Lista inclui seminovos que foram produzidos em série e que se destacam pela boa qualidade e por virem bem equipados

Não há como contestar. No momento atual, a maioria dos consumidores procura por um bom seminovo, que tem preço mais acessível e com boa lista de equipamentos. Entre os vários modelos disponíveis no mercado existem alguns que se destacam pelo conjunto bem acertado em combinação com uma lista recheada de equipamentos sem gastar muito.

LEIA MAIS:  Conheça 5 carros seminovos para você fugir na hora da compra

 A seguir você vai conhecer um pouco sobre cinco desses carros, todos com até três anos de uso, mas que valem a pena serem conservados por mais tempo antes de serem trocados não apenas pelas razões que já citamos no parágrafo anterior, mas também por serem um pouco mais difíceis de serem encontrados por aí.

1 – Volkswagen Golf Highline 2014 – R$ Entre 68 mil e R$ 72 mil

Volkswagen Golf 1.4 Flex
Divulgação
Volkswagen Golf 1.4 Flex

 As primeiras unidades do hatch médio importadas da Alemanha, no final de 2013, chegaram com preço bem competitivo e mais bem equipadas que as atuais versões feitas em São José dos Pinhais (PR). Apesar do motor 1.4 ser movido apenas a gasolina rende bons 140 cv e 25,5 kgfm de torque, além de funcionar com câmbio de dupla embreagem DSG, mais esperto que o Tiptronic do Golf nacional. 

Entre outros equipamentos, o carro vem com freio de estacionamento eletrônico, ar-condicionado automático de duas zonas, faróis com acendimento automático, multimídia com tela sensível ao toque de 5,8 polegadas e GPS, entre outros itens, como controles eletrônicos de estabilidade e tração e airbags laterais.

LEIA MAIS:  Os cinco carros seminovos mais econômicos do mercado até R$ 40 mil

2 – Honda Fit EX 1.5 2014 –  Por volta de R$ 45 mil

Honda Fit EX 2013
Divulgação
Honda Fit EX 2013

 Trata-se da geração anterior do modelo, mas com desenho ainda atual. Nessa versão, o motor é  1.5, de 116 cv, acoplado ao câmbio automático de cinco marchas com conversor de torque no lugar do CVT do Fit atual. No caso do EX, uma das vantagens é que o volante é multifuncional, revestido de couro e conta com hastes para trocas de marchas sequenciais. Além disso, o ar-condicionado é digital e o sistema de som vem com entradas USB, auxiliar e Bluetooth. Bom também é que há apoio de braço entre os bancos dianteiros e as rodas são de liga-leve de aro 16 montadas em pneus 185/55R.

Ainda entre os atrativos do carro, destaca-se a versatilidade do sistema de bancos, que podem ser configurados de várias maneiras para levar todo tipo de objetos. Ponto positivo também para o desempenho, com destaque para a estabilidade nas curvas e ao sistema de direção elétrica, sempre leve e precisa quando necessário.

3 – Nissan Livina SL 1.8 2014 – Em torno de R$ 35 mil

Nissan Livina
Divulgação
Nissan Livina

 A minivan da marca japonesa deixou de ser fabricada em julho do ano passado, mas é um carro com boas qualidades, além de ter uma relação entre custo e benefício interessante. Começa com o motor 1.8 flex, de 126 cv, que tem bom fôlego e funciona de forma suave, sem aspereza ou nível de ruído exagerado. Pena que vem com câmbio automático de apenas quatro marchas, com botão do overdrive , que desliga a última marcha, mais voltada para economizar combustível, deixando o carro mais voltado para o desempenho.

LEIA MAIS:  Conheça 5 sedãs médios, todos seminovos, por até R$ 45 mil

Assim como o Fit , o Livina também conta com direção com assistência elétrica e bom espaço interno, inclusive no porta-malas de 449 litros. Na lista de equipamentos, conta com itens como bancos revestidos de couro, ar-condicionado digital, conjunto elétrico (vidros, travas e espelhos), além de som com entradas USB e auxiliar e Bluetooth.

4 – Kia Sportage 2014  - Por volta de R$ 75 mil

Kia Sportage
Divulgação
Kia Sportage

 O utilitário esportivo da marca coreana chegou a ser o carro importado mais vendido no Brasil.  Ainda tem desenho bastante atual, com linhas assinadas pelo departamento de estilo chefiada pelo renomado designer alemão Peter Schreyer.  Além disso, já conta com uma série de itens sofisticados, como banco do motorista com regulagem elétrica, teto solar, câmera traseira para manobras, além de controles eletrônicos de estabilidade e tração. 

O motor é 2.0, flex, de 178 cv e 21,4 kgfm de torque a altos 4.700 rpm. É potente, mas o desempenho é apenas aceitável e o consumo um pouco acima do ideal. Apesar disso, o carro é bem confortável e agradável de dirigir, além de contar com um generoso espaço interno, com porta-malas de 564 litros. Se o antigo dono fez todas as revisões na concessionária, a garantia de 5 anos continua valendo até 2019.

5 – Renault Mégane Grand Tour 1.6 Flex 2013 – Cerca de R$ 33 mil

Renault Megane Grand Tour
Divulgação
Renault Megane Grand Tour

 A última série da perua da marca francesa que chegou a ser fabricada no Brasil é um carro que reúne um pacote interessante de equipamentos e um conjunto que favorece a dirigibilidade. Para começar, a direção é elétrica, o câmbio manual de cinco marchas tem engates fáceis e precisos e o motor 1.6 flex, de 115 cv responde bem aos comandos do acelerador.

Como se trata se uma perua, não há como deixar de citar o belo espaço no porta-malas, de 520 litros, bem como a boa estabilidade nas curvas. Além disso, vem com ar-condicionado digital, piloto automático, bancos revestidos de couro, volante multifuncional, banco traseiro bipartido, faróis auxiliares de neblina, entre outros itens.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.