Tamanho do texto

SUV urbano mostra competência para encarar os desafios do off-road. Veja como o carro se saiu em circuito de terra, cheio de obstáculos

Mercedes-Benz GLE 350D: SUV de luxo é capaz de encarar trechos de terra sem frescura com ajuda da tecnologia
Cauê Lira
Mercedes-Benz GLE 350D: SUV de luxo é capaz de encarar trechos de terra sem frescura com ajuda da tecnologia

O sol castigava a tarde em Tuiuti, no interior de São Paulo. Já estive aqui em outras ocasiões, acelerando alguns esportivos com força na sinuosa pista do Haras. Cenário perfeito para repetir a dose, mas hoje a experiência é diferente. Sabe todas essas siglas que acompanham a ficha técnica dos utilitários mais caros? Na maioria das vezes nem sabemos para que servem, pois o meio urbano não permite que toda a tecnologia embarcada em um Mercedes-Benz de luxo se manifeste.

LEIA MAIS: SsangYong Tivoli 1.6: confira as primeiras impressões do novo SUV

Pois bem,  topamos entender como os sistemas funcionam na prática. A nova - e ousada - pista de off-road do Haras Tuiuti faz-se o cenário perfeito para a prova. Tratando-se de uma avaliação de equipamentos de assistência e segurança que acabam aparecendo em vários carros da Mercedes-Benz, iremos focar na experiência ao volante do GLE 350D, um dos SUVs mais completos da marca da estrela de três pontas.

Sistema anti-derrapagem em aclive

Força do motor turbodiesel e os sistemas de controle de tração ajudam a superar até um paredão de terra
Divulgação
Força do motor turbodiesel e os sistemas de controle de tração ajudam a superar até um paredão de terra

A bordo do Mercedes-Benz GLE 350D, paro em frente ao aclive íngreme do percurso. As fotos parecem não trazer a perspectiva de quem está em um utilitário prestes a enfrentar essa subida. Aos olhos de quem está sentado no banco do motorista, parece até um paredão vertical de terra sem fim. “O segredo é confiar no carro” diz o instrutor da marca sentado ao meu lado, percebendo certa desconfiança nas capacidades o GLE 350D.  Pode parecer loucura, mas trata-se de um carro urbano, não? “Apenas afunde o pé no acelerador e mantenha as mãos no volante. Não há necessidade de ficar dosando a potência no pedal”.

LEIA MAIS: Hyundai Creta Pulse Plus: andamos na versão mais interessante do SUV

Dito e feito. Afundo o pé no acelerador com força e o GLE dispara na direção do barranco. Até a metade da subida, o SUV não demonstrava qualquer esforço para completar o desafio. São 258 cv de potência e mais de 60 kgfm de torque. Chegando no alto do cume, uma das rodas traseiras acabou entrando no trilho de terra deixado por outras passagens. A pista já estava um tanto quanto castigada pela repetição dos exercícios, e foi aí que o sistema anti-derrapagem em aclive entrou em ação. A assistência distribui a tração conforme a necessidade. No caso, o carro perderia força por conta de uma das rodas que girava em falso na terra.

“Pode continuar pisando”, diz o instrutor com veemência. Após alguns segundos derrapando - poucos o suficiente para eu nem perceber o tempo passando - o GLE 350D supera seu desafio com louvor. Pude, enfim, soltar uma exclamação de alívio. As outras passagens no mesmo aclive foram bem mais simples, compreendendo a capacidade do SUV.

Controle de descida

O popular downhill assist se manifestou poucos minutos depois. Como a frente do GLE 350D é alta, não conseguia nem enxergar o percurso da descida. Aperto um botão localizado no console central para acionar a assistência e direciono o volante para o aclive. Sem que eu precisasse pisar no pedal, o GLE foi administrando a frenagem na descida de maneira autônoma. Senti segurança até para grudar as panturrilhas no banco, afastando meus pés dos pedais por completo.

Travamento de frenagem em inclinação

Mesmo com uma das rodas no ar, pode-se controlar com o carro com os sistemas voltados para trechos fora do asfalto
Divulgação
Mesmo com uma das rodas no ar, pode-se controlar com o carro com os sistemas voltados para trechos fora do asfalto

Chegando no ponto mais angular do trajeto, com o GLE 350D em um alive de mais de 45°, o instrutor pede para interromper a descida. O SUV integra um sistema de travamento capaz de deixar o carro estático em qualquer situação. “Pise com força no pedal de freio”, diz o rapaz. Obedeço, e uma luz de alerta se acende no cluster digital. “Agora pode tirar o pé do freio”, autoriza ele.

LEIA MAIS: Renault Captur 1.6 CVT revela a melhor face do SUV compacto

O GLE 350D permaneceu parado no aclive, como se ainda estivesse com o pé no freio. Se fosse possível ficar em pé na terra em uma inclinação daquele tipo, poderia até descer do carro. Para desativar o sistema, basta pisar no freio e o Mercedes-Benz GLE será desbloqueado.Ficam evidentes as propriedades do GLE, mesmo que não tenha sido feito para enfrentar algo mais extremo que uma estrada de terra no caminho do sítio. Loucura mesmo é imaginar que este utilitário  esportivo custa R$ 443.900 na versão 4MATIC Sport.

Ficha Técnica:

Preço R$ 443.900
Motor 3.0 V6, diesel
Potência 258 cv a 3.400 rpm
Torque 63,2 kgfm a 1.600 rpm
Transmissão Automática de nove marchas, tração integral
Suspensão Independente, braços sobrepostos (dianteira e traseira)
Freios Discos ventilado (dianteira), disco sólido (traseira)
Dimensões 4,8 m (comprimento / 1,93 m (largura) / 1,79 m (altura), 2,9 m (entre-eixos)
Tanque 93 litros
Consumo 8,8 km/l na cidade, 12,1 km/l na estrada (dados do Inmetro)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.