Tamanho do texto

O GT-R é daquelas máquinas que só melhora com o tempo. Suas 6 gerações estão expostas no Salão de Nova Iorque

Se você gosta de cheiro de gasolina, corridas de rua proibidas e de tunar carros que não precisam ser tunados, você vai curtir de montão essa materia. veja a evolução do Nissan GT-R, desde 1969 até hoje.   

1969 - C10 NISSAN SKYLINE 2000GT-R

Nissan GT-R,  a História
Divulgação
Nissan GT-R, a História

Esse é o bicho original, o que deu início a essa raça brava. O acabamento era meio do tipo “parafuso-aparente”, mas o carro era o canhão daquela época. Seu motor, um 6 cilindros em linha com 24 válvulas de 2 litros, era ligado a uma transmissão manual de 5 velocidades. Os 160 cavalos produzidos, levavam o carro de 0 a 100 km/h em 7,8 segundos com máxima de 200 km/h. Apenas 1.945 2000GT-R  foram produzidos. No Japão, eram conhecidos pelo nome: “ Hakosuka ”, Hako significa quadrado e Suka se refere a ao horizonte. Muito observadores esses japoneses.

1973 - C110 NISSAN SKYLINE 2000GT-R

Nissan GT-R,  a História
Divulgação
Nissan GT-R, a História

A segunda geração do GT-R já mostrava mais refinamento na construção, com linhas mais aerodinâmicas e com a introdução de alguns itens de tecnologia como os freios a disco nas quatro rodas. Com isso o carro ficou 20 kg mais pesado e isso criou um problema, pois seu motor era o mesmo 6 cilindros e 2 litros do GT-R anterior. O resultado foi a redução da velocidade máxima para 195 km/h e o aumento do 0 a 100 km/h para 8,5 segundos. O motivo do uso do mesmo motor foi a crise do petróleo, que no início dos 70 fez com que planos para grandes motores fossem arquivados. Apenas 197 C110 foram produzidos.

1989 - R32 NISSAN SKYLINE GT-R

Nissan GT-R,  a História
Divulgação
Nissan GT-R, a História

A terceira geração do GT-R ganhou um apelido bem sugestivo: Godzilla ! Ele não perdeu nenhuma corrida em todas as provas que participou do Campeonato Japonês. O R32 trazia um competente e poderoso motor bi-turbo de 6 cilindros em linha com 2,6 litros que produzia 320 cavalos (oficialmente 276 cv). Levando o Godzilla de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e a máxima de 249 km/h, com uma transmissão manual de 5 velocidades. Vários avanços tecnológicos estavam presentes neste GT-4 como o sofisticado controle eletrônico de tração nas 4 rodas e o separador de torque entre as rodas dianteiras e traseiras, tudo para manter os 4 pneus mordendo o asfalto da maneira mais eficiente possível.

1995 - R33 NISSAN SKYLINE GT-R

Nissan GT-R,  a História
Divulgação
Nissan GT-R, a História

O R33 representa a quarta geração dos GT-Rs . Seu visual é bastante parecido com o R32 . O motor e cambio também são basicamente os mesmos: um bi-turbo de 6 cilindros em linha com 2,6 litros com 320 cavalos, acoplado a transmissão manual de 5 marchas. A diferença marcante foi o aumento de 100 kg de peso para 1.540 kg, com impacto direto no desempenho do carro: 0 a 100 km/h em 4,9 segundos e máxima mantida igual a do R32 em 249 km/h. Com este  R33 nasceu a NISMO , a divisão de corridas e performance da Nissan .

1999 - R34 NISSAN SKYLINE GT-R

Nissan GT-R,  a História
Divulgação
Nissan GT-R, a História

O DNA de design do R34 , assim como seu motor bi-turbo de 6 cilindros. vem dos seus dois predecessores, o R33 e o R32 . A Nissan decidiu encurtar sua carroceria após intensos testes de aerodinâmica e o resultado pode ser vistos nas linhas mais fluidas que o este GT-R  possui em relação as duas gerações anteriores. Uma das suas principais inovações foi o display multi-função de 5,8 polegadas no centro do painel que apresentava várias leituras dinâmicas do motor e do carro.

2007 a 2017 NISSAN GT-R

Missan GT-R, a História
Divulgação
Missan GT-R, a História

O GT-R como o conhecemos hoje, foi o responsável pelo lançamento da sexta geração em 2007 e deixou de usar o nome “ Skyline ”. Apesar de ter mantido algumas características de seus antecessores como como a tração nas quatro rodas e o motor bi-turbo de 6 cilindros o novo GT-R quebrou a sequencia de evolução do carro e fez uma verdadeira revolução tecnologica e de e design. O visual mudou radicalmente, o motor e o sistema de tração, freios, cambio, suspensão foram totalmente mudados em 2007, assim como inúmeros assistentes eletrônicos. O modelo de 2017 possui um motor bi-turbo de 6 cilindros em linha com 3,8 litros produz 573 cavalos, fazendo de 0 a 100 km/h em 2,7 segundos e máxima estimada de 365 km/h através de um cambio sequencial de 6 velocidades. 


Matérias relacionadas:

1) Nissan GT-R fica mais potente e com visual renovado no Salão de Nova Iorque

2) Os 10 carros mais irados do Salão de Nova York

3) Confira as novidades do Salão de Nova York