Acompanhe os pontos mais importantes por os pés na estrada para viajar de carro

Viajar de carro requer uma série de cuidados para garantir a segurança de todos
Divulgação
Viajar de carro requer uma série de cuidados para garantir a segurança de todos

As férias escolares estão aí e tem muita gente que pensa em viajar de carro. Mas com o aumento do movimento nas estradas também crescem os indices de acidentes causados por falha mecânica ou por imprudência dos motoristas. Para você não ter dor de cabeça, basta seguir as dicas que iG Carros separou a seguir. E boa viagem.  

1 – Tenha certeza de que está tudo certo com o carro

Antes e viajar de carro, vale a pena fazer uma boa revisão para garantir a segurança de todos que irão com você
Divulgação
Antes e viajar de carro, vale a pena fazer uma boa revisão para garantir a segurança de todos que irão com você

Não custa lembrar que o bom estado de itens como freios, suspensão, alinhamento, estepes, sistema de injecão, baterias, fluidos, faróis, pneus  e lanternas é fundamental para uma viagem segura e tranquila, sem colocar em risco sua família ou amigos que estiverem no carro. Portanto, vale a pena fazer uma revisão em uma boa oficina antes de entrar na estrada para viajar de carro.

 2 – Respeite os limites de velocidade

Velocidades acima do limite aumentam bastante o risco de acidente
Divulgação
Velocidades acima do limite aumentam bastante o risco de acidente

 Não apenas não se deve dirigir acima dos limites permitidos por lei, mas também é recomendável dar uma tirada de pé no caso de tempo chuvoso.

Diminuir a velocidade de 100 km/h para 80 km/h, por exemplo, reduz o espaço de frenagem em mais de 15 metros, uma distância equivalente a mais de três carros e que pode ser essencial na hora de evitar um acidente.


3 – Mantenha sempre uma distância do carro da frente

Três segundos é o mínimo de tempo que você deve ficar do carro que segue na sua frente
Divulgação
Três segundos é o mínimo de tempo que você deve ficar do carro que segue na sua frente

 Nem pense em colar na traseira dos outros carros. Use a a regra dos três segundos como parâmetro: Quando o veículo da frente passar por um poste ou árvore, comece a contar “1,2,3”. Caso você passe pela mesma árvore antes da contagem atingir o três, você está perto demais. Em caso de pista molhada, essa contagem deve ser aumentada para ajudar no tempo de frenagem.

4 – Não faça ultrapassagens arriscadas

Lembre-se que é proibido e arriscado ultrapassar em faixas contínuas no piso da estrada
Divulgação
Lembre-se que é proibido e arriscado ultrapassar em faixas contínuas no piso da estrada

Jamais ultrapasse pela direita e sempre utilize as setas para mostrar sua intenção para outros motoristas e evitar uma fechada. Em vias de mão dupla, respeite a indicação da faixa de divisão, elas estão lá para avisar onde é o local mais seguro. Mesmo seguindo essas dicas, certifique-se do mais importante: somente ultrapasse caso você se sinta seguro.




5 –Todos dentro do carro devem usar cinto de segurança

Cinto de segurança reduz em 45% o risco de fatalidade em um acidente
Divulgação
Cinto de segurança reduz em 45% o risco de fatalidade em um acidente

De acordo com dados da agência americana NHTSA (National Highway Transportation Safety Administration), o motorista que usa o cinto de segurança tem o índice de risco de fatalidade reduzido em 45%, em relação ao que não usa.

6 – Acomode bem as bagagens

Certifique-se de que não existe o risco da bagagem atingir os ocupantes durante uma frenagem brusca.
Divulgação
Certifique-se de que não existe o risco da bagagem atingir os ocupantes durante uma frenagem brusca.

 Em um acidente, um objeto solto na cabine tem seu peso multiplicado 25 vezes quando arremessado. Por isso leve as bagagens apenas no porta-malas. Evite sobrecarregar o carro. O peso extra faz com que o tempo de frenagem seja maior e a aceleração seja menor (risco nas ultrapassagens).




7 – Crianças pequenas devem ficam nas cadeirinhas

Cadeirinhas infantis protegem as crianças em caso de acidente, mas devem estar bem instaladas
Divulgação
Cadeirinhas infantis protegem as crianças em caso de acidente, mas devem estar bem instaladas


Crianças devem permanecer em cadeirinhas adequadas ao seu peso, tamanho e idade, segundo regulamentação criada pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), em 2008. Qualquer dúvida pode ser sanada através da cartilha criada pelo Denatran.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.