Tamanho do texto

Atualmente, estes são os modelos mais em conta com motores acima de 1.2 litro. Veja a seguir os carros que custam menos para quem não quer um 1.0

Os motores 1.0 melhoraram muito nos últimos anos e têm um desempenho muito acima dos modelos do passado, com o uso de materiais mais leves, soluções mecânicas e, em alguns casos, até turbocompressores. Ainda assim, há quem prefira comprar um automóvel com um motor maior, pela preocupação com a falta de potência e torque em algumas situações. Então confira quais são os 10 carros mais baratos do Brasil com motores acima de 1.0 litro de cilindrada.

LEIA MAIS:  Conheça os 10 carros mais baratos do Brasil, todos abaixo dos R$ 40 mil

A metodologia para montar a lista dos carros mais baratos é bem simples. Usamos os preços de tabela fornecidos por cada fabricante em seu configurador (ou, em alguns casos, perguntados direto para a assessoria da empresa), para evitar diferenças de valores por causa de descontos oferecidos por cada concessionária. Todo automóvel com motor acima de 1.0 é válido, mesmo que seu desempenho seja baixo em comparação com outros carros de motor menor.

1º - JAC J2 1.4 – R$ 36.990

O subcompacto JAC J2 lidera a lista dos carros mais baratos com motores acima de 1.0, utilizando um 1.4 de 113 cv
Divulgação
O subcompacto JAC J2 lidera a lista dos carros mais baratos com motores acima de 1.0, utilizando um 1.4 de 113 cv

É um pouco óbvio que o carro mais barato do Brasil acima de 1.0 seria um chinês. O modelo de entrada da JAC Motors no Brasil é o subcompacto J2, que conta com um 1.4 de 113 cv e 14 kgfm de torque a 4.500 giros, sempre com o câmbio manual de cinco marchas. São bons números, principalmente para um veículo pequeno e leve. Tem 3,53 metros de comprimento (menos do que os 3,60 m do Volkswagen Up!) e pesa 915 quilos. Ainda pode ser encontrado nas lojas, mas a China está produzido poucas unidades, apenas para serem exportadas para o Brasil, pelo menos por enquanto.

2º - Chery Celer 1.5 – R$ 38.990

Fabricado em Jacareí (SP), o Chery Celer é o primeiro chinês produzido por aqui
Divulgação/Chery
Fabricado em Jacareí (SP), o Chery Celer é o primeiro chinês produzido por aqui

O primeiro carro chinês produzido no Brasil, o Chery Celer tenta se diferenciar dos rivais por usar apenas o motor 1.5 ACTECO, capaz de gerar 108 cv e 14 kgfm de torque a 3.000 rpm, em conjunto com a transmissão manual de cinco marchas. Mesmo assim, tem venda difícil por aqui, vendendo menos do que muitos outros compactos, o que levou a fabricação bem reduzida no complexo  em Jacareí (SP).

LEIA MAIS: Os 10 carros mais seguros e os menos seguros do Brasil. Confira a lista completa

3º - JAC J3S – R$ 39.990

O
Divulgação
O "anti-Gol" da JAC não deu muito certo, já que o preço subiu por conta do aumento nos impostos dos carros importados

Quando a JAC começou a operar no Brasil, o J3S era sua principal aposta, por ser o carro que deveria desbancar o Volkswagen Gol da liderança. Não foi o que aconteceu, já que veio o aumento no IPI, o que fez os preços subirem. Ainda hoje, é mais barato do que muitos rivais por custar o mesmo que um 1.0, só que equipado com o 1.5 de 127 cv  e 15,7 kgfm a 4.000 rpm. Talvez se não fosse oferecido apenas com o câmbio manual de cinco marchas, poderia vender um pouco mais.

4º - Volkswagen Gol Trendline 1.6 – R$ 44.150

Antigo líder em vendas, o Volkswagen Gol 1.6 consegue ser mais barato do que muitos rivais
Divulgação
Antigo líder em vendas, o Volkswagen Gol 1.6 consegue ser mais barato do que muitos rivais

Das marcas mais conhecidas, o Volkswagen Gol é a que tem o modelo mais barato acima de 1.0. O Gol equipado com o 1.6 de 104 cv  e 15,6 kgfm a 2.500 rpm tem um desempenho interessante, embora pudesse ser substituído pelo 1.6 MSI que antes era reservado à versão Rallye. Por ser a versão Trendline, é bem menos equipada do que os chineses – não tem nem rádio.

