Novo SUV vai ser uma das novidades do Salão do Automóvel, em São Paulo, entre 10 e 20 de novembro

Toyota CH-R, novo crossover, é fotografado nas ruas do Japão antes de chegar às lojas
Reprodução/MagX
Toyota CH-R, novo crossover, é fotografado nas ruas do Japão antes de chegar às lojas

A primeira imagem do novo SUV Toyota CH-R nas ruas é publicada pelo site japonês Mag X.  A unidade flagrada, sem disfarces, apenas com os logos de identificação cobertos por fitas adesivas, mostra que a versão que será produzida em série terá mesmo o visual arrojado do protótipo apresentado no Salão de Frankfurt (Alemanha), em setembro do ano passado. 

 No Japão, o CH-R, novo SUV da Toyota  ,vai começar a ser vendido apenas a partir do dia 14 de dezembro. Logo em seguida, estreia no Reino Unido. E no mercado norte-americano (Estados Unidos e Canadá) apenas no segundo semestre do ano que vem.

LEIA MAIS: Toyota mostra Prius Prime, que faz 71,4 km/l

Feito sobre a nova plataforma TGNA (Toyota Global New Architecture), o CH-R está confirmado como uma das atrações que serão apresentada no próximo Salão do Automóvel, em São Paulo, entre os dias 10 e 20 de novembro. Aliás, o novo modelo é um sério canditato a ser vendido no Brasil para brigar com Honda HR-V, Jeep Renegade e companhia.

As chances do CH-R vir até a ser fabricado em São Bernardo do Campo (SP) aumentaram ainda mais depois da notícia da inauguração de um centro de pesquisa e desenvolvimento na unidade de produção paulista, que pasa a contar com um estúdio de design e produto, algo inédito na América Latina. 

Com isso, conforme o presidente da Toyota do Brasil, Koji Kondo, a partir de agora será possível sera possível desenvolver novos projetos para o mercado brasileiro, mas sem citar quais serão eles. Entre os mais cotados, de acordo com o que vem sendo divulgado pela imprensa especializada, destacam-se o híbrido  Prius  e o crossover CH-R, que tem porte de crossover compacto, com 4,36 metros de comprimento e 2,64 m de distância entre-eixos (ante 4,29 m e 2,61 m  do Honda HR-V, respectivamente).

LEIA MAIS: Toyota Prius, a busca pela maior pontuação em economia de combustível

O Toyota CH-R, assim como o Toyota Prius , é feito para receber um trêm de força híbrido. Portanto,  uma das opções de motorização do modelo é a 1.8, a combustão, que funciona em conjunto com motor elétrico, gerando ao toto 122 cv. Mas também estão disponíveis outras versões, como a 1.2, turbo, de 116 cv que pode vir com câmbio manual de seis marchas ou automático CVT. Mas, no Brasil, devem optar por oferecer o CH-R com motor 2.0 aspirado, de 150 cv, com caixa automática CVT. 


Arrojo da carroceria não reflete no interior

Apesar do estilo arrojado da carroceria, por dentro, o CH-R tem interior mais comportado.. Uma linha azul atravessa o painel e faz o contorno da tela de 8 polegadas da central multimídia, essa ligeiramente voltada para o motorista. Todo o acabamento é feito com um material que imita couro, combinado a itens em black piano e alguns poucos plásticos  soft touch. 

Quem comprar o SUV pode escolher uma cabine nas cores cinza escuro, preto com marrom ou preto com azul. Virá bem equipado, com sistema de estacionamento automático, sistema de som da JBL com 9 alto-falantes, janelas traseiras escurecidas, bancos aquecidos e partida keyless por botão. Manteve as rodas aro 18” e sempre trabalha com duas cores na pintura exterior (para manter o efeito de “teto flutuante” visto em outros SUVs como Range Rover Evoque e no futuro Nissan Kicks). Veja abaixo o vídeo oficial do CH-R. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.