Tamanho do texto

Versões partem de R$ 51.200 quando equipadas com motor 1.0, e R$ 57.400 com o 1.6. Confira o que a nova opção do sedã compacto oferece

Renault Logan Expression Avantage: aparentemente, a principal diferença estética fica por conta das rodas pintadas
Divulgação
Renault Logan Expression Avantage: aparentemente, a principal diferença estética fica por conta das rodas pintadas

O Renault Logan tem seu portfólio aumentado com a chegada da série especial Expression Avantage, que passa a estar disponível com motores  1.0 e 1.6, ambos da família SCe. A novidade chega com um pacote de equipamentos de fábrica que acaba tornando o preço final mais atraente do que se o cliente tivesse que levar cada item separadamente e pedir para instalá-los na concessionária.  

LEIA MAIS: Renault Kwid e JAC T40 são SUVs? Entenda o fenômeno

Com uma boa lista de itens de série, o Renault Logan Expression Avantage traz sistema multimídia Media Nav Evolution, sensor de estacionamento, câmera de ré, rodas de liga leve de 15 polegadas, além dos vidros traseiros e retrovisores elétricos. O único detalhe externo é o novo acabamento escurecido nas rodas.

LEIA MAIS: Renault Logan renasce com novo motor 1.6

A Renault anuncia que apenas 6 mil unidades do Logan Expression Avantage serão vendidas, com preço sugerido de R$ 51.200 para a versão equipada com motor 1.0 SCe, e R$ 57.400 caso o cliente tenha preferência pelo motor 1.6, da mesma família. Ainda segundo a fabricante, o cliente economiza aproximadamente R$ 750, caso fosse comprar os mesmos equipamentos de série como opcionais.

LEIA MAIS:  Logan mostra qualidade com novo motor 1.0 

Mais confortável e silencioso

A Renault apostou em um motor mais leve e eficiente para o Logan em 2017. Com os novos motores SCe, o conjunto ficou mais confortável e silencioso. A nova motorização é feita de alumínio, com duplo comando de válvulas e variador de fase na admissão, além de contar com injetores no cabeçote e 30 kg a menos que o antigo 1.6. Conforme anunciado pela marca francesa, a potência do motor 1.6 passou de 106 cv para 118 cv, com etanol. E pisando no acelerador, a evolução é evidente.

As respostas ficaram mais rápidas em qualquer situação. E o nível de ruído passou a ficar em patamares mais civilizados. De fato, o carro subiu de nível ao transmitir menos vibrações para o interior, inclusive para comandos como volante e alavanca de câmbio. 

Conforme os dados divulgados pelo Inmetro, o Renault Logan faz 8,8 km/l na cidade e 9,5 km/l na estrada com etanol. Na gasolina, os números vão para 13 km/l e 13,8 km/l, respectivamente.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.