Importadora leva Tesla Model S para estande especial no Salão de São Paulo, enquanto não inaugura concessionária na cidade

O sedã elétrico Tesla Model S será vendido no Brasil por uma importadora independente, com uma concessionária em São Paulo.
Divulgação/Tesla
O sedã elétrico Tesla Model S será vendido no Brasil por uma importadora independente, com uma concessionária em São Paulo.

Uma das surpresas do Salão do Automóvel de São Paulo deste ano, que abre as portas no dia 10 de novembro, será a presença do Tesla Model S. O sedã elétrico será exposto no evento dentro do Espaço Sonhos, uma área composta com veículos icônicos que a organização define como “objeto de desejo dos apaixonados por automóveis”. A presença do Model S antecipa o início de sua venda no Brasil de forma independente.

LEIA MAIS: Tesla prepara SUV, picape e até ônibus

A empresa responsável pelo Tesla Model S que estará no Salão é a Elektra Motors empresa que trabalha com geradores de energia sustentáveis e, em breve, com a importação e venda dos carros da Tesla no Brasil. Estão montando uma concessionária na Avenida Europa, importante via de São Paulo que é conhecida por ser a casa de várias lojas de automóveis de luxo, como Lamborghini e Ferrari .

A futura concessionária da Elektra Motors em São Paulo, na Avenida Europa, irá vender o Tesla Model S.
Reprodução/Elektra Motors
A futura concessionária da Elektra Motors em São Paulo, na Avenida Europa, irá vender o Tesla Model S.

Apaixonado por carros, Elon Musk fez questão que os carros de sua marca tivessem um desempenho tão bom quanto dos veículos a combustão. O modelo que será apresentado é o S70D, que utiliza dois motores elétricos, cada um posicionado sobre um dos eixos, e que geram um total de 514 cv. É capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em cerca de 5,4 segundos, com autonomia de 402 km ao rodar constantemente a 105 km/h.

LEIA MAIS: Carro autônomo causa primeiro acidente fatal nos Estados Unidos

Nesta versão, o Tesla Model S conta com tração nas quatro rodas e o polêmico sistema Autopilot de condução semiautônoma (que causou o acidente de um motorista nos EUA no início do ano). No painel central está a gigantesca tela sensível ao toque de 17 polegadas, com navegação por GPS, rádio pela internet e controle por voz. Tem até um modo que protege os ocupantes de ataques de armas bioquímicas.

Model 3 no Brasil

Em abril, a Tesla revelou o Model 3 , veículo de entrada da empresa que pode ser encomendado pelo site da marca. Na forma de um sedã, tem autonomia de 346 km e acelera de 0 a 100 km/h em menos de seis segundos. Com a nova tecnologia de supercarregadores usada nos EUA, é capaz de abastecer 80% de suas baterias em 30 minutos. Pelo Twitter, Elon Musk confirmou que irão entregar unidades para clientes no Brasil.

Com a chegada do Tesla Model S e, em 2018, do Model 3, o Brasil começa a ter mais opções de veículos elétricos. Atualmente, o único carro dessa modalidade à venda é o BMW i3 , por R$ 169.990. Algumas marcas ensaiaram trazer outros automóveis ao País. A Nissan disponibilizou algumas unidades do Leaf para taxistas no Rio, enquanto a Renault forneceu o Zoe, Twizy, Fluence e Kangoo para empresas e a prefeitura de Curitiba (PR).

LEIA MAIS: Como é a vida dirigindo um BMW i3 no Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.