Tamanho do texto

Somente 19 unidades foram produzidas, sendo que o exemplar é um dos únicos três de corrida e já passou pelas mãos de Jim Clark, piloto de F1

Aston Martin DG4GT Zagato: É um dos únicos três exemplares feitos com especificações de corrida
Divulgação
Aston Martin DG4GT Zagato: É um dos únicos três exemplares feitos com especificações de corrida

Um dos 19 Aston Martin DB4GT Zagato é anunciado para ir a leilão Bonhams, em 19 de julho, no Reino Unido. O clássico é um dos únicos três exemplares feitos com especificação de corrida DP209, com teto mais baixo; traseira remodelada e aerofólio mais largo; bem como uma dianteira alongada e achatada. Segundo o especialista James Knight, espera-se que bata o recorde de carro mais valioso já vendido na Europa, com previsões de ser arrematado entre R$ 45 milhões e R$ 68 milhões.

LEIA MAIS: Jaguar D-Type de Stirling Moss será leiloado nos EUA e pode atingir R$40 milhões

Entretanto, esses não são os únicos motivos para ter sido anunciado com relativa antecedência, pois o carro de corrida, do ano de 1961, já passou pelas mãos de ninguém menos que Jim Clark, bicampeão da Fórmula 1, em 1963 e 1965, ano em que também venceu das 500 Milhas de Indianápolis. Os conhecedores do automobilismo vão saber que esse Aston Martin se envolveu em um dos acidentes mais famosos, que na RAC Tourist Trophy, em Goodwood, em 1962, rodou e se chocou contra a Ferrari 250 GTO de John Surtees, bem como com uma Ferrari 250 GT SWB, na sequência.

LEIA MAIS: Porsche raro é arrematado por US$ 16 milhões nos Estados Unidos

Um Jaguar tão raro quanto

Um Jaguar D-Type conversível, de dois lugares, foi vendido por US$ 21,8 milhões em agosto de 2016 em um leilão da RM Sotheby’s, em Monterrey (EUA), por R$ 70 milhões, tornando-se o automóvel britânico com preço arrematado mais alto na história. O esportivo tem motor 3.4,  de seis cilindros em linha, com 235 cv e 33,4 kgfm a 4.000 rpm. Segundo a marca inglesa, o carro vai de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e pode atingir 280 km/h na forma de capota fechada, ou 261 km/h, sem o teto. Esse carro é para quem gosta de vento nos cabelos ao extremo.

LEIA MAIS: Ford Mustang Shelby vai a leilão e deve ser arrematado por quase R$ 1 milhão

Renomado e recheado de pedigree, o Aston Martin certamente irá atrair interessados do mundo inteiro, e o felizardo que puder comprá-lo, não terá apenas um veículo raro, bonito e