Tamanho do texto

Motociclista sem cinto de segurança, motorista sem capacete e até troca de multas entre policiais estão entre as bizarrices. Veja a lista

Quantos pontos você tem na sua carteira de motorista? Se um termo ficou popular na boca dos brasileiros nos últimos anos, este é “indústria da multa”. Concorde ou não com essa chamada indústria, fato é que elas têm aumentado em todo o Brasil. Vamos tomar a capital mineira como exemplo. Segundo as autoridades do Detran em Belo Horizonte (MG), autuações por desatenção cresceram 117%, e elas nem chegam a ser multas absurdas.

LEIA MAIS: Saiba quais foram os carros pessoais dos últimos Presidentes do Brasil

Neste tipo de penalidade, podemos incluir motociclistas que andam com a viseira do capacete levantada ou motoristas que estão procurando algo dentro do carro. Mas hoje falaremos de um tipo um pouco mais raro de autuação. A reportagem do iG Carros elege as multas absurdas já registradas em solo brasileiro. Prepare-se para um verdadeiro festival de bizarrices.

1 - Sem cinto na motocicleta

Imagine ser multado por não dirigir uma moto sem cinto de segurança. Infelizmente, multas absurdas assim acontecem com certa frequência em algumas cidades.
Reprodução
Imagine ser multado por não dirigir uma moto sem cinto de segurança. Infelizmente, multas absurdas assim acontecem com certa frequência em algumas cidades.

O motoboy Renato dos Santos Alves foi multado por dirigir sua Honda CG 125 sem cinto de segurança em Cuiabá (MT), recebendo cinco pontos na carteira de motorista. Evidentemente, trata-se de um claro erro de identificação, que logo foi corrigido pela Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos do município.

LEIA MAIS: Confira 5 carros de playboy que causaram em suas respectivas épocas

Por incrível que pareça, isso é muito comum no Brasil. Em Pouso Alegre (MG), um condutor também foi multado por pilotar sua motocicleta esportiva Suzuki GSR125 sem cinto de segurança. Identificado, o proprietário da motocicleta disse nas redes sociais que já foi multado pelo mesmo motivo em outras ocasiões.

LEIA MAIS: Veja os 7 acessórios de carro mais procurados atualmente

2 - CET multa a GCM, que é multada pela Polícia Militar

Algumas das multas absurdas foram trocadas entre Guarda Civil Metropolitana, Policia Militar e CET
Divulgação
Algumas das multas absurdas foram trocadas entre Guarda Civil Metropolitana, Policia Militar e CET

Em 2009, um episódio pra lá de curioso se desenrolou no centro de São Paulo. Conforme registrado pelo programa Radar SP, da Rede Globo, uma viatura da Guarda Civil Metropolitana estava estacionada em local irregular enquanto acompanhavam uma paciente que estava sendo internada no Hospital Pérola Byington. Um agente da CET parou sua caminhonete em frente a uma placa de “proibido estacionar”, e exigiu que a Guarda Civil Metropolitana retirasse a viatura de onde estava parada.

LEIA MAIS: Conheça os 5 hatches médios que menos desvalorizam

Foi então que, em frente às câmeras, a CET aplicou uma multa na Guarda Civil Metropolitana enquanto outro agente da Polícia Militar autuava o CET por ter estacionado a picape em local proibido.  Procure pelo vídeo no YouTube para conferir na íntegra.

LEIA MAIS: Veja 5 dicas para não perder muito dinheiro na venda do seu carro usado

3 - Gol supersônico

O VW Gol que bate qualquer superesportivo passou muito rápido em um radar, gerando uma das multas absurdas
Reprodução
O VW Gol que bate qualquer superesportivo passou muito rápido em um radar, gerando uma das multas absurdas

Se uma versão do Gol pode ser descrita como a mais emblemática de todos os tempos, essa é a GTI, da década de 1990. Mas de acordo com alguns registros de multa dos estados de Santa Catarina e Rio de Janeiro, este talvez não tenha sido o VW Gol mais esportivo da história.

LEIA MAIS: Veja 5 dicas para não ser enganado na hora de comprar um carro usado

O advogado Jucilei Menezes circulava com seu compacto da Volkswagen em uma via de 40 km/h, na cidade de Blumenau (SC). Um erro de programação no radar fez com que o aparelho registrasse incríveis 4.800 km/h. Ou seja, quatro vezes a velocidade do som. Poucos dias depois, Rafael de Andrade foi autuado em Niterói (RJ) por estar dirigindo a 880 km/h em uma via em que o limite de velocidade é de 60 km/h. Para que comprar um superesportivo Koenigsegg Agera se por muito menos é possível levar um Gol?

LEIA MAIS: Conheça 5 seminovos para fugir na hora da compra

4 - Multado por chupar bala?

Depois de não encontrar motivo para multar um motorista de um Porsche, a polícia resolveu dar uma penalidade por causa de uma bala de menta. Uma das multas absurdas que geraram polêmica
Reprodução
Depois de não encontrar motivo para multar um motorista de um Porsche, a polícia resolveu dar uma penalidade por causa de uma bala de menta. Uma das multas absurdas que geraram polêmica

Cuidado com a próxima vez em que for colocar uma bala de menta na boca enquanto estiver dirigindo. Um motorista chamou atenção enquanto circulava com seu cupê esporto Porsche Cayman na região de Sorocaba, no interior de São Paulo. Neste momento, uma viatura da Polícia Rodoviária emparelhou ao lado do utilitário esportivo alemão. Quando o motorista colocou uma bala na boca, os oficiais mandaram encostar.

LEIA MAIS: Veja 5 carros seminovos econômicos até R$ 40 mil

Em uma postagem no Facebook, o condutor afirmou que os policiais ficaram meia hora checando todos os detalhes do esportivo, até decidirem aplicar uma multa por ter pegado uma bala enquanto dirigia. Conforme publicado pelo site Último Segundo, do portal iG, na época, o caso ganhou repercussão entre os leitores pela falta de “senso”, uma vez que colocar uma bala na boca pode ser uma ação tão rápida quando ajustar a temperatura do ar-condicionado, ou ajeitar os óculos, por exemplo.

LEIA MAIS: Conheça 5 sedãs médios seminovos por até R$ 45 mil

5 - Sem capacete em um Uno

Uma das multas absurdas da lista envolve motoristas de automóveis que circulavam sem capacete
Reprodução
Uma das multas absurdas da lista envolve motoristas de automóveis que circulavam sem capacete

Andar de motocicleta sem capacete pode ser uma das coisas mais imprudentes que uma pessoa pode fazer. É como se o condutor não lembrasse que, em uma motocicleta, a sua cabeça é o para-choque. O empresário Robério Lima sentiu na pela como é levar uma autuação por circular sem capacete. O único problema é que ele estava em um hatch compacto Fiat Uno.

LEIA MAIS: Redação do iG elege os carros dos sonhos

Junto do documento da notificação, veio a explicação de que o motorista não estava usando cinto de segurança. No entanto, no campo de observação está escrito “veículo em movimento, vidros baixos, condutor não utilizava o capacete de uso obrigatório”. Após o caso ganhar a mídia, a Autarquia Municipal de Trânsito de Fortaleza reconheceu uma falha no sistema e tomou as devidas providências para corrigir uma entre as multas absurdas .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.