Este é o novo Siena, que chega em março

Sedã da Fiat herda novidades do Palio, mas ganha visual exclusivo e sofisticado

Ricardo Meier | 23/1/2012 15:10

Foto: João Kleber do Amaral Ampliar

Novo Fiat Siena: visual diferente do Palio

Uma das lições absorvidas pelos fabricantes de automóveis nos últimos anos com os consumidores é que existe um público muito diferente para hatches e sedãs. Não basta acrescentar um bagageiro avantajado a um modelo, como a Peugeot fez com o 307, é preciso pensar além.

A própria Peugeot aprendeu com a dupla 308 e 408 e outras marcas como a Nissan adotaram a estratégia de cara – os japoneses lançaram o March e o Versa com visuais diferentes. Agora é a vez da Fiat mostrar que daqui para frente Palio e Siena serão mais “primos” que irmãos.

Veja também: galeria de imagens do novo Fiat Siena

É verdade que na essência eles continuam mais unidos do que nunca, mas no visual e na seleção de equipamentos, quanta diferença. Previsto para chegar às concessionárias no começo de março – a apresentação à imprensa deverá ocorrer na última semana de fevereiro – o novo Siena mudará de patamar e, mais até que o Palio, quer tirar a atenção dos recentes lançamentos do segmento para oferecer não só espaço como beleza e requinte, por que não.

Mas os leitores do iG não precisarão esperar até lá para ver o Siena em sua nova roupagem. As ilustrações que vocês vêem nesse artigo foram produzidas com exclusividade para o canal e mostram o sedã praticamente do jeito que ele chegará ao mercado.

Frente e traseira exclusivas

Antes de falar das diferenças, vamos falar das similaridades. É na lateral que o Siena mais lembrará o novo Palio: portas, maçanetas e o friso são praticamente idênticos por uma questão de custos. Já a frente terá visual exclusivo, com faróis alongados bem maiores que os do hatch. A grade também será mais ampla e com um detalhe cromado no alto – no Palio existe aquele friso copiado do 500. O para-choque, com belos recortes, promete ressaltar ainda mais o estilo do modelo.

O melhor do novo Siena, no entanto, é mesmo a traseira. Se no atual modelo há uma caída abrupta e um volumoso e deselegante porta-malas, na próxima geração esbanjará bom gosto (veja antes e depois abaixo). O perfil da carroceria será parecido com o de um cupê e o bagageiro será curto, mas sem perder a capacidade. As lanternas que invadem a tampa e a lateral dão o toque final ao carro.

O painel, por outro lado, será quase idêntico ao do Palio – apenas os difusores de ar e outros detalhes menores serão modificados para dar mais personalidade ao sedã.

A Fiat, no entanto, tem outra visão sobre o mix de versões do Siena. Se o Palio ganhou até modelo com motor 1.0 logo de cara, o sedã deve abdicar dessa opção. Como é voltado para um público que necessita de potência, já que é um carro familiar, ele deve ter versões com motor 1.4 Evo e 1.6 E.torQ – talvez até mesmo o motor 1.8 E.torQ. As transmissões serão as mesmas do hatch, manual de cinco marchas e Dualogic, automatizada.

Veja também: avaliação completa do novo Fiat Palio

A montadora italiana também pretende manter em linhas algumas versões do atual Siena com um pequeno facelift para dar conta da concorrência com modelos mais baratos. Por falar em preço, é sensato imaginar que o novo Siena não terá grande acréscimo, como ocorreu com o novo Palio. Se essa ideia for levada à frente, o modelo deve partir de R$ 36 mil com uma boa lista de equipamentos como direção hidráulica, trio elétrico e airbags duplos, por exemplo. Nada mal para quem nasceu há 15 anos de maneira um tanto tímida.

© Copyright 2000-2013, Internet Group - Portais: iG e iBest

Topo