Tamanho do texto

O segmento que mais cresce no País ficaria ainda mais competitivo com estas opções. Saiba quais são os modelos que não podemos comprar oficialmente

Queira você queira ou não, os SUVs vieram pra ficar. Para o brasileiro moderno, não importa o espaço interno de um sedã médio, ou o porta-malas de uma perua. A moda agora é investir mais de R$ 80 mil em um utilitário esportivo para andar no alto. Mas mesmo em um segmento tão competitivo e aclamado, algumas marcas têm opções interessantes fora do Brasil que poderiam muito bem ser vendidas por aqui. Com isso em mente, a reportagem do iG Carros revela os SUVs mais legais do resto do mundo que você ainda não tem o prazer de dirigir.

LEIA MAIS: SUVs: qual a razão de ainda termos preconceito contra eles?

1- Hyundai Kona (a partir de R$ 66 mil em Portugal)

Hyundai Kona: uma das muitas apostas da Hyundai no segmento de SUVs tem desenho arrojado, entre outra qualidades
Divulgação
Hyundai Kona: uma das muitas apostas da Hyundai no segmento de SUVs tem desenho arrojado, entre outra qualidades

O Kona é a opção compacta da Hyundai para Europa e Estados Unidos entre os SUVs . Sua principal diferença em relação ao nosso Creta é o nível de sofisticação: o acabamento interno tem a mesma qualidade e utiliza os mesmos materiais do novo i30. É como se o Kona fosse uma transição entre Creta e ix35, trazendo as proporções do compacto e o refinamento do médio.

São quatro opções de motorização, sendo três a gasolina e uma diesel. Destacamos o 2.0 de 149 cv e 18,3 mkgf com câmbio automático de seis velocidades a gasolina. Há também um 1.6 turbo, que entrega 177 cv e 27 kgfm, com câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas que permite aceleração de 0 a 100 km/h em 12 segundos.

2 - Fiat 500X (a partir de R$ 98 mil na Argentina)

Fiat 500X: o charme do subcompacto com a funcionalidade de um SUV com a mesma base do Jeep Renegade
Divulgação
Fiat 500X: o charme do subcompacto com a funcionalidade de um SUV com a mesma base do Jeep Renegade

A família Cinquecento faz sucesso nos Estados Unidos e deu origem a vários carros legais com visual retrô. Entre eles, destacamos o 500X, que utiliza a mesma plataforma do nosso Jeep Renegade. Os hermanos, por sua vez, terão o SUV compacto na Argentina em 2018.

LEIA MAIS: Hyundai Creta é o SUV mais vendido de novembro. HR-V lidera o ano

Seguro e bem equipado, o Fiat 500X conta com seis airbags, controle de estabilidade e tração e assistente de partida em aclive. Ele está disponível com motor 1.4 turbo em duas versões: com 140 cv e 170 cv de potência. Por se tratar de um modelo importado da Itália, o Fiat 500X tem 35% de tributação (à qual o Jeep Renegade feito no Brasil está isento). Dessa forma, o SUV compacto acaba ficando bem mais salgado que o modelo da Jeep no país vizinho.

3 - Nissan Qashqai (a partir de R$ 80 mil na Alemanha)

Nissan Qashqai: SUV aparecer entre os destaques de venda na Europa, chegou a ter  cogitada sua chegada ao Brasil
Divulgação
Nissan Qashqai: SUV aparecer entre os destaques de venda na Europa, chegou a ter cogitada sua chegada ao Brasil

Sim, é um nome complicado. Uma homenagem que a Nissan fez ao grupo de aldeias formadas por turcos no norte do Irã. O Qashqai ocupa a lacuna entre Kicks e Juke, no mesmo patamar do Jeep Compass. E o utilitário da Nissan faz bastante sucesso na Europa, sempre aparecendo entre os destaques nas vendas.

Ele pode vir equipado com motor 1.2, a gasolina de 115 cv de potência, ou outras duas opções a diesel: 1.5 de 110 cv e 1.6 de 130 cv. A Nissan já chegou a ensaiar uma possível vinda do Qashqai ao Brasil, mas nunca chegou a uma decisão definitiva. Sendo um dos carros mais competentes do mercado europeu, esperamos que a marca japonesa se inspire no sucesso do Compass e traga definitivamente o Qashqai ao nosso País.

4- Ford Kuga (a partir de R$ 116 mil na França)

Ford Kuga: com porte de VW Tiguan, seria uma opção interessante para o Brasil, onde ainda tem chances de ser vendido
Divulgação
Ford Kuga: com porte de VW Tiguan, seria uma opção interessante para o Brasil, onde ainda tem chances de ser vendido

O Kuga ocupa a lacuna que existe entre EcoSport e Edge, no mesmo segmento do Volkswagen Tiguan. É como se fosse um SUV do Focus, utilizando até a mesma plataforma do hatch médio. Ele pode vir equipado com uma gama de motores 1.5 e 2.0 diesel, de 150 cv e 180 cv, contanto também com uma opção mais barata a gasolina 1.5 EcoBoost, de 130 cv.

LEIA MAIS: Jeep Compass é o novo modelo a ser batido e imitado. Mas quem conseguirá?

Seu pacote tecnológico também está em dia com o segmento. O Kuga traz sistema de frenagem de emergência, detector de ponto-cego e controle de permanência em faixa. O sistema multimídia é o mesmo Sync 3, que já equipa os modelos da Ford por aqui.

5- Honda BR-V (a partir de R$ 83 mil na Tailândia)

Honda BR-V: para grandes famílias que não querem andar rápido, mas que não abrem mão de espaço interno
Divulgação
Honda BR-V: para grandes famílias que não querem andar rápido, mas que não abrem mão de espaço interno

Misturando traços dos irmãos CR-V e HR-V, a aposta da Honda para o mercado asiático é capaz de transportar sete pessoas em três fileiras de bancos. Para tal, a marca japonesa compôs um design mais inflado para reforçar o espaço interno do crossover, dando ao BR-V um caráter de monovolume. Destacamos a grande área envidraçada, que facilita o ângulo de visão em manobras mais simples.

Apesar do tamanho, o Honda BR-V traz o motor 1.5 i-VTEC, de 118 cv de potência, que trabalha em conjunto com uma transmissão CVT, ou manual de seis marchas. Freios do tipo ABS, distribuição eletrônica da frenagem, controle de estabilidade e assistente de partida em rampas compõem o pacote de segurança.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.