Tamanho do texto

Novo aplicativo está em fase de testes. Mas a versão tradicional vai continuar valendo em em todo País

Aplicativo para celular vai permitir acessar a CNH digital em todo o território nacional, a partir de fevereiro de 2018
Divulgação
Aplicativo para celular vai permitir acessar a CNH digital em todo o território nacional, a partir de fevereiro de 2018

De acordo com informacões do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a partir de fevereiro de 2018, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vai passar a ser aceita em todo do Brasil também na versão digital. Um novo aplicativo para celular está em fase de testes e vai permitir que o documento seja acessado a partir de uma senha pessoal e certificado por QR Code. Portanto, para visualizar a CNH digital, bastará digitar uma senha para se proteger de fraudes.

LEIA MAIS: CNH passa a contar com QR Code contra falsificações

Entretanto, ainda conforme o que foi divulgado pelo órgão, a versão tradicional da CNH continuará valendo normalmente e será emitida como vem sendo ao longo do tempo. A novidade será apenas mais uma alternativa para poder estar sempre com o documento, sem correr o risco de perdê-lo ou esquecê-lo em casa. Mas, para isso, será preciso fazer um cadastro do site do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), com certificado digital. Em seguida, o motorista receberá um link, por e-mail que terá que ser ativado para poder usar a CNH digital .

LEIA MAIS: CNH: Suspensão mínima agora rende seis meses sem dirigir

A partir de maio último, antes do notícia de que haverá uma versão digital da CNH, o documento passou a contar com QR Code, também para evitar a ação de fraudadores. Esse recurso vai continuar sendo aplicado conforme os prazos de vencimentos do documento

 Mais detalhes da CNH digital

Entre outros recursos, haverá um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento. E o cadastro no Denatran será protegido protegido por um código PIN. Essa senha será exigida todas as vezes em que o acesso ao documento for requerido.

LEIA MAIS: Saiba quais foram as 10 multas de trânsito mais absurdas do mundo

Depois desse registro, a CNH eletrônica é exportada para o aparelho, após a autenticação pelo Denatran por meio da assinatura digital do Denatran. O sistema ainda permite o bloqueio do aplicativo caso o celular seja extraviado. Confira abaixo o video explicativo sobre a nova CNH digital.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.