Responsável pelo projeto diz que 3.500 novos testes serão realizados para evitar esse tipo de problema novamente

Lexus RX autônomo do Google
Divulgação
Lexus RX autônomo do Google

O Google explica em detalhes como o utilitário esportivo Lexus RX 450h , preparado para ser autônomo, acabou se envolvendo em um acidente com um ônibus urbano há um  mês, na Califórnia (EUA). Por sorte, a batida foi em baixa velocidade e causou apenas pequenos danos e ninguém saiu ferido. O diretor do projeto do carro que dispensa motorista, Chris Urmson, detalhou o que houve na primeira colisão de um modelo do gênero depois de 2,2 milhões de quilômetros de testes.

O Google programou seu carro autônomo para andar junto ao meio fio toda vez que contornar uma curva à direita. Pois bem, o RX começou a fazer a manobra mas percebeu que havia sacos de areia no caminho, então decidiu parar para não passar por cima deles. Depois que o sinal ficou verde e o caminho estava livre, o Lexus voltou a andar devagar e usou seus sensores para detectar um ônibus vindo atrás. Os cálculos dos processadores constataram que não havia espaço suficiente para o ônibus passar, então o Lexus concluiu que o motorista do ônibus iria diminuir a velocidade.

Entretanto, o condutor do ônibus resolveu confiar nas suas habilidades e tomou a decisão de tentar ultrapassar o RX pelo estreito caminho que tinha disponível. Ao mesmo tempo, também achou que o Lexus iria ficar parado. Mas isso não aconteceu e o carro autônomo do Google se moveu e terminou atingindo a lateral do ônibus.

Chis Urmson também explicou que o incidente foi analisado pelo Google e que 3.500 novos testes serão realizados para ter certeza de que esse tipo de problema não irá mais acontecer. Confira o video abaixo, que mostra o momento do acidente.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.