelo japonês tem sua versão "picante". Mas, como os seus rivais, muda apenas no visual. Possui aerofólio, saias laterais, ponteira de escapamento cromada, faixas decorativas e rodas de liga-leve 15”. De resto, essa variante é praticamente um March SV. A Nissan pede R$ 37.190 por essa pimentinha.

Pimenta Malagueta

Nesse grupo já se vê um trabalho das montadoras para deixá-los mais ariscos. São modificações leves como suspensão mais firme e altura do solo mais baixa, ou então, uma relação de marchas mais curta para dar agilidade. Escapamento mais ruidoso também pode ser um diferencial. Na prática, o dono desse esportivo sentirá um carro mais nervosinho, mas não deve esperar grandes arroubos de performance.

Pelo contrário: em alguns casos, pneus e rodas maiores acabam roubando desempenho já que não há contrapartida em potência e torque. O Vectra GT-X, por exemplo, andava menos que o GT, que era a versão convencional.

Hyundai Veloster

A Hyundai acertou em cheio quando criou o Veloster. O modelo possui um belo design que combina linhas fluídas e agressivas. Destaque para o para-choque traseiro, que abriga um defletor de ar e dupla saída de escapamento central. Ele só não é mais apimentado porque, de acordo com a marca, o motor 1.6 16V possui apenas 140 cv e só pode ser associado à uma transmissão automática de seis velocidades. Seu preço é de R$ 83.000.

Hyundai Veloster
Divulgação

Hyundai Veloster

Fiat Punto Sporting

O Fiat Punto Sporting é um bom exemplo de carro que tem um toque a mais de esportividade. O modelo possui cores chamativas, ponteira de escapamento cromada, rodas de liga aro 16”, faróis com máscara negra e, depois do facelift deste ano, passou a ser a única versão equipada com motor 1.8 16V. A Fiat incrementou o modelo com algumas mudanças, como suspensão mais dura, som mais grave para o escapamento e transmissão com relação mais curta. Mas como tudo tem um preço, a pimenta da Fiat começa em R$ 46.400.

VW Golf GT

Não se enganem, essa pimenta aqui não é a mesma da família GTI. Pelo contrário: diferente da versão com 180 cv que a marca vendeu no País até o início da década de 2000, o Golf GT possui apenas um visual mais apelativo, com faróis e lanternas com máscara negra e leves alterações na suspensão. O motor é o 2.0 de 120 cv com álcool e 116 cv com gasolina e que pode ser associado a dois tipos de transmissão: manual de cinco velocidades e automática Tiptronic de seis marchas. Aqui, a brincadeira começa em R$ 60.910.

Pimenta Habanero

Nesse grupo a coisa fica séria. A esportividade não fica restrita a pequenas alterações mecânicas ou ao visual. Os modelos são apimentados de verdade, porque carregam motores mais potentes e dotados de turbo, equipamentos e sistemas que ajudam a melhorar o desempenho.

Citroën DS3 THP

A Citroën pode até tentar encaixar o DS3 como compacto de luxo, mas o fato é que o modelo tem um lado obscuro e apimentado. Suspensão mais dura, câmbio de seis marchas com relações curtas, rodas de aro 17”, kit de faixas para personalizar a carroceria e, o principal, motor 1.6 turbo de 165 cv. Vale citar um mero detalhe: o hatch é capaz de atingir velocidade máxima de 219 km/h. Os preços começam em R$ 79.900.

Familia T-Jet

De todas as marcas, a Fiat é a que possui um maior número de carros esportivos. Mas dentro dessa categoria existem dois carros que se destacam: Punto e Bravo da família T-Jet. Equipados com motor 1.4 16V Turbo de 152 cv importado da Itália, os dois são os únicos carros realmente esportivos fabricados em solo brasileiro.

Fiat Bravo T-Jet
Divulgação

Fiat Bravo T-Jet

Além do propulsor, ambos se diferenciam de suas versões Sporting por oferecer suspensão mais dura, visual condizente com a proposta e, no caso do hatch médio, câmbio de seis marchas e tecla Over Boost que, quando é acionada, dá um comportamento mais agressivo aumentando a pressão do turbo e endurecendo o volante. Enquanto o Punto T-Jet começa em R$ 55.740, o Bravo esportivo tem preço sugerido de R$ 66.280

Leia tudo sobre: FiatUno SportingPunto SportingPunto T-JetBravo T-JetVolkswagenGolf GTCitroënDS3 THPHyundaiVelosterNissanMarch SRFordKa SportEsportivos nacionais