Tamanho do texto

Em um ano de poucos lançamentos para a marca italiana, furgão será importado do México com novo design. Saiba mais detalhes

Fiat Ducato 2018: virá do México com novo design, mas preserva conjunto mecânico do modelo brasileiro
Divulgação
Fiat Ducato 2018: virá do México com novo design, mas preserva conjunto mecânico do modelo brasileiro

O Grupo FCA não terá muitos lançamentos em 2018. Junto do sedã Cronos e do utilitário esportivo Jeep Wrangler, teremos também a chegada da nova geração da van Fiat Ducato, confirmada para o Brasil durante um evento de fim de ano realizado à imprensa. Detalhes sobre versões, entretanto, ainda não foram revelados.

LEIA MAIS: Fiat Toro enfrenta Renault Duster Oroch: qual das duas vence?

Comparado ao Ducato brasileiro, projeto do final dos anos 90 na Europa, o novo modelo é bem mais moderno. Começou a ser vendido no mercado europeu em 2014  e chegará ao Brasil com o mesmo 2.3, turbodiesel, que gera 127 cv de potência e 32,6 kgfm de torque a 1.800 rpm que equipa a geração atual. Nessa configuração, e aliado ao câmbio manual de seis marchas, o furgão pode chegar a 155 km/h, de acordo com a fabricante. No México, o  Fiat Ducato é vendido apenas na configuração de carga, com 9,5 m³, 11,5 m³ e 15 m³ de capacidade. Ou seja, o modelo que conseguia levar até quinze passageiros não terá substituto direto. 

LEIA MAIS: Aceleramos o Fiat Coupé no Autódromo de Interlagos

O que não falta é espaço no interior do Ducato, que tem versões de até 15 metros cúbicos de capacidade
Divulgação
O que não falta é espaço no interior do Ducato, que tem versões de até 15 metros cúbicos de capacidade

De acordo com a Fiat, a Ducato tem a intenção de aliar eficiência, tecnologia, estilo e conforto. Traz injeção direta de combustível, airbags para motorista e passageiro e direção hidraulica. Destaque também para a boa quantidade de porta-objetos espalhados pelo habitáculo: de porta-copos a alojamentos para pequenas coisas. A marca também diz que o design externo foi inspirado nos shinkansen , os tecnológicos trem bala japoneses. Suas linhas são bem mais afiadas que as do Mercedes-Benz Sprinter e Renault Master, fazendo com que o Ducato tenha um pouco mais de apelo visual.

Jumpy no Brasil

Citroën Jumpy: novo furgão da marca francesa é menor que Fiat Ducato, Renault Master, Mercedes Sprinter e companhia
Divulgação
Citroën Jumpy: novo furgão da marca francesa é menor que Fiat Ducato, Renault Master, Mercedes Sprinter e companhia

No segmento de furgões compactos, tivemos o recente lançamento do Citroën Jumpy no Brasil. Sucesso na Europa, o modelo chega ao nosso País por R$ 79.990. Ele aparece com o novo 1.6 Turbo Diesel BlueHDi, aliado ao câmbio manual de seis marchas. O estilo externo reflete a linguagem visual que a Citroën adota em seus carros urbanos, porém, com caráter mais robusto.

LEIA MAIS: Jeep revela mais detalhes do Wrangler que será vendido no Brasil em 2018

A grade frontal preserva o design em que os filetes que formam o símbolo da Citroën, ao centro, são conduzidos até os faróis. A frente também se caracteriza pelo amplo para-choque que integra as grades de entrada de ar pretas, que contrastam e enaltecem o estilo robusto do modelo, assim como as luzes diurnas de segurança. Na traseira, um desenho que foge do convencional, com lanternas largas. As portas traseiras são capazes de abrir em 180°, facilitando o acesso. As proporções do Citroën Jumpy: 5.3 m de comprimento, 2.2 m de largura e distância entre-eixos de 3.2 m. Assim como o Fiat Ducato, apesar de ser um utilitário, o Jumpy vem com interior moderno e confortável, como se fosse um carro de passeio. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.