Modelo consegue aliar bom desempenho com certa economia de combustível

Se você pensa em um sedãzinho que dá conta do recado pode incluir o Hyundai HB20S Turbo na sua lista. Avaliado no dia a dia tanto na cidade quanto na estrada, o carro mostrou que consegue entregar um desempenho razoável com certa economia de combustível por um preço mais em conta do que o da versão 1.6 flex. Considerando sempre a Comfort Plus com câmbio manual, o 1.0 Turbo sai por sugeridos R$ 51.475 ante R$ 54.125 do 1.6 Flex, uma economia de R$ 3.350.

Mas não se iluda com o logotipo Turbo , com letras vermelhas, instalado na traseira. Não se trata de nenhum esportivo. Porém, saiba que não vai se decepcionar. Apesar do sopro extra da turbina começar a ser sentido para valer apenas depois dos 2.500 rpm, o motor 1.0, de três cilindros, mostra até um discreto ronco animador. E sobe de giro rapidamente, dando boa agilidade tanto nas acelerações quanto nas retomadas. A relação peso-potência de 10,2 kg/cv fica dentro do razoável.

No trânsito, o HB20S Turbo é esperto, mas você vai precisar trabalhar um pouco trocando de marcha para manter o conta-giros na faixa ideal entre algo em torno de 2.000 rpm e 4.000 rpm. Pois é, com motor 1.0 turbinado, o carro ainda não está disponível com caixa automática. Porém, os engates são sempre fáceis e precisos. Bom também é que as relações de marcha são bem escalonadas, com a sexta como sobremarcha, apenas para economizar combustível. A velocidade máxima de 182 km/h é alcançada em quinta.

Bem acertado, o sedãzinho da Hyundai tem direção leve e precisa, embora ainda não conte com assistência elétrica. Os freios funcionam a contento, com ajuste correto do hidrovácuo, para você não ter que fazer muita força para acionar o sistema transmitindo segurança nas frenagens. Com rodas de aro 15 montadas em pneus 185/60, o carro tem estabilidade aceitável, dentro da proposta de um sedã compacto familiar.

Para um modelo que custa um pouco mais de R$ 50 mil, o HB20S Turbo mais em conta vem com uma lista de equipamentos que inclui apenas o necessário, mas com boa ergonomia e bom gosto. Entre os principais itens, destacam-se ar-condicionado, vidros, travas e espelhos retrovisores elétricos, som com bluetooth e entrada USB, volante multifuncional, abertura interna do tanque e do porta-malas, além de ancoragem para cadeiras infantis (ISOFIX). No computador de bordo, porém, faltou um termômetro que indique a temperatura externa.

Nessa versão Comfort Plus , o acabamento é simples. Bancos de tecido e plástico emborrachado dominam o ambiente, que é agradável e com bom espaço para cinco ocupantes e suas bagagens. O porta-malas leva bons 450 litros, mas tem o "pescoço de ganso" na tampa, que pode atrapalhar um pouco a acomodação da bagagem se o compartimento estiver lotado. E a abertura da tampa é feita apenas pela chave ou pela alavanca dentro do carro.

Comparado aos principais rivais, o HB20S Turbo se destaca por ser mais econômico. De acordo com os números da fabricante, faz 11,9 km/l na cidade e 15,2 km/l na estrada, com apenas gasolina no tanque, números que passam para 8,4 km/l e 10,5 km/l com etanol, respectivamente. No Ka + 1.5 , com gasolina, a Ford diz que o carro faz 11,5 km/l e 13,6 km/, em trecho rodoviário. E o Volkswagen  Voyage Comfortline 1.6 fica com 11,1 km/h e 13,3 km/l.

Na questão de nível de quipamentos o Ford Ka + 1.5 SE Plus (R$ 51.390) vem um pouco mais equipado que o HB20S Turbo Comfort Plus , já que conta conta com faróis auxiliares de neblina, direção elétrica, palhetas do limpador de pára-brisa do tipo flatblade, entre os principais itens, embora as rodas sejam de aro 14 com pneus 175/65R.

Há também o Volkswagen Voyage Comfortline 1.6 (R$ 50.990), que tem nível de equipamentos compatível com o do modelo da marca corena. As principais diferenças ficam por conta das rodas de aço, com calotas, mas com pneus mais largos no VW (195/55R15), que não tem comandos elétricos dos retrovisores entre os itens de série.

Ficha Técnica
Preço: R$ 51.475
Motor: 1.0, turbo, flex
Potência: 105 cv a 6.000 rpm
Torque: 15 kgfm a partir de 1.500 rpm
Transmissão: Manual, de seis marchas, tração dianteira
Suspensão:Independente (dianteira) / independente (traseira)
Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira
Pneus: 185/60 R15 
Dimensões: 4,23 m (comprimento / 1,68 m (largura) / 1,47 m (altura), 2,50 m (entre-eixos)
Tanque : 50 litros
Consumo:11,9 km/l (cidade) /15,2 km/l (estrada)  com gasolina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.