Líder em vendas há 20 anos, a nova S10 vai continuar dando dor de cabeça (forte) para seus concorrentes

Nova Nova Chevrolet S10 2017
Divulgação
Nova Nova Chevrolet S10 2017

Desde o surgimento dos rumores de que a Nova S10  seria lançada, fiquei curioso para ver como a Chevrolet  iria defender a sua posição de líder no competitivo mercado de picapes médias, já que a S10  domina seu segmento há 20 anos. A cada dez picapes vendidas neste período, quatro são da Chevrolet . Veja os números de vendas acumuladas de 1995 a 2015:

S10: 660.151
Hilux: 384.205
Ranger: 266.473
L200: 138.070
Amarok:   88.830
Frontier:   79.890

Semana passada, finalmente coloquei as mãos na versão top da Nova S10: a High Country Turbodiesel com câmbio automático de 6 velocidades e cabine dupla quando a  Chevrolet fez o lançamento oficial para a imprensa especializada e preparou um intenso e extenso test drive. O percurso incluiu trechos urbanos, estradas asfaltadas e de terra e finalmente uma pesada pista de off-road com lama, fortes aclives e declives, desníveis acentuados e o cruzamento de um lago com água até o capô.

O primeiro impacto visual na apresentação de um carro novo é um momento crítico: ou você dá aquele sorriso e vem aquela vontade iresistível de se aproximar e explorá-lo, ou bate aquela decepção e a consequente critica. No caso da Nova S10 o pessoal de design da Chevrolet fez a lição de casa, essa picape ficou com um visual espetacular, com linhas que remetem a robustez e a musculatura. É um daqueles carros que você tem vontade de ser visto ao volante.

Principais mudanças feitas na frente
Nova Chevrolet S10 2017
Principais mudanças feitas na frente

Do lado de fora as principais mudanças aconteceram na frente. A grade dianteira, capô e faróis foram redesenhados e o para-choques ganhou dois defletores para melhorar a aerodinâmica. As rodas de alumínio usam pneus “verdes” de uso misto, que possuem componentes menos agressivos ao meio ambiente e propiciam maior economia de combustível com menor resistência a rodagem. Atrás o destaque vai para a micro câmera de ré embutida na maçaneta da tampa da caçamba.

Belo painel que combina muito bem instrumentos analógicos com display digital
Nova Chevrolet S10 2017
Belo painel que combina muito bem instrumentos analógicos com display digital

Por dentro a mudança foi grande. O interior foi redesenhado com muito bom gosto, com ótimo acabamento e uso de materiais superiores. O painel me agradou bastante. Eu curto muito os mostradores analógicos e na Nova S10 há quatro destes: giro, gasolina, temperatura e velocidade, todos de fácil leitura, classudos e bonitos. No centro deles fica a tela computador de bordo digital, que inclui, entre várias funções, a “ECO” para menor consumo de combustível e o monitoramento com alerta da pressão dos pneus.

Central Multimídia em tela de alta resolução
Nova Chevrolet S10 2017
Central Multimídia em tela de alta resolução

No console central está a completa central multimídia com tela de alta resolução, compatível com sistema Android Auto e Apple CarPlay e que suporta comando por voz. Um dos grandes destaques tecnológicos de conectividade é o espelho retrovisor interno! É nele que fica o controle do OnStar , o incrível sistema de ajuda ao motorista.

Sistema OnStar acionado pelo espelho retrovisor
Nova Chevrolet S10 2017 -
Sistema OnStar acionado pelo espelho retrovisor

Ao toque de um botão, você ativa uma linha de telefone celular dedicada da Nova S10 , que te conecta imediatamente a um atendente humano e você conversa com ele pelo sistema de som do carro. Você pode pedir para ele te fazer uma reserva num restaurante, solicitar que localize o posto de gasolina mais próximo e enviar a rota para o GPS do carro, ou até requisitar assistência médica e mecânica de emergência. Apenas para teste, perguntei quando e aonde seria o próximo jogo de futebol do meu time e em segundos obtive a resposta! Além disso você pode baixar o aplicativo OnStar no seu celular e controlar e monitorar várias funções da sua Nova S10 remotamente, entre elas: travar e destravar as portas, acionar luzes e buzina, receber um alerta se seu carro for movimentado e ver sua localização.

