Tamanho do texto

Renovação de meia vida contará apenas com mudanças discretas. Veja o que já sabemos sobre a picape média, que também mudará no Brasil

Ford Ranger 2018: retoques bem discretos no desenho podem ser notados em detalhes dos faróis, grade e para-choque
Reprodução/Ferd
Ford Ranger 2018: retoques bem discretos no desenho podem ser notados em detalhes dos faróis, grade e para-choque

A nova Ford Ranger 2018 já está sendo testada na Tailândia, e alguns cliques da picape foram divulgados pela página de segredos Ferd no Facebook. Assim como nas atualizações recentes das linhas Fiesta e EcoSport, teremos apenas um leve retoque no visual, com nova grade e disposição dos LEDs diurnos nos faróis dianteiros. O para-choque também ganha design mais suavizado em relação ao modelo atual.

LEIA MAIS: Confira cinco picapes seminovas que valem a pena até R$ 60 mil

Trata-se apenas de uma renovação de meia vida para a Ford Ranger , uma vez que a geração atual já acumula seis anos de mercado. Os motores continuam sendo os mesmos 2.2 TDCI, de 125 cv e 32,5 kgfm, com opção mais potente de 160 cv e 39 kgfm. Há também um 3.2 TDCI, de 200 cv e 47,1 kgfm de torque. No Brasil, ainda continuaremos tendo as versões flex que já estão no mercado.

A traseira da picape da Ford vai continuar praticamente a mesma, sem mudanças no desenho
Reprodução/Ferd
A traseira da picape da Ford vai continuar praticamente a mesma, sem mudanças no desenho

A Ranger foi a terceira picape média mais vendida do Brasil em 2017, abaixo da líder absoluta em vendas, Toyota Hilux, e do destaque dos últimos meses, Chevrolet S10. A picape da marca do oval azul, entretanto, vende o suficiente para ficar acima de Volkswagen Amarok, Mitsubishi L200 e Nissan Frontier no ranking, conforme os dados da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores).

LEIA MAIS: Conheça cinco carros que vão mudar de geração durante 2018

Amarok V6 e Alaskan

Volkswagen Amarok Highline V6: versão mais potente da picape média já teve todas as 450 unidades vendidas no Brasil
Cauê Lira
Volkswagen Amarok Highline V6: versão mais potente da picape média já teve todas as 450 unidades vendidas no Brasil

Duas novidades no segmento de picapes  prometem esquentar a briga no Brasil. A Volkswagen Amarok 3.0 V6 surgirá em meados do fim de janeiro. Com a nova motorização, a picape alemã se tornará a mais potente do segmento. Com preço sugerido de R$ 187.710, todas as 450 unidades de seu primeiro lote já foram vendidas na pré-seleção feita no site da marca.

LEIA MAIS: Ford supera Fiat na venda de automóveis leves no Brasil. Veja o ranking

O novo motor turbodiesel gera 225 cv de potência e 56,1 kgfm de torque. Com a configuração, a Volkswagen Amarok acelera de 0 a 100 km/h em oito segundos cravados, de acordo com a fabricante.

Renault Alaskan: primeira picape média da marca francesa já está com lançamento confirmado no Brasil
Divulgação
Renault Alaskan: primeira picape média da marca francesa já está com lançamento confirmado no Brasil

Algumas unidades da Renault Alaskan, primeira aposta da marca francesa no segmento, desembarcaram no Brasil no início do ano passado. Compartilhando plataforma, motores e componentes com a Nissan Frontier, a Renault Alaskan chegará às concessionárias ainda no primeiro semestre de 2018, com motor 2.3 dCi,  turbodiesel de 190 cv.

A nova rival da Ford Ranger também contará com outra opção de motor, o 2.5 turbodiesel, nas versões de 160 cv e 190 cv –sendo que a última será a configuração usada no lançamento da Frontier no Brasil. A opção abastecida com gasolina será o motor 2.5 de 160 cv. Todas as motorizações podem ser combinadas a um câmbio manual de seis marchas ou automático, de sete. A picape estará disponível com versão 4x2 e 4x4.