Reestilizado, Ford EcoSport estreia motor 1.5 tricilíndrico e novo design. Confira as primeiras informações do SUV compacto Ford EcoSport

Ex-líder do segmento, o Ford EcoSport renovado irá enfrentar concorrentes muito fortes em 2017.
André Jalonetsky/iG Carros
Ex-líder do segmento, o Ford EcoSport renovado irá enfrentar concorrentes muito fortes em 2017.

Ausência no Salão do Automóvel de São Paulo de 2016, o Ford EcoSport reestilizado aparece novamente nos EUA, no estande da marca no Salão de Detroit (EUA). A reportagem de iG Carros conversou com os executivos da empresa, que confirmaram a estreia do SUV compacto renovado para meados deste ano no Brasil, com o novo motor 1.5 Dragon, de três cilindros, no lugar do atual 1.6 Sigma de quatro.

LEIA MAIS:  Ford EcoSport renovado é apresentado em Los Angeles. Chega ao Brasil em 2017

A Ford mostrou o novo EcoSport pela primeira vez em novembro, no Salão de Los Angeles. Isso porque o foco deles é despertar o interesse dos norte-americanos pelo utilitário. Será vendido por lá pela primeira vez neste ano, a partir de outubro (a previsão inicial era 2018). Má notícia para a Ford Brasil: o EcoSport que irá aos EUA será produzido na Tailândia, impedindo qualquer plano de exportação do modelo feito em Camaçari (BA).

Ao contrário da versão oferecida mundialmente, o EcoSport nacional irá manter o estepe pendurado no porta-malas.
André Jalonetsky/iG Carros
Ao contrário da versão oferecida mundialmente, o EcoSport nacional irá manter o estepe pendurado no porta-malas.

E o que muda no novo EcoSport? Para começar, vamos falar o que todo mundo queria que mudasse, mas não irá: O estepe continua pendurado na tampa traseira. Não há espaço para colocá-lo dentro do porta-malas (mesmo embaixo do assoalho) e não irão utilizar a solução do resto do mundo, de usar um kit de reparação do pneu. Só deve mudar na próxima geração, quando desenvolverem o SUV de forma que possa ter o estepe guardado.

LEIA MAIS: Conheça 5 SUVs seminovos que podem ser encontrados por até R$ 45 mil

Seu novo design é inspirado no Kuga, a versão SUV do Focus. A grade frontal ficou menor, sem chegar até o para-choque e separada dos faróis. As luzes de neblina ficam mais altas e com outro formato. O logo fica no meio da grade frontal, eliminando a pequena entrada de ar do capô que ligava os faróis. A traseira não mudou – a única diferença para o modelo gringo é justamente a ausência do estepe.

Solucionando problemas

Ford EcoSport 2018. Foto: Divulgação/FordFord EcoSport 2018. Foto: Divulgação/FordFord EcoSport 2018. Foto: Divulgação/FordFord EcoSport 2018. Foto: Divulgação/FordFord EcoSport 2018. Foto: Divulgação/FordFord EcoSport 2018. Foto: Divulgação/FordFord EcoSport 2018. Foto: Divulgação/FordFord EcoSport 2018. Foto: Divulgação/FordFord EcoSport 2018. Foto: Divulgação/FordFord EcoSport 2018. Foto: Divulgação/Ford

A maior crítica sobre o Ford EcoSport atual é o interior, que envelheceu rápido demais diante os concorrentes como Honda HR-V e Jeep Renegade. Resolveram isso com a versão reestilizada, com novo desenho. Esqueça a central multimídia Sync 1, com aquela telinha azul. No seu lugar, está uma tela sensível ao toque que salta para fora do painel, da mesma forma que a Mercedes-Benz faz, e com o novo sistema Sync 3. O painel de instrumentos foi substituído, com o mesmo padrão usado no Focus.

LEIA MAIS: Veja 5 lançamentos de carros em 2017 que valem a pena esperar

Com os concorrentes cada vez mais econômicos, a Ford trabalhou em um novo motor, o 1.5 Dragon. É um tricilindrico que deve gerar cerca de 130 cv e mais de 15 kgfm de torque, valor muito próximo do 1.6 Sigma de entrada. A versão mais cara seguirá com o 2.0 Duratec de 147 cv e 19,6 kgfm de torque, com a opção de câmbio manual de cinco marchas ou automatizado PowerShift de seis velocidades.

Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.