5º - Toyota Etios X 1.3 – R$ 45.990

A Toyota não trabalha com motores 1.0 no Brasil, escolhendo usar o 1.3 de 98 cv no Etios
Divugalção/Toyota
A Toyota não trabalha com motores 1.0 no Brasil, escolhendo usar o 1.3 de 98 cv no Etios

Quem quiser um carro de marca japonesa mais barato ganha uma chance com o Etios. Ao contrário das outras fabricantes, o motor que a Toyota oferece no Brasil é 1.3  de 98 cv e 13,1 kgfm a 4.000 rpm, trabalhando junto com a câmbio manual de seis marchas. Seu design pode ser polêmico, mas o conjunto mecânico é muito bom e recebeu boas melhorias na reestilização. O problema é que, nessa versão, é bem despojado

6º - Fiat Palio Attractive 1.4 – R$ 47.610

O Fiat Palio pode viver seus últimos momentos, já que a marca irá apostar em um novo hatchback compacto
Divulgação/Fiat
O Fiat Palio pode viver seus últimos momentos, já que a marca irá apostar em um novo hatchback compacto

Com futuro incerto por conta da chegada do hatch X6H, o Fiat Palio 1.4 pode ser um negócio bom para quem quer pagar pouco e não liga para a desvalorização. Conta com 88 cv e 12,5 kgfm de torque a 3.500 rpm. E câmbio manual de cinco marchas. Por esse valor, o Palio vem na versão Attractive de entrada, então conta com poucos equipamentos, nem rádio tem.

LEIA MAIS: Valor do seguro dos 10 carros mais em conta à venda no Brasil varia bastante

7º - Nissan March S 1.6 – R$ 47.990

Fabricado em Resende (RJ), o Nissan March 1.6 tenta conquistar por sua dinâmica mais acertada
Divulgação/Nissan
Fabricado em Resende (RJ), o Nissan March 1.6 tenta conquistar por sua dinâmica mais acertada

O Nissan March é outro que aposta em um motor 1.6 para as versões mais caras. Gera 111 cv  e 15,1 kgfm de torque a 4.000 rpm – é uma versão mais antiga do 1.6 usado no SUV Kicks. Embora ofereça o câmbio CVT, o modelo mais barato trabalha com o manual de cinco marchas. Seguindo a mesma tendência que os rivais, a configuração S traz um pacote de equipamentos mais modesto, que inclui pelo menos ar-condicionado, direção elétrica e vidros elétricos.

8º - Ford Ka SE 1.5 – R$ 48.090

A ideia da Ford era deixar o Ka mais equipado e um pouco mais caro do que os principais concorrentes
Divulgação
A ideia da Ford era deixar o Ka mais equipado e um pouco mais caro do que os principais concorrentes

A Ford adotou uma estratégia diferente para essa geração do Ka, posicionando mais acima e deixando de lado o segmento de entrada. Como a concorrência acompanhou a subida de preços, o modelo com motor 1.5 consegue entrar na lista. Tem 110 cv e 14,9 kgfm de torque a 4.250 rpm, sempre combinado ao câmbio manual de cinco marchas. Oferece um pouco mais, já que traz itens como rádio com conexão Bluetooth e direção elétrica.

9º - Citroën C3 Origine 1.2 – R$ 48.490

Quando equipado com o motor 1.2, o Citroën C3 torna-se um dos carros flex mais econômicos do Brasil
Divulgação
Quando equipado com o motor 1.2, o Citroën C3 torna-se um dos carros flex mais econômicos do Brasil

Há um motivo muito forte para olhar com mais carinho para o Citroën C3. Seu motor 1.2 PureTech, de 90 cv a 5.750 rpm e 13 kgfm a 2.750 rpm, é o mais econômico do Brasil e faz com que o C3 seja o segundo carro flex de melhor rendimento energético do País – perde para o Peugeot 208, também com essa motorização. Só que, ao contrário do irmão, o hatch da Citroën tem preços mais baixos.

10º - Fiat Uno Way 1.3 – R$ 48.590

A versão aventureira Way é a opção mais barata do Fiat Uno com o novo motor 1.3 Firefly de 109 cv
Divulgação
A versão aventureira Way é a opção mais barata do Fiat Uno com o novo motor 1.3 Firefly de 109 cv

A nova linha de motores Firefly da Fiat nos impressionou. Por enquanto, para conseguir colocar as mãos no 1.3, teria que comprar o Uno Way. Conta com 109 cv  e 14,2 kgfm a 3.500 rpm e é combinado ao câmbio manual de cinco marchas. É o mais caro entre os 10 carros mais baratos acima de 1.0, apesar de seu tamanho. Isso é justificado pelos seus equipamentos, já que conta com sistema Start-Stop.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.