Tamanho do texto

Versões S, SE e SE Plus recebem uma série de novidades. Mas a topo de linha Titanium permanece sem mudanças. Próxima geração chega em 2019

Ford Focus
Divulgação
Ford Focus

O Ford Focus é apresentado na Argentina com atualizações interessantes na linha 2018 que também marcarão presença no hatch e no sedã vendidos no Brasil. Com a renovação, o Focus ganha novo fôlego e fica mais completo, mas preserva a mecânica do modelo 2017. Deve chegar ao País nos próximos meses.

LEIA MAIS: Renault usará base do Kwid para fazer minivan e SUV compacto

A linha de motores do modelo fabricado em Pacheco (Argentina) continua contando com o 2.0 16V Duratec nas versões mais caras - SE, SE Plus e Titanium.  No caso da versão mais em conta SE, o carro vem com o 1.6 TiVCT, de 135 cv com etanol. Até o momento, quem estivesse procurando por um Ford Focus com câmbio automático Powershift teria que escolher uma opção a partir da versão SE Plus. Mas, na linha 2018, a caixa de transmissão também aparece como opcional para o Focus SE.  

Ford Focus
Divulgação
Ford Focus

O Ford Focus de entrada ganha nova central multimídia de 4.2 polegadas - antes eram apenas 3.5. A versão acima, SE, ganha câmera de ré, enquanto a SE Plus passa a integrar sistema de estacionamento assistindo em vagas paralelas e perpendiculares. Anteriormente, apenas a versão Titanium contava com o dispositivo.

LEIA MAIS: Ford Fusion Hybrid: sedã de luxo com economia de carro pequeno

Entretanto, a versão SE perde a funcionalidade de navegação integrada (GPS). Para utilizar o sistema, o motorista terá que recorrer à compatibilidade Android Auto e Apple Car Play, lembrando que o último é capaz de reproduzir informações do aplicativo Waze.

A próxima geração

Como fica evidente, o Focus argentino recebeu apenas uma leve atualização. A intenção da Ford é manter a competitividade do modelo, que está para ser renovado por completo em 2019. E algumas unidades do novo projeto já foram flagradas em teste, revelando algumas características interessantes para sua quarta geração.

LEIA MAIS: Ford EcoSport Titanium: como anda a versão topo de linha do SUV?

O visual irá acompanhar as mudanças que a Ford implementou no novo Fiesta, utilizando uma plataforma global que permite manter as mesmas dimensões do modelo atual, porém, aumentando o espaço entre-eixos. Ele também deve ficar até 50 kg mais leve. E apesar de informações sobre sua motorização continuarem em segredo, é certo que a Ford irá focar na eficiência de novos motores.

Lá fora, o Ford Focus pode apostar no 1.0 Ecoboost, de três cilindros, disponível com 100, 123 e 138 cv de potência, dependendo da versão. Além disso, os motores das versões esportivas, desenvolvidas pela Ford Performance, devem superar os 275 cv. No Brasil, podemos esperar também pelo mesmo motor 1.5, três cilindros, com  137 cv, que equipa muito bem o novo EcoSport. E deverá ter uma versão turbinada, mais adiante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.