Mesmo sem Ferrari, Lamborghini, Maserati, entre outras marcas, evento terá alguns superesportivos para os que curtem o mundo automotivo

Apesar dos tempos de crise, o Salão do Automóvel não poderia estar completo sem os chamativos supercarros. Em edições passadas já roubaram a cena sob a luz dos holofotes modelos como Ferrari F40 , Pagani Zonda e Porsche 918 Spyder . Agora, sem Ferrari, Lamborghini , Maserati, entre outras marcas, o evento terá poucas novidades no terreno dos superesportivos, mas sobraram alguns que devem continuar atraindo bastante em gente em volta. Confira abaixo quais serão eles.

Audi R8

Audi R8 2017
Divulgação
Audi R8 2017

 Vai ser a grande estrela da marca alemã no Salão do Automóvel. No Brasil, será oferecido em versão única Plus, com motor 5.2 V10 de 610 cv e 57,1 kgfm de torque , em conjunto com o câmbio S tronic de dupla embreagem e sete marchas. É o suficiente para levá-lo de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos e continuar correndo até os 330 km/h.

LEIA MAIS: Ultima Evolution: supercarro faz de 0 a 100 km/h em insanos 2,3 segundos

Segundo a marca, as novas tecnologias reduziram o consumo para 8,5 km/l, uma melhora de 10% em relação ao  R8  anterior. Bom também é que o sofisticado sistema multimídia agora está preparado para mostrar o conteúdo do telefone celular direto no mostrador TFT no painel, que pode ser configurado de acordo com o gosto do freguês. 

Ford GT

Ford GT
Divulgação
Ford GT

 Junto com a picape esportiva Raptor , o supercarro servirá de vitrine para os motores EcoBoost da  Ford, sem a minima chance de ser vendido por aqui. Assim como o primeiro  Ford GT , este novo modelo também busca inspiração na lenda do automobilismo da década de 1960, o  GT40 . Além dos avanços aerodinâmicos, o novo  GT  também faz uso extensivo de materiais leves e avançados em sua construção, como alumínio e fibra de carbono.

LEIA MAIS:  Supercarros são destruídos em menos de 24 horas. Veja alguns exemplos

Já o motor escolhido é a versão mais potente já construída da linha EcoBoost, que combina turbo com injeção direta. São mais de 600 cv extraídos de um motor 3.5 V6. De acordo com a  Ford, o motor já foi testado em competições nos Estados Unidos  além de vencido a edicão 2016 das 24 Horas de Le Mans, na categoria LMGTE Pro, com um minuto de diferença sobre o  Ferrari 488 GTE  da Risi Competizione. 

Porsche Panamera

Porsche Panamera Turbo 2017
Divulgação
Porsche Panamera Turbo 2017

 A nova geração do grande esportivo passa a ser fabricada sobre a nova plataforma MSB e com mais dispostos motores V6 e V8, entre os quais do 4.0 turbo. Além disso, passa a ter menor peso, o que ajuda não apenas no desempenho, mas também no consumo de combustível. Existe também a versão híbrida, de 462 cv, potência para acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4,6 segundos e atingir 278 km/h.

 No interior, o ambiente ficou mais tecnológico com o novo sistema multimídia e com o quadro de instrumentos digital, que pode ser configurado de acordo com o gosto do freguês. Bom também é que há menos botões, o que contribui com a ergonomia. No Brasil, conforme apurou a reportagem de iG Carros ,  carro será vendido a partir do início de 2017 nas versões  Turbo e 4S. Há também planos de oferecer o 4-E Hybrid até o fim do ano que vem. Os preços ainda não foram definidos.   

Nissan GT-R

Único exemplar do Nissan GT-R importado oficialmente para o Brasil está na concessionária Carrera, em São Paulo
Carlos Guimarães/iG
Único exemplar do Nissan GT-R importado oficialmente para o Brasil está na concessionária Carrera, em São Paulo

 Já vendido no Brasil oficialmente, sob encomenda, o cupê superesportivo é cheio de detalhes e serve como carro de imagem da marca, além de um símbolo de ousadia e vitrine tecnológica. Agora com 572 cavalos brutais 65 kgfm de torque a 5.800 rpm, o motor funciona em conjunto com câmbio de seis marchas, com dupla embreagem e hastes para trocas no volante. E toda força do V6 biturbo é transmitida para as quatro rodas, que conta com um sofisticado sistema de controle de tração.

LEIA MAIS:  Nissan GT-R chega ao Brasil, vendido apenas sob encomenda

Assim com o câmbio, a suspensão também foi projetada minuciosamente e conta com amortecedores ajustáveis da marca alemã Bilstein. Pelos números da fabricante, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em meros 2,7 segundos, com máxima de 315 km/h. Se tiver bancos pretos, o GT-R sai por R$ 900 mil.

Jaguar F-Type SVR

Jaguar SVR
Divulgação
Jaguar SVR

 A versão mais potente do cupê atngiu o nível de superesportivo com o motor V8 5.0, sobrealimentado, que rende 575 cv e 71,4 kgfm de torque, números par air de 0 a 100 km/h em meros 3,7 segundos e atingir 322 km/h. Trata-se do primeiro carro da marca inglesa a ser desenvolvido pela SVR .

 Entre outros detalhes, destacam-se itens como o sistema de escape de titânio e câmbio automático ZF de oito marchas que funciona com tração integral. O supercarro já está com a chegada ao Brasil confirmada, mas os preços e a data da entrega das primeiras unidades são detalhes que ainda vão ser divulgados pela fabricante.   

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.