NO ASFALTO -  A picape é um dos carros mais difíceis de se acertar, já que deve atender a expectativa de usuários muito diferentes: do fazendeiro ao empreendedor urbano, passando pelo aventureiro e o esportista. De um lado há a exigência de que a picape se comporte como um confortável sedã e de outro ela também precisa carregar mais de uma tonelada de carga em todo tipo de terreno com eficiência. É este equilíbrio que a Chevrolet tem acertado consistentemente.

Volante multifuncional com assistência elétrica
Nova Chevrolet S10 2017
Volante multifuncional com assistência elétrica

Iniciei o teste da Nova S10 no trânsito da cidade e na sequencia rodei por 200 km de estradas pavimentadas. Se você pertence ao grupo de consumidores de picapes que exige muito conforto, segurança e tecnologia, a Nova S10 vai te fazer sentir em casa. Através de várias mudanças estruturais, aperfeiçoamento dos sistemas de controle de vibração e o uso de pneus verdes, o nível de ruído interno caiu substancialmente. O novo volante multifuncional com assistência elétrica e os novos conjuntos de suspensão e freios, entregam mais conforto, segurança e precisão na condução.

Pude testar a eficiência de alguns itens de tecnologia voltados à segurança como o Alerta de Colisão Frontal que, por meio indicações sonoras e visuais, avisa a presença de um carro muito próximo na sua frente e o Alerta de Desvio de Faixa que indica, por meio de som, se a picape esta saído da faixa de rodagem. Além disso, a versão High Country que dirigi possuía acendimento automático dos faróis, sensor de chuva, câmera de ré, sensor de estacionamento dianteiro, acionamento remoto de ignição e janelas com sistema de abertura e fechamento pela chave. Nada mal para uma picape!

NA TERRA -  Ao sair do asfalto e antes de chegar na pista off-road , rodei por cerca de 10 km em estradas de terra, num local montanhoso. Se é neste tipo de ambiente rural que você pretende usar a Nova S10 , ela vai te deixar com um sorriso no rosto, graças novamente, ao correto acerto da suspensão. Minha expectativa era de que a suavidade da rodagem no asfalto iria terminar na transição para terra, mas não foi isso que aconteceu. Mesmo com a caçamba vazia, que deixa a picape com a traseira muito leve e com a tendência de pular nas irregularidades do terreno, ela se comportou bem, não muito diferente do que um sedã nas mesmas condições.

Suspensão muito bem calibrada para operar tanto no asfalto como na terra
Chevrolet S10 2017
Suspensão muito bem calibrada para operar tanto no asfalto como na terra

A chegada na pista  off-road foi meio preocupante. Esse local é normalmente usado para competições e eventos de jipeiros e confesso que hesitei em colocar essa picape num ambiente tão hostil. Mas isso durou pouco tempo, a Nova S10 possui um competente arsenal para encarar essas condições e engoliu os obstáculos com surpreendente facilidade. Comecei acionando o botão de tração 4x4  antes de encarar uma rampa de terra bastante inclinada. A medida que uma roda começava a patinar, o Controle Eletrônico de Tração transferia automaticamente a força para as outras rodas que conseguiam mover a picape.

Note o botão seletor de tração 4x2, 4x4 e 4x4 Low, logo abaixo da alavanca de cambio
Nova Chevrolet S10 2017
Note o botão seletor de tração 4x2, 4x4 e 4x4 Low, logo abaixo da alavanca de cambio

No meio da subida, parei o carro para testar outro dispositivo, o Assistente de Partidas em Rampas que impede o veículo de recuar involuntariamente. Dessa forma, durante o intervalo de tempo entre tirar o pé do freio e começar a acelerar, a picape não foi para traz. Na acentuada descida, outro teste, o Assistente de Descidas Íngremes . Esse sistema assume o controle de frenagem individual de cada roda, fazendo com que a descida seja mais controlada e segura. Nos trechos de fortes desníveis laterais e com buracos que exigem uma direção mais técnica, acionei o 4x4 Low que evita o giro rápido das rodas, fornecendo um controle mais preciso do veículo. Na sequência a Nova S10 encarou com facilidade um longo trecho com muita lama e que terminava num lago. Não entendi muito bem o que deveria fazer, até ver a S10 que estava na minha frente entrar no lago, afundar até o capo e literalmente navegar até o outro lado. Não sei o que foi mais impressionante, ver essa manobra ou fazê-la com a minha S10 . Nem uma gota de água entrou no carro.

