Por R$ 500, hatch se veste como se fosse esportivo, mas continua a ser o mesmo (e bom) HB20 que já conhecemos

Pagar um pouco mais para deixar o carro com ares de preparado não é novidade. Temos, por exemplo, várias versões “cross”, que deixam um modelo com uma aparência de veículo off-road, os apelidados “aventureiros”. Estamos em um outro momento, com a volta dos esportivados, aqueles que querem só parecer esportivos.

É nessa pegada que a Hyundai  fez o HB20 R-Spec , uma oferta para quem quer ter o hatch mais diferenciado e com cara de que vai deixar muita gente comendo poeira, e vendido por R$ 53.895 na versão com câmbio manual e R$ 58.195 com automático, ambos com seis marchas. São R$ 500 a mais que o modelo convencional equivalente, o Comfort Style.

Tudo bem, o R-Spec chama a atenção de quem olha um pouco mais. Afinal, é um HB20 diferente do que estamos habituados a ver todos os dias pelas ruas. As mudanças no design são de gosto pessoal, mas eu achei bem agradáveis, principalmente no interior. Os bancos tem trechos na cor vermelha, assim como no entorno das saídas de ar no painel, no rádio e na manopla do câmbio. Por fora, o hatch recebe grade colmeia na frente, um para-choque novo na traseira, rodas 15” de liga leve diamantadas com pinças de freio vermelhas

E é só isso. Se tirar o pacote R-Spec , continua a ser um Hyundai HB20 com motor 1.6 Gamma, de 128 cv e 16,5 kgfm de torque. Por um lado, isso é bom, pois o compacto coreano é muito gostoso de dirigir e anda bem. O câmbio de seis marchas foi uma das melhores novidades vindas da reestilização, por aumentar a eficiência energética e acabar com os ruídos irritantes da antiga transmissão de quatro velocidades. A sexta marcha funciona como sobremarcha para reduzir a rotação do motor e, consequentemente, o consumo.

Por outro lado, estamos comprando um carro que pensa que é esportivo, mas que vai andar tanto quanto o HB20 comum ao lado. E o R spec é vendido de forma única, sem a possibilidade de escolher qualquer opcional. Isso significa que estamos presos com o blueRadio, o rádio mais comum a ser oferecido na linha. Quer a central blueMedia, com tela sensível ao toque e espelhamento da tela do celular? Esqueça, ou você pega o HB20 com cara mais invocada, ou vai atrás da versão Premium.

Se você quer parecer diferente nessas ruas cheias de carros iguais, talvez os R$ 500 a mais façam sentido para satisfazer seu desejo. Quem não se importa tanto com isso pode pegar o HB20 Comfort Style e economizar uma grana. Ou, se quer um HB20 realmente mais esportivo e não quer arriscar mexer no carro, pode esperar pelo modelo com motor 1.0 turbo, previsto para este ano. Era melhor a Hyundai ter guardado o nome e o visual para este modelo turbinado.

Ficha técnica

Motor:  1.6, flex, 4 cilindros                                            Comprimento :  3,92 m

Potência : 128 cv a 6.000 rpm                                     Largura:  1,68 m 

Torque : 16,6 kgfm a 5.000 rpm                                   Altura:  1,47 m    

Câmbio:  manual, 6 marchas, tração dianteira              Entre-eixos:   2,50 m

Peso : 1.040 kg                                                             Caçamba : 300 litros


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.