O Aston Martin chega aos 362 km/h e gera até 3 Gs de força nas curvas, após aperfeiçoamento da aerodinâmica em relação à versão de rua

Aston Martin Valkyrie: o supercarro de corrida que desafia até os pilotos mais experientes
Divulgação
Aston Martin Valkyrie: o supercarro de corrida que desafia até os pilotos mais experientes

A Aston Martin revela, no Salão de Genebra (Suíça), o Valkyrie Pro, a versão de corridas do hipercarro de tecnologia híbrida. Feito em parceria com a equipe de Fórmula 1 Red Bull Racing, a versão de pista tem o mesmo motor - 6,5 V12, de 1000 cv, com tecnologia da Cosworth e o sistema KERS, que injeta 130 cv adicionais a partir de uma bateria, que coleta energia das frenagens e do movimento das rodas - da versão de rua, entretanto, agora sua velocidade máxima é de 362 km/h, menor que a da versão de rua (402 km/h). Por que isso acontece? O Valkyrie Pro teve sua aerodinâmica tão aperfeiçoada para fazer curvas, que agora é capaz de gerar até 3 Gs de força lateral, porém, a consequência disso é um maior arrasto aerodinâmico, que “freia” o carro em altas velocidades.

LEIA MAIS: McLaren vai mostrar supercarro com sobrenome Senna no Salão de Genebra (Suíça)

Como parte das alterações que fazem do carro um verdadeiro “chiclete” nas curvas, agora conta com carenagem alargada, sistema de escape mais leve, assentos de corrida e fibra de carbono a perder de vista. Além disso, como não é aconselhado pilotar e curtir um som ao mesmo tempo, o carro teve todos os recursos multimídia retirados, bem como o ar condicionado. Tudo isso, e a substituição dos vidros por policarbonato, vêm para enxugar o peso total do Aston Martin para pouco menos de 1000 kg, o que significa que conta com uma relação peso-potência de menos de 1kg por cv. As entregas das únicas 25 unidades que serão produzidas começarão em 2020, segundo a montadora.

LEIA MAIS: Jaguar revela o SUV elétrico I-Pace, e põe o Tesla Model X para correr, em vídeo

Quem será confrontado

Ferrari para uso exclusivo em pistas de corrida, que reúne todo o potencial tecnológico de alto desempenho
Divulgação
Ferrari para uso exclusivo em pistas de corrida, que reúne todo o potencial tecnológico de alto desempenho

A Aston Martin criou o monstro híbrido de 1130 cv para confrontar a Ferrari FXX-K Evo, a besta italiana, também híbrida, de 1050 cv. Trata-se de um corredor nato e que representa o máximo potencial da Ferrari em tecnologia e desenvolvimento para as pistas, tomando como base o hiperesportivo de rua LaFerrari. A FXX-K Evo teve a sua aerodinâmica aprimorada em 23% em relação à sua antecessora (a FXX-K) e 75% em relação à versão de rua LaFerrari.

LEIA MAIS: Ferrari mostra supercarro FXX-K Evo, com mais de 1.000 cavalos de potência

Os ganhos absurdos no campo da aerodinâmica fazem o carro de pista quase se equiparar aos modelos GT de corrida da Ferrari, gerando incríveis 830 kg de pressão aerodinâmica adicionais, quando o carro atinge velocidade máxima,  o que ajuda a estar sempre grudado na pista, inclusive nas curvas. Esperamos pelo dia em que essa insanidade se colocará lado a lado com o Aston Martin Valkyrie Pro para um tira-teima.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.