Tamanho do texto

Recheado de tecnologia, conforto e esportividade, o sedã alemão se renova para manter o BMW Série 5 e o Mercedes-Benz Classe E sempre na mira

O LED HD do Audi A6 traz cinco linhas horizontais que formam a assinatura da luz diurna, destacando a dianteira
Divulgação
O LED HD do Audi A6 traz cinco linhas horizontais que formam a assinatura da luz diurna, destacando a dianteira

A Audi apresenta a oitava geração do sedã A6, que será uma das novidades do Salão de Genebra (Suíça), entre 9 e 18 de março.  Na Europa, o carro começa a ser vendido em junho, o que significa que no Brasil vai estrear apenas no início de 2019. A montadora dá destaque ao sistema multimídia, que pode ser customizado por até sete motoristas individualmente, por meio de 400 parâmetros diferentes. Além disso, tem processamento inteligente de perguntas e comandos, com dados armazenados a bordo e um sistema de navegação. Este último recurso conta com função de autoaprendizagem, baseada nas rotas percorridas, o que cria sugestões de pesquisa inteligentes. A orientação do percurso é fornecida online nos servidores, que atualizam sobre a situação do trânsito em toda a região e os perigos na via.

LEIA MAIS: Audi RS7 Performance: Aceleramos o supercarro do Neymar

Seguindo com a tecnologia, o Audi A6 conta com o parking pilot e o garage pilot . Eles manobram o sedã de forma autônoma, dentro e fora de uma vaga de estacionamento ou garagem. O motorista pode sair do carro antes de ativar o comando e monitorar o processo usando o aplicativo myAudi em seu celular. O parking pilot e o garage pilot fazem parte do pacote de assistência ao estacionamento. Outros pacotes incluem: o City, que vem com o cross assist (leitura de tráfego); o Tour , trazendo o controle de cruzeiro adaptativo, que intervém na direção para manter o carro na pista; e o pacote Efficiency Assit , que segundo a Audi, proporciona um estilo eficiente de condução, pois ajuda a prever reações e a ler condições externas.

LEIA MAIS: Audi Q3 nacional ganha motor 1.4 turbo flex e fica com mais apelo

Todos serão híbridos

Todos os motores do novo A6 vêm com tecnologia híbrida. O seu funcionamento acontecerá por meio de uma partida de alternador, que por meio de uma correia, trabalha em conjunto com uma bateria de íons de lítio. Com isso, o sedã pode rodar com o motor desligado entre 55 km/h e 160 km/h. Já a função start-stop é ativada em velocidades até 22 km/h e o motor é religado depois da parada. Além disso, durante a desaceleração, o sistema recupera até 12 kW de energia. Em condições reais, segundo declarações oficiais, a tecnologia reduz o consumo de combustível em até 0,7 litro a cada 100 km rodados.

O motor é um 3.0 TFSI V6, que rende 340 cv e 50 kgfm, capaz de acelerar o sedã de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos. A velocidade máxima é de 250 km/h, limitada eletronicamente. Enquanto isso, o câmbio é o automático S tronic, de dupla embreagem e sete marchas.

LEIA MAIS: Audi A3 Sedan renovado chega com mais força para encarar Corolla, Civic e Cruze

Interior

O interior do novo A6 cresceu em relação ao seu antecessor. Coberto por couro, na cor preta, o carro agora conta com mais espaço para as pernas na traseira, bem como para a cabeça e para os ombros, tanto na dianteira, quanto na traseira também. Além disso, a tampa do porta-malas pode ser aberta eletricamente com um movimento de chute, como no SUV Q5, que vem em um pacote de comodidade e tecnologia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.