Renault Sandero e Logan deixam de contar com câmbio CVT

Caixa automática segue disponível apenas no aventureiro Stepway e na versão do Logan para o público PCD

Renault Sandero CVT: fim da linha para o hatch compacto om câmbio automático, Agora, apenas com caixa manual
Foto: Divulgação
Renault Sandero CVT: fim da linha para o hatch compacto om câmbio automático, Agora, apenas com caixa manual


O câmbio automático CVT já não aparece mais na ficha técnica dos Renault Sandero e Logan no site oficial da marca no Brasil. A transmissão, que era combinada somente ao motor 1.6 SCe, foi uma das grandes novidades que acompanhou a reestilização dos dois modelos em 2019.

Consultada, a assessoria de imprensa da Renault informou à reportagem de iG Carros que apenas a versão para PCD do sedã Logan continua sendo vendida com câmbio automático CVT, que também coontinua no Stepway.


Esta foi a segunda tentativa da marca francesa de "emplacar" a opção de troca de marchas automáticas nos dois compactos. A primeira havia sido o câmbio Renault Easy'R, uma caixa automatizada de embreagem simples que esteve disponível na linha entre 2014 e 2019, também condicionada à escolha do motor 1.6.

Você viu?

Mas diferente dos Easy'R , que eram reconhecidos apenas por um logotipo na traseira, a Renault optou por uma solução inusitada para lançar Sandero e Logan com a caixa automática de verdade: condicionando a oferta do câmbio CVT a um pacote visual aventureiro mesmo no sedã. Resultado de uma limitação técnica, que exigia o uso de uma suspensão mais alta para que a nova transmissão coubesse nos dois modelos sem ficar muito próxima do solo.

Foto: Divulgação
Renault Logan com câmbio CVT havia até na versão com maior vão livre do solo, como no Stepway

De acordo com o fabricante, a demanda pelo câmbio CVT vinha caindo desde agosto do ano passado, o que justificou a mudança na gama. Com isso, além do Logan para PCD,  apenas o aventureiro Stepway Icônic , que sai por R$ 87.090, ainda conta com caixa CVT.

Além desses dois modelos, quem quiser um Renault brasileiro com o câmbio CVT terá que recorrer ao SUV compacto Captur , de R$ 111.790. A marca francesa conta ainda com a picape Duster Oroch Dynamique 2.0 , que por R$ 108.300 ainda traz o antigo câmbio automático convencional, de quatro marchas.

Nova geração

Foto: Divulgação
Novo Sandero: modelo está sendo esperado para 2022, com nova plataforma e várias outras mudanças importantes


A oferta do câmbio automático deve voltar para o Sandero e o Logan apenas com o lançamento da nova geração dos dois modelos, que foram revelados na Europa no ano passado e devem chegar ao Brasil no próximo ano.

Agora montados sobre a nova plataforma modular CMF-B, uma variação simplificada da base utilizada pelo Renault Clio atual, os dois modelos são comercializados na Europa com o câmbio automático CVT. E sem a necessidade do uso de um conjunto de suspensão mais elevado.