Monza é a nova aposta da Opel

Por Karina Simões |

Com uma nova linguagem de design, o Monza Concept será apresentado em Frankfurt e dará pistas sobre a estratégia da marca para o futuro

Foto: Divulgação
Monza Concept, novo protótipo da Opel
Veja galeria em tamanho maior

Quem não se lembra do Monza? O emblemático automóvel da General Motors, sucesso nos anos 1980, estreou em Frankfurt em 1977. Após 36 anos, a Opel, divisão alemã da GM, resolveu resgatar o nome para batizar seu novo projeto. O Monza Concept retorna ao Salão de Frankfurt, que acontece entre os dias 10 e 22 de setembro na Alemanha, em forma de protótipo e dá pistas da nova linguagem visual e tecnológica da marca.

O conceito é um misto de cupê e perua com silhueta alongada e superfície super lisa, que chama atenção pelos poucos encaixes em seus 4,69 metros de comprimento.

Na parte dianteira, o capô possui um vinco central e os para-lamas são salientes, enquanto a grade traz uma barra cromada com logo da Opel em meio a grandes entradas de ar estilizadas em formato de bumerangue.

Veja mais: GM revela subcompacto Opel Adam

No entanto, o grande destaque visual fica mesmo para as laterais, com duas grandes portas “asa de gaivota” que se abrem para cima, eliminando a coluna "B". O sistema, não só entrega mais sofisticação ao veículo, como também evidencia a amplitude do interior. Uma possível versão de produção do Monza com este sistema de portas, porém, deve ser descartada.

A Opel afirma que apesar da silhueta baixa - com apenas 1,31 metros, 15 centímetros mais baixa do que a de modelos convencionais - o espaço interno para os quatro passageiros não foi prejudicado. Pelo visto, nem o espaço do porta-malas, que oferece capacidade para 500 litros de bagagem.

O esquema de telas individuais no painel (comum nos automóveis em geral) foi substituído por uma superfície única de projeção que vai de porta a porta. O sistema multimídia do novo Monza utiliza a tecnologia "Eu, Você e Todos", que permite ao motorista compartilhar informações sobre a sua trajetória com outros veículos e entrar em contatos com amigos através da internet.

Na parte mecânica, o conceito utiliza o novo motor tricilíndrico 1.0 SIDI Turbo movido a gás natural que pertence à nova geração de motores da Opel - e que também fará a sua estreia no Salão de Frankfurt. No entanto, a GM explica que uma série de motores a diesel e a gasolina podem ser adaptados para uma versão de produção.

“O Monza Concept representa o Opel de amanhã. Por um lado, mantém o que já caracteriza os nossos produtos: precisão alemã conjugada com tecnologias inovadoras. Além disso, foca nos temas que vão orientar o desenvolvimento da próxima geração de modelos da Opel: máxima conectividade e eficiência otimizada”, afirmou o CEO da marca, Karl-Thomas Neumann

Leia tudo sobre: OpelGeneral MotorsMonzaMonza ConceptSalão de Frankfurt