Tamanho do texto

SUV feito no Brasil permitirá chegada da versão manual, de entrada. Saiba mais sobre o início da produção do utilitário esportivo nacional

A Nissan comemora o início da produção do crossover Kicks na fábrica em Resende (RJ). Modelo terá mais versões
Divulgação/Nissan
A Nissan comemora o início da produção do crossover Kicks na fábrica em Resende (RJ). Modelo terá mais versões

Demorou um pouco, mas a Nissan finalmente terminou o treinamento de seus funcionários da fábrica em Resende (RJ) e iniciou a produção do Kicks nacional. O utilitário esportivo deixará de ser importado do México, de onde vinha o carro desde o lançamento, em agosto de 2016. Foram investidos R$ 750 milhões na atualização do complexo com novos equipamentos e preparação dos 700 trabalhadores responsáveis pela linha do SUV compacto.

LEIA MAIS: Nissan Kicks SV Limited mostra no dia a dia que é a versão ideal do SUV

 “A produção do Nissan Kicks em Resende é o resultado da união da grande capacidade profissional dos nossos funcionários com o que há de mais moderno em termos de tecnologias e processos de produção”, diz Hitoshi Mano, vice-presidente de manufatura da Nissan América Latina, no comunicado. A equipe foi preparada para a montagem mais sofisticada do modelo, como o processo de calibração do sistema de visão 360° da versão topo de linha do Kicks.

A fabricante comemora o início da fabricacão do Kicks no Brasil, já que o SUV é um projeto nacional e que será vendido em mais de 80 países. Fizeram até um show no meio da fábrica, com o cantor Daniel. Toda a produção do crossover na fábrica mexicana em Aguascalientes era destinada ao Brasil, cumprindo a promessa da marca de lançar o SUV primeiro no País. Com um atraso na autorização para atualizar a fábrica fluminense e treinar os funcionários, tiveram que pedir ajuda ao México para entregar o Kicks a tempo dos Jogos Olímpicos Rio 2016, para que pudesse ser um dos carros de imagem do evento patrocinado pela Nissan.

LEIA MAIS: Nissan Kicks SL sofre reajuste e passa a custar R$ 91.900. Saiba detalhes

Bom de loja

Até o momento, o alto investimento para produzir o Nissan Kicks no Brasil é bem justificado. O carro é o terceiro SUV compacto mais vendido e fechou março em um empate técnico com o  Renegade – emplacou 3.501 unidades, apenas oito a menos do que o Jeep. Seu potencial para ultrapassar o rival e se aproximar do Honda HR-V é grande, pois ainda não conta com uma versão de entrada, que deve chegar às concessionárias apenas no mês que vem. Seguirá utilizando apenas o motor 1.6 aspirado, de 114 cv e 15,5 kgfm. Além do atual câmbio CVT, irá receber uma configuração com caixa manual.

LEIA MAIS : Aceleramos o Nissan Kicks, SUV rival de Honda HR-V, Jeep Renegade e outros

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.