Tamanho do texto

Picape customizada terá apenas 500 unidades produzidas. Mudanças incluem pintura exclusiva e acessórios para uso off-road

Volkswagen Amarok: as trilhas e trajetos off-road darão boas vindas à picape da marca alemã com as mudanças adotadas
Divulgação
Volkswagen Amarok: as trilhas e trajetos off-road darão boas vindas à picape da marca alemã com as mudanças adotadas

Uma equipe especializada em customização, chamada Pickup Design, modifica uma Volkswagen Amarok para dar uma diversificada no aspecto conservador do utilitário. O resultado é um visual aventureiro, que dá um jeito mais descolado à picape, que recebeu para-choques reforçados, entradas de ar agressivas, para-lamas e rodas na cor preta, bem como um protetor de cárter com aspecto robusto e um poderoso farol de LED no teto. As trilhas e off-road agora chamam a picape.

LEIA MAIS: Volkswagen Amarok SE tem bons atributos para picape média básica

A exclusividade dessa Volkswagen Amarok também pode ser notado por dentro, onde o estofamento é revestido de couro preto, mas há detalhes em marrom suave e volante esportivo. Se você sonha em ter uma dessas, corra, pois somente 500 unidades serão produzidas.

LEIA MAIS: Volkswagen é condenada a pagar R$ 1 bilhão a donos de Amarok no Brasil

A Amarok padrão

Reestilizada em novembro de 2016, a picape passou a contar com um novo desenho para a parte da frente. No Brasil, o utilitário é vendido a preços que começam em R$ 116.500 na versão S e chegam aos R$ 181.000 na versão Highline Extreme. Quanto à estética, a grade adota um estilo semelhante ao da irmã menor Saveiro, que passou por uma reestilização no ano passado, com filetes mais espessos e integradas aos faróis. As luzes de neblina têm formato retangular, abandonando o antigo estilo redondo. A traseira é praticamente a mesma, já que a única alteração foi no desenho interno das lanternas.

LEIA MAIS: Volkswagen mostra Kombi do futuro, que dispensa motorista. Veja fotos

O motor é o 2.0 turbodiesel, de 140 cv com 34,7 kgfm (na versão S) e de 180 cv com 40,8 kgfm nas versões SE, Trendline, Highline e Extreme. Ao contrário da concorrência, a Volkswagen Amarok não tem motores flex como opção à venda no Brasil, pelo menos até fevereiro de 2018. O câmbio é manual, de seis marchas, ou automático, de oito, este que está disponível somente nas versões Trendline e superiores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.