Tamanho do texto

Corvette conversível mais insano já feito pela GM é atração no Salão de Dubai (Emirados Árabes). Confira mais sobre o esportivo

Chevrolet Corvette ZR1 conversível: Agora a sinfonia do V8 que berra alto pode ser melhor ouvida, junto ao vento nos cabelos
Divulgação
Chevrolet Corvette ZR1 conversível: Agora a sinfonia do V8 que berra alto pode ser melhor ouvida, junto ao vento nos cabelos

A nova versão conversível do Chevrolet Corvette ZR1 é revelada no Salão do Automóvel de Dubai (Emirados Árabes). Extremo, sofisticado e com vasta utilização de materiais de ponta que garantem melhor desempenho e qualidade na montagem do ícone americano, o Corvette ZR1 aprimora ainda mais o trabalho que o time de engenharia da GM fez no modelo Z06.

LEIA MAIS: O que Pelé, Speed Racer e a Corvette Stingray C3 possuem em comum?


Todo  Chevrolet Corvette que recebe o logo “ZR1” se transforma em um verdadeiro quebrador de recordes, pois seu motor é o mais potente da série. Ele traz um poderoso V8 de 6.2 de 755 cv e 96,8 kgfm, pouco mais do que a Lamborghini Aventador SV (carro mais caro que roda no Brasil, de R$5 milhões), além de um câmbio manual de sete marchas ou um automático de oito. A marca ainda não revelou a velocidade máxima do conversível, mas sabemos que o Corvette ZR1 é capaz de chegar aos 336 km/h em sua versão cupê.

LEIA MAIS: Chevrolet celebra 65 anos do Corvette com nova série limitada

Espartano, mas moderno. Exagerado, mas coerente

Por questões de redução de peso e aprimoramento de rigidez estrutural, muitos componentes do Chevrolet Corvette ZR1 conversível são fabricados em fibra de carbono. O acabamento interno faz alusão aos carros de corrida da marca, com cores vibrantes nos cintos de segurança. Os detalhes que imitam aço escovado ganham revestimento em bronze na moldura do miolo do volante. Tudo isso faz jus à proposta esportiva do Vette . Mesmo com a atmosfera espartana na cabine, sistema multimídia e cluster parcialmente digital dão um aspecto mais tecnológico. 

LEIA MAIS: Conheça 5 supercarros raros que ainda podem ser encontrados à venda no Brasil

A GM também foi pontual em seu comportamento dinâmico. Ele traz dois modos de gerenciamento: um adequado para caráter mais veloz, enquanto o outro é voltado para maior geração de pressão aerodinâmica. Este último opcional se chama “ Performance Package ” e conta com asa traseira ajustável, além de um bico dianteiro que volta o ar exterior para cima, colando o Chevrolet Corvette ZR1 no chão a um total de 430 kg de pressão. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.