O Salão do Automóvel tem poucos, mas importantes lançamentos para o Brasil. Saiba detalhes das cinco principais novidades no evento

Depois de um ano cheio de lançamentos, sobrou pouca coisa para o Salão do Automóvel de São Paulo. Ainda assim, entre alguns conceitos e versões de carros que já conhecemos, tivemos bons anúncios de modelos inéditos para o Brasil, muitos deles com previsão de chegar às concessionárias até meados de 2017. Então, confira a seguir quais são os cinco lançamentos mais importantes do Salão do Automóvel de 2016.

LEIA MAIS:  Veja 10 beldades e os carros mais chamativos do Salão do Automóvel 2016

Chevrolet Tracker

Além do novo design, o Chevrolet Tracker ganhou motor 1.4 turbo de 153 cv.
Carlos Guimarães/ iG
Além do novo design, o Chevrolet Tracker ganhou motor 1.4 turbo de 153 cv.

Um dos dois lançamentos da General Motors no evento foi o Chevrolet Tracker , versão reestilizada do SUV compacto importado do México. Vale a pena ficar de olho no modelo renovado. Além do novo design, mais alinhado com a linguagem de design iniciada pelo Cruze , também ganhou o motor 1.4 turbo, de 153 cv da segunda geração do sedã. A nova motorização irá ajudar o utilitário a ser mais ágil e econômico, tornando-se uma opção interessante no segmento – isso se a GM não aumentar demais o preço.

Ford Mustang

A Ford confirmou a chegada do Mustang no Brasil, para fazer frente ao Chevrolet Camaro.
Nicolas Tavares/iG Carros
A Ford confirmou a chegada do Mustang no Brasil, para fazer frente ao Chevrolet Camaro.

Sim, o Ford Mustang finalmente será vendido no Brasil, depois de anos de espera. O grande anúncio da Ford para o Salão do Automóvel deste ano, o cupê esportivo começará a ser vendido no final de 2017, para ser entregue aos clientes em 2018. Esperamos que nada mude até lá. Não falaram sobre versões, mas o esperado é que sigam a estratégia da GM , oferecendo apenas a configuração com motor 5.0 V8 de 441 cv, tanto na versão cupè quanto no conversível.

LEIA MAIS:  Confira a página especial do Salão do Automóvel 2016

Honda WR-V

Com jeitão de Fit aventureiro, o Honda WR-V foi um dos grandes lançamentos do Salão do Automóvel.
Nicolas Tavares/iG Carros
Com jeitão de Fit aventureiro, o Honda WR-V foi um dos grandes lançamentos do Salão do Automóvel.

Quer um HR-V mas falta grana para isso? Tudo bem, a Honda apresentou o WR-V , um dos lançamentos mais esperados do Salão do Automóvel. Embora a marca trate-o como um SUV compacto, o que vimos no evento parece mais um Fit aventureiro (da mesma forma que o finado Fit Twist ). Não é para pouco, já que todo o design é semelhante, além de usar a mesma plataforma. A mecânica é um segredo. Apostamos no mesmo motor 1.5 de 116 cv e câmbio CVT, custando algo na faixa dos R$ 60 mil.

Hyundai Creta

O Hyundai Creta chega às lojas em janeiro de 2017, com motores 1.6 e 2.0.
Nicolas Tavares/iG Carros
O Hyundai Creta chega às lojas em janeiro de 2017, com motores 1.6 e 2.0.

Aguardado há anos, o Hyundai Creta será o competidor de verdade da marca coreana no segmento dos SUVs compactos. Enquanto o ancião Tucson de primeira geração continuará sendo vendido como uma opção de entrada, o Creta irá bater de frente com Honda HR-V e Jeep Renegade , no degrau mais acima. Será produzido na fábrica em Piracicaba (SP) e chega às lojas em janeiro de 2017, em versões com motor 1.6 de 130 cv e 2.0 de 166 cv. Deve partir de R$ 70 mil.

LEIA MAIS: Fomos ao novo local do Salão do Automóvel 2016. Saiba detalhes 

Renault Captur

Com a mesma plataforma e motores 1.6 e 2.0 do Duster, o Renault Captur será a opção premium da marca para os SUVs compactos.
Nicolas Tavares/iG Carros
Com a mesma plataforma e motores 1.6 e 2.0 do Duster, o Renault Captur será a opção premium da marca para os SUVs compactos.

A Renault também quer competir com os SUVs compactos mais caros. Ao invés de subir o Duster , decidiram deixá-lo na faixa de preço mais baixa e produzir o Captur , modelo com pegada mais premium. A fabricação em São José dos Pinhais (PR) já começou e o lançamento está previsto para fevereiro de 2017. Vai trabalhar com duas opções de motor, o 1.6 e 2.0, da mesma forma que o Duster , com câmbio CVT para o modelo topo de linha. Assim como os rivais, terá preços na casa dos R$ 70 mil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.