Tamanho do texto

Clássico nacional das décadas de 70 e 80 terá 10 unidades da nova geração entregues aos proprietários

Puma GT Lumimari: projeção do novo esportivo nacional mostra linhas arrojadas e que lembram o clássico
Reprodução/Du Oliveira
Puma GT Lumimari: projeção do novo esportivo nacional mostra linhas arrojadas e que lembram o clássico

Um dos esportivos fora-de-série da indústria nacional está de volta. Trata-se do Puma, cuja nova geração deve ter as primeiras 10 unidades entregues em dezembro aos sortudos que pagaram R$ 150 mil por cada uma. Por enquanto ainda não há imagens oficiais do carro, que vai se chamar Puma GT Lumimari apenas as projeções feitas pelo designer Du Oliveira.

LEIA MAIS: Os dez clássicos mais incríveis esquecidos em garagens

O Puma GT Lumimari será limitadíssimo. Vai ser equipado com motor 2.4, de 180 cv preparado pela própria Puma. Ficará instalado na posição traseira-central na carroceria feita de fibra de vidro e carbono. Isso garante uma boa redução de peso, totalizando 915 kg. O chassi é tubular, feito de aço. A transmissão é manual, de seis marchas, e os freios são a disco nas 4 rodas, com pinças com 4 pistões cada. Também é certo que o Puma GT Lumimari virá calçado em pneus Pirelli Trofeo 225/40 em rodas aro 17 na dianteira, e 244/45 na traseira.

O estilo lembra bastante o carro clássico, como podemos ver na projeção feita pelo próprio criador da releitura, Du Oliveira. Os dez sortudos que tiveram o privilégio de comprar as primeiras unidades do esportivo ganharão convites VIP para todos os eventos da marca, descontos e prioridade na compra de produtos e revisões feitas na fábrica sem custo.

Áureos tempos

Puma GTS: versão original do clássico conversível vinha com motor traseiro, refrigerado a ar, da linha Volkswagen
Renato Bellote
Puma GTS: versão original do clássico conversível vinha com motor traseiro, refrigerado a ar, da linha Volkswagen

Em meados dos anos 60 e durante as décadas de 70 e 80, as importações estavam fechadas no Brasil. Nesse sentido, diversas empresas surgiram para suprir as necessidades de um mercado ávido por novidades. A Puma foi uma delas, tem uma história bastante rica e, sem sombra de dúvida, a fabricante de modelos fora-de- série mais bem-sucedida da época. Além do mercado nacional exportou seus produtos para América, Europa e África, com versões marcantes e que fizeram muita gente sonhar.

LEIA MAIS: Puma GTS recebe preparação leve no motor 1.6 para chegar aos 120 cv

O Puma GT foi o primeiro a surgir. Utilizava chassis e mecânica da DKW, fazendo a marca ficar inicialmente conhecida como Puma DKW. Foram 170 veículos feitos com carroceria de fibra de vidro, com motor e suspensão modificados para uma proposta mais esportiva.

LEIA MAIS: Puma GTB Daytona: confira o vídeo do raro esportivo nacional dos anos 80

De sua linhagem, tivemos a oportunidade de acelerar o Puma GTS. Sua condução é a linha tênue entre um esportivo clássico dos anos 70 e um Fusca. Sua identidade própria proporciona muita desenvoltura para o modelo, e os 120 cv não deixam mentir que estamos falando de um esportivo legítimo. Confira a avaliação do Puma GTB Daytona e GTS nos links acima.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.