Motor Turbodiesel de 2,8 litros com quatro cilindros que geram 200 cavalos
Chevrolet S10 2017
Motor Turbodiesel de 2,8 litros com quatro cilindros que geram 200 cavalos

Tanto para o asfalto como para terra, os motores 2.8 Turbodiesel de 200 cavalos e o 2.5 Flex de 206 cavalos (os mais potentes da categoria) se mostraram muito competentes, silenciosos e 5% mais econômicos, segundo a Chevrolet . A Nova S10 é oferecida com treze variações de configurações. São quatro versões de acabamento (LS, LT, LTZ e High Country), três opções de cabine (simples, dupla e chassis cab), duas de motorização (2.8 TurboDiesel e 2.5 SIDI Flex), dois tipos de transmissão (manual e automática, ambas de seis velocidades), além de dois tipos de tração (4x2 e 4x4 com reduzida).  Os preços variam de R$97.8890 a R$167.490.

No acumulado de vendas até abril de 2016, a nova Toyota Hilux , lançada em novembro de 2015, assumiu a liderança de vendas das picapes médias, mas não é difícil  afirmar que a Nova S10 vai retomar a posição de líder por dois motivos:

1) As mudanças e aperfeiçoamentos em itens de tecnologia, segurança e conforto foram extensas e intensas, destacando-a dos seus concorrentes.

2) A Nova S10  não teve seu preço aumentado. Sim, você leu corretamente, a nova geração, recheada de novidades, manteve o preço d a versão anterior! A Chevrolet continua sendo um osso duro de roer para seus competidores.

Veja a galeria de fotos da Nova S10. Mais abaixo, as Fichas Técnicas

FICHA TÉCNICA - DIESEL

Motor: Turbodiesel 2.8 litros, 4 cilindros
Potência: 200 cv
Torque máximo: 44,9 mkgf (manual) e 51,0 mkgf (automático)
Tração: 4x2 / 4x4 / 4x4 Low
Transmissão: 6 velocidades automática e manual
Freios: ABS, EDB e BAS*, disco dianteiras e tambor traseiras
Rodas: Aro 16 ou 18
Direção: Elétrica
Comprimento: de 5,381m a 5,408m (em função do modelo)
Largura: 2,132m (de espelho a espelho)
Altura:              de 1,778m a 1,839m (em função do modelo)
Caçamba: comprimento 1,484m ou 2,322m / largura 1,534
Carga: de 1,049 kg a 1,378 (em função do modelo)
Tanque: 76 litros


FICHA TÉCNICA - FLEXPOWER

Motor: 2.5 litros, 4 cilindros
Potência: 197 cv (gasolina), 206 cv (etanol)
Torque máximo: 26,3,9 mkgf (gasolina) e 27,3 mkgf (etanol)
Tração: 4x2 / 4x4 / 4x4 Low
Transmissão: 6 velocidades manual
Freios: ABS, EDB e BAS*, disco dianteiras e tambor traseiras
Rodas: Aro 16 ou 18
Direção: Elétrica
Comprimento: de 5,381m a 5,408m (em função do modelo)
Largura: 2,132m (de espelho a espelho)
Altura:              de 1,778m a 1,839m (em função do modelo)
Caçamba: comprimento 1,484m ou 2,322m / largura 1,534
Carga: de 1,049 kg a 1,378 (em função do modelo)
Tanque:

76 litros

* ABS : Sistema de freios anti-blocante,  EBD : Sistema eletrônico de distribuição de frenagem,  BAS : Sistema de assistência de frenagem de emergência

Leia também:

1) Ford Ranger ganha versão Limited, com motor 2.5 flex, por R$ 118.500

2) Ford Ranger renovada parte de R$ 99.500

3) Flagra! Picape da Mercedes é vista camuflada

4) Renault confirma nova picape Alaskan para 2016

5) Renault Oroch automática vai ser lançada apenas em julho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.