Produzido em Jacareí (SP), SUV Chery Tiggo 2 deverá custar cerca de R$ 50 mil. Conheça o SUV e os próximos lançamentos da marca no evento em SP

Conhecido como Tiggo 3X, o Chery Tiggo 2 será produzido no Brasil e chega às lojas no primeiro semestre de 2017
Reprodução/Chinamobil.ru
Conhecido como Tiggo 3X, o Chery Tiggo 2 será produzido no Brasil e chega às lojas no primeiro semestre de 2017

O carro chinês que mais vende no Brasil é o Lifan X60 , um utilitário. Isso mostra a força que o segmento tem e fez com que a Chery adiantasse seus planos, iniciando a produção do novo Tiggo em Jacareí (SP). Batizado como Chery Tiggo 2 , o SUV compacto será apresentado pela primeira vez ao público no Salão do Automóvel, entre os dias 10 e 20 de novembro, com previsão de chegar às concessionárias apenas no primeiro semestre de 2017.

LEIA MAIS: Novo Chery QQ começa a chegar às lojas a partir de R$ 29.990

Conhecido como Tiggo 3X na China, o Chery Tiggo 2 será o terceiro carro da marca chinesa a ser produzido no Brasil. A fábrica começou a operar no início de 2015, montando o Celer nas carrocerias hatchback e sedã. Recentemente, começaram a fabricar o subcompacto New QQ , modelo que deveria ter virado nacional no ano passado e que até então chegava ao país importado do oriente.

Feito com a mesma arquitetura que o Celer, o Tiggo 2 mede 4,20 metros de comprimento. Ainda não revelaram qual será o motor que irá mover o utilitário. Na China, ele utiliza o 1.2 turbo de 150 cv, mas o mais provável é que usem o mesmo 1.5 flex do Celer , de 108 cv e 14 kgfm de torque. Outra dúvida é a transmissão, já que o modelo do exterior tem a opção da caixa CVT. Se forem segurar os gastos, teria apenas o câmbio manual de cinco marchas.

LEIA MAIS: Chery mostra teaser do novo SUV Tiggo 7

Um dos diferenciais do Chery Tiggo 2 será seu design, que mostra a evolução da marca neste quesito. A grade segue o novo estilo da marca e está integrada aos faróis. Como os chineses adoram uma peça cromada, encontramos essa pintura até nos detalhes em volta das luzes de neblina no para-choque dianteiro. A traseira é igual a do Celer , se diferenciando apenas por pelo detalhe cromado (mais um) que atravessa a tampa do porta-malas.

Seguirá a velha estratégia dos carros chineses, atraindo pelo preço. O esperado é que custe cerca de R$ 50 mil, brigando na faixa de preço dos hatchbacks aventureiros, como Chevrolet Onix Activ , Hyundai HB20X e Renault Sandero Stepway . Dessa forma, fica com o argumento de ser maior do que os compactos e mais em conta do que um utilitário como Renault Duster e Ford EcoSport.

Tem sedã médio também

O sedã médio Arrizo 5 virá importado e ainda não tem data para chegar. Ainda assim, estará no estande da Chery no Salão do Automóvel de São Paulo.
Divulgação/Chery
O sedã médio Arrizo 5 virá importado e ainda não tem data para chegar. Ainda assim, estará no estande da Chery no Salão do Automóvel de São Paulo.

Com o Chery Tiggo 2 já encaminhado, a marca volta os olhos para o segmento dos sedãs médios. Seu competidor será o Arrizo 5 , modelo lançado em março deste ano na China e que está vendendo muito bem. Mede 4,57 metros de comprimento e tem um porta-malas com capacidade para 420 litros. Mesmo que chegue ao país com um preço na casa dos R$ 70 mil, será difícil bater a concorrência se usar o mesmo motor do oriente: um 1.5 de 115 cv e 14,4 kgfm de torque.

LEIA MAIS:  Chery Tiggo 3X é apresentado no Salão de Pequim, na China

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.