Cupê esportivo chega ao Brasil com V8 de 461 cv e faz de 0 a 100 km/h em apenas 4,2 segundos. Mas passa a custar R$ 297 mil

Chevrolet Camaro Fifty 2017
Divulgação
Chevrolet Camaro Fifty 2017

Agora sim a GM levou o Camaro a sério. Depois do grande sucesso (de certa forma inesperado) da quinta geração, que resgatou o espírito de muscle car da versão original, de 1967, a sexta recebe não apenas o visual caprichado de sempre, mas o acerto de um legítimo esportivo para brigar em pé de igualdade com os tradicionais cupês alemães de primeira linha, como Porsche 911 , BMW M3 , Mercedes C63 S Coupe AMG e companhia.

LEIA MAIS: Novo Camaro ZL1 conversível aparece no Salão de Nova York

Esqueça aquele cupê pesado que chegou ser até tema de música popular no Brasil. O novo ficou nada menos que 83 kg mais leve, o que deu muito mais disposição ao carro em conjunto com uma série de melhorias e aperfeiçoamentos com parte de uma lista gigantesca de mudanças. Logo que me sentei no banco do motorista e acertei a posição de dirigir já deu para notar que o Camaro estava com outro astral, bem mais moderno e disposto.

Não importa para onde você estiver olhando, tudo é novo no carro. Desde o volante, painel de instrumentos, comandos, bancos, central multimídia, etc. Agora o cluster é parecido com o do Cruze , com algumas diferenças, é claro. Além do velocímetro com marcação até 330 km/h, existe uma tela de TFT no centro, que pode mostrar uma série de novas informações, entre as quais o modo de condução selecionado (há quatro deles disponíveis) e pequenos mostradores virtuais que fazem as vezes de manômetro de óleo, voltímetro, marcador de combustível e termômetro.

O volante de três raios, revestido de couro, tem hastes para trocar marchas e vários outros botões que controlam o sistema de som, o controlador de velocidade de cruzeiro (“piloto automático”),computador de bordo, entre outras funções. O nível de sofisticação é alto e inclui até carregamento de celular(apenas Android) por indução. E que quiser chamar atencão na balada pode escolher pela cor dos filetes luminosos que ficam nas portas e na borda da tela do multimídia Mylink2, com GPS 3D e compatível com Android Auto e Apple Car Play.

LEIA MAIS: Camaro Bumblebee surge diferente em novo filme dos Transformers

Na comparação com o Camaro anterior, o novo ficou um pouco menor, o que também contribuiu com a agilidade. O novo está com 4,78 metros de comprimento (ante 4,83 m anteriormente, uma diferença de 3,1 cm), 1,89 m de largura (1,92 m antes, ou 2,6 cm a menos) e entre-eixos de 2,81 m, contra 2,85 m do Camaro da quinta geração. Além disso, ganhou 43% de rigidez torcional e 50% mais de pressão aerodinâmica no aerofólio traseiro como parte de um trabalho de 350 horas em túnel de vento.

Esparramando nas curvas

Com 83 kg a menos de peso o carro ganhou bastante agilidade em qualquer situação
Divulgação
Com 83 kg a menos de peso o carro ganhou bastante agilidade em qualquer situação

Na prática, tudo isso e mais um pouco tornou o cupê um devorador de asfalto e de curvas. O ronco do novo V8, de 461 cv e brutais 62,9 kgfm de toque, com injeção direta de gasolina já dá o tom da minha conversa com o carro daqui para frente. Piso fundo no acelerador e a logo a paisagem lá fora de torna um borrão. O fôlego para acelerar é digno de um atleta de primeira linha. A GM diz que para ir de 0 a 100 km/h são necessários 4,2 segundos, tempo de Porsche Carrera S . Para tirar a prova, acionamos o cronômetro do carro. E, bingo! Houve quem conseguiu cravar o tempo divulgado ante de contornar a primeira curva à esquerda da bela pista do Autódromo Velocità, em Mogi Guaçu (SP).

Chevrolet Camaro Fifty 2017 é bem mais sofisticado que o da quinta geração
Divulgação
Chevrolet Camaro Fifty 2017 é bem mais sofisticado que o da quinta geração

O velocímetro já  beirava os 160 km/h quando tive que pisar no freio (Brembo, com pinças de quatro pistões) e reduzir duas marchas antes de fazer a tangência. Então o instrutor no banco do passageiro diz: ok, agora só aponta para a tangência e deixa o carro esparramar um pouco na curva até começar a outra reta. Dito e feito. O Camaro arrasta os pneus de maneira controlada e anima meu dia. Acelero de novo e o som borbulhante do V8 vai fervendo o sangue das minhas veias.

Mais uma curva, dessa vez para a direita. No modo de condução “Track”, próprio para andar em pista fechada, os controles de estabilidade e tração ficam um pouco mais permissivos, deixando se divertir um pouco com saídas de traseira controladas. Que brinquedão de gente grande! Acelera e freia num ritmo alucianante, sem pedir arrego. Entre outros itens, o que contribuiu para isso foi o novo sistema de arrefecimento, com dois radiadores auxiliares que também ajudam a refrigerar os freios. Aliás, a GM diz que, vindo a 100 km/h, o carro precisa de apenas 35,7 m até parar completamente, nada mau.

LEIA MAIS: Revelado o Camro ZL1, o cupê bad boy mais potente da história da GM

Hora de entrar nos boxes, acabou a brincadeira. Mas saio satisfeito do carro, que chega ao Brasil primeiramente na série limitada Fifty , com preço sugerido de R$ 297 mil. São apenas 100 unidades, sendo que 43 já estão vendidas e algumas delas serão entregues no Salão do Automóvel, entre 10 e 20 de novembro. Entre janeiro e fevereiro de 2017 chega a versão SS , tanto o cupê quanto o conversível, O primeiro deve manter o preço do Fifty , mas a outra ficará um mais cara, mas a GM ainda não divulgou qual será o valor exato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.