Tamanho do texto

Trata-se de um adas únicas 82 unidades produzidas, antes de virar o 911, por causa da Peugeot. Saiba mais detalhes sobre a raridade

Porsche 901: Bastante raro, ele é o
Divulgação
Porsche 901: Bastante raro, ele é o "911" que certamente todos os colecionadores gostariam de ter na garagem

O museu da Porsche, em Stuttgart, revela a chegada do 901, irmão gêmeo da primeira geração do 911, antepassados da geração atual. O exemplar vermelho é o 57º a ser produzido e acaba de ser restaurado, após ter sido achado abandonado em um celeiro, em 2014. O outro modelo encontrado com o 901 é um 911 L, de 1968, que não será restaurado, mas mantido como uma parte da história. A Porsche pagou o equivalente a R$ 414.900 pelo 901 e R$ 56.000 pelo 911 L, em uma conversão simples.

LEIA MAIS: Aceleramos o novo Porsche Panamera E-Hybrid na pista

O Porsche 901 , apesar de ser igual ao primeiro 911, pode ser considerado um “filho bastardo” da marca, já que teve somente 82 unidades produzidas e vendidas por intervenção da Peugeot. O que a marca francesa tem a ver com as decisões dos outros? O que acontece é que ela tinha, em 1963  (e ainda tem), o registro sobre nomes de carros que tivessem um “0” entre outros dois números. Diante disso, o pragmatismo alemão entra e muda para “911”, dando a luz à lenda automotiva.

LEIA MAIS: Porsche vence as duas primeiras corridas da Petit Le Mans

Conjunto mecânico

O motor dos Porsche 901 e 911 é um boxer, de seis cilindros e dois litros, capaz de entregar 130 cv e 16,5 kgfm de torque a 4.600 rpm. O bloco é de liga leve, assim como os cabeçotes, mas os cilindros são de ferro fundido. Enquanto isso, o virabrequim é de aço forjado e o sistema de lubrificação usava cárter seco, como nos carros de corrida. O diferencial do Porsche 901 é, de fato, a exclusividade e o pedaço de história que representa para a marca e para o automobilismo.

LEIA MAIS: Porsche inaugura centro de distribuição de peças em São Paulo

A absoluta maioria dos aficionados pela marca, por carros e automobilismo sonham em um dia visitar o museu, pois lá se encontram diversos exemplares únicos. Agora ainda mais, com a chegada do único Porsche 901 da coleção e que acaba de ser restaurado. A marca alemã reúne uma legião enorme de fãs, que veneram a sua trajetória lendária de sonhos que desperta, bem como sucesso nas pistas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.