Atrasado, novo Civic já roda em testes no Brasil

Nona geração do sedã da Honda, prevista para julho, deve ser lançada no início de 2012

Rodrigo Mora | 22/9/2011 14:05:00

Foto: Luiz Herminio Galdi Veja mais fotos

Honda Civic 2012

Ele já devia estar confundindo a cabeça do consumidor e duelando com Toyota Corolla, Peugeot 408, Renault Fluence, Volkswagen Jetta e o recém-lançado Chevrolet Cruze - além do Hyundai Elantra, que desembarca agora nas lojas. Mas os desastres naturais que devastaram o Japão em março atrasaram o lançamento do novo Honda Civic por aqui. O retardo é consequência da impossibilidade de trazer componentes oriundos do Japão, já que tanto as fábricas da Honda quanto a de fornecedores foram seriamente prejudicadas pelo terremoto seguido de tsunami. Prevista para julho, a nona geração do sedã estreará por aqui apenas no início de 2012.

Mas, na última semana, o leitor Luiz Herminio Galdi flagrou o Civic rodando tranquilamente pelas ruas de Amparo, interior de São Paulo – o que pode sugerir uma antecipação nos planos da Honda, que aproveitaria para lançar o modelo ainda este ano, já marcado por uma enxurrada de novos sedãs. Por outro lado, a pesada camuflagem indica que o Civic ainda está no início de seus testes de adaptação ao País.

O novo Civic deve manter o mesmo motor 1.8 16V i-VETEC, com 140 cv, mas é possível que sejam feitos ajustes para reduzir seu consumo – o que, nos EUA, resultou em média de 16 km/l, segundo dados do fabricante. A versão Si, por conta de suas baixíssimas vendas e seu exorbitante preço de R$ 103.650, deixará de ser oferecida.

Honda Civic 2012
Luiz Herminio Galdi

Honda Civic 2012 roda por São Paulo

Nos EUA

À venda nos EUA, o novo Civic não tem colhido bons frutos. Em maio, a Honda convocou 1.156 unidades do sedã devido a um possível vazamento de combustível. “Há a possibilidade de um anel de vedação, que sela a conexão na linha de alimentação de combustível, estar desalinhado”, dizia a National Highway Traffic Safety Administration, entidade norte-americana que cuida da segurança viária.

Já a publicação norte-americana Consumer Reports, referência em testar todos os tipos de produtos sob a ótica do consumidor, fez o Civic – sempre bem cotado – despencar em sua avaliação. A revista continua destacando a confiabilidade do sedã japonês e elogia sua economia de combustível, mas critica alguns pontos dinâmicos, como longas distâncias de frenagem, direção anestesiada, barulho interno e dirigibilidade desagradável – justamente um dos pontos fortes do Civic atual. A Consumer Reports também critica o interior pobre e a magra lista de equipamentos – ponto fraco também na atual geração.

Leia tudo sobre: Honda Civic flagra 2012 sedãs médios