Oitava geração do Toyota Camry terá versões 3.5 V6, 2.5 e híbrida. Confira tudo o que mudou no novo sedã apresentado no Salão de Detroit, nos EUA

Em sua oitava geração, o Toyota Camry muda completamente para conquistar o público com mais esportividade.
Divulgação/Newspress
Em sua oitava geração, o Toyota Camry muda completamente para conquistar o público com mais esportividade.

Lembra do Toyota Camry? O sedã grande da marca japonesa está esquecido no Brasil, mas é campeão de vendas nos Estados Unidos. Por isso, a apresentação da oitava geração no Salão de Detroit (EUA) era muito aguardada. Porém, ninguém esperava pelo que foi mostrado. O Camry mudou completamente, com um design muito mais agressivo e esportivo – atributo que não fica só na aparência, com os novos motores.

LEIA MAIS:  Toyota Corolla pode ganhar novo motor feito pela BMW

A fabricante diz que o novo Toyota Camry foi desenvolvido para ser mais “atlético e divertido de dirigir” do que todas as outras gerações. Foi fabricado sobre a nova plataforma Toyota New Global Architecture (TNGA), que estreou no híbrido Prius e também serve de base para o C-HR, o utilitário compacto que chega ao Brasil em 2018. No momento, a marca não confirma a vinda do novo Camry para cá. Atualmente, o modelo é vendido em versão única, por R$ 180.370.

Toyota Camry
Divulgação/Toyota
Toyota Camry

Olhe para os dois carros da foto acima. Pois é, o novo Camry tem dois designs diferentes. O modelo vermelho mostra as linhas de todas as versões normais. Repare no formato da grade com o logo da marca, bem semelhante ao estilo do Etios reestilizado no Brasil, formando um V alinhado com os faróis (mas sem encostar neles). Nessas configurações, o para-choque é formado por outra grade com o mesmo formato que a Lexus utiliza em seus veículos, com algumas diferenças, como o acabamento fosco e a peça plástica que forma uma espécie de “H” por cima. O para-choque tem entradas de ar nas laterais.

A versão na cor prata da foto é o Camry Hybrid. As diferenças para o modelo convencional estão concentradas na frente do sedã. A grade em V do capô é levemente mais larga e longa, alcançando os faróis. O para-choque dianteiro é formado quase que exclusivamente por uma enorme grade, sem espaço para faróis de neblina.

LEIA MAIS: Novo SUV compacto da Toyota é visto rodando sem disfarces no Japão

Ficou consideravelmente mais longo. Ganhou 50 milímetros de entre-eixos, elevando o comprimento total para 4,859 metros, aumentando o espaço interno. A Toyota diz que o interior foi desenhado pensando no motorista, com todas as informações voltadas para ele. Destaque para o painel central, combinando o acabamento black piano com os botões, para dar a impressão de que toda a superfície é sensível ao toque.

Esportivo de verdade?

Toyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: André Jalonetsky/iG CarrosToyota Camry. Foto: Divugalão/ToyotaToyota Camry. Foto: Divugalão/ToyotaToyota Camry. Foto: Divugalão/ToyotaToyota Camry. Foto: Divugalão/ToyotaToyota Camry. Foto: Divugalão/ToyotaToyota Camry. Foto: Divugalão/ToyotaToyota Camry. Foto: Divugalão/Toyota

A Toyota promete que o Camry agora tem uma veia mais esportiva, embora não tenha divulgado nenhum dado de desempenho. Terá três opções de motorização. Começa com o 2.5 Dynamic Force Engine de quatro cilindros, criado especialmente para os carros com a plataforma TNGA. Com tecnologia de ponta, consegue atingir eficiência térmica de 40%. É combinado ao novo câmbio automático, de oito marchas, com uma solução no conversor de torque para ter o mesmo desempenho que um automatizado de dupla embreagem.

LEIA MAIS: Toyota Prius mostra que os híbridos podem conquistar o Brasil

A segunda opção é o sistema híbrido que reaproveita o mesmo motor 2.5 DFE, combinado a um motor elétrico. Usa câmbio automático CVT que, assim como no Corolla, simula seis marchas e conta com uma função Sport. É possível até fazer trocas manuais através de borboletas atrás do volante. A Toyota promete que essa versão terá um rendimento semelhante ao do Prius. A configuração topo de linha usa o novo 3.5 V6.

O novo Toyota Camry vem bem equipado desde a versão de entrada. Conta, de série, com sistema pré-colisão com detecção de pedestre, controle de cruzeiro dinâmico, alerta de saída de faixa com assistente de direção, faróis altos automáticos, dez airbags, controle eletrônico de estabilidade e tração e câmera de ré. Algumas configurações recebem detector de ponto cego com alerta de tráfego traseiro.