Hatch ganha grade dianteira hexagonal, mostrador colorido no painel, entre outros itens. Preços partem de R$ 79.776

Na briga entre os hatches médios, o Hyundai  i30 se atrapalha por dois fatores principais: preço acima da média dos rivais e falta de motor flex. Disponível apenas com câmbio automático de seis marchas, a versão mais em conta custa a partir de R$ 79.776, mas não vem com itens como controles eletrônicos de estabilidade e tração, comando "um toque" nos vidros elétricos e sensor de chuva, itens que a maioria dos rivais oferece de série.

Para ter esses equipamentos no hatch da marca coreana é preciso partir para a versão intermediária, que custa R$ 98.990, preço que sobe para R$ 105.990 na série limitada, que tem faróis com lâmpadas de xenônio, banco do motorista com ajustes elétricos e com aquecimento, partida por botão no painel, entre outros equipamentos.

O que mais impressiona ao volante do i30 é o rodar silencioso e a suavidade com que funcionam os principais comandos, entre os quais volante, câmbio, freios e acelerador. Avaliado na versão topo de linha, o hatch também agrada pelos comandos bem localizados e por ter bom nível de acabamento, que inclui revestimento de couro no volante e nos bancos com costura aparente e feita com capricho. Além disso, há teto solar panorâmico e sistema multimídia com tela sensível ao toque, de alta resolução e que inclui um GPS bem acertado, que alerta sobre bifurcações e desvios de trajetória de maneira clara e bem elaborada.

Mas o motor 1.8, de 150 cv, movido apenas a gasolina, começa a mostrar seu fôlego próximo dos 4.000 rpm, nível de rotação acima do ideal, o que exige pisar com mais vontade no acelerador para conseguir certa agilidade no dia a dia do trânsito. Entretanto, se a ideia não é ter pressa, o i30 se sai bem. Mesmo com pneus de perfil baixo 225/45R 17 o carro não chega a ser desconfortável em piso irregular, já que o ajuste da suspensão é um pouco mais voltado para o conforto, sem prejudicar a estabilidade nas curvas.  Mas se você busca por um hatch médio com uma pegada mais esportiva, o Ford Focus é uma boa pedida. E o Volkswagen  Golf tem o Maior Valor de Revenda , de acordo com a Agência Autoinforme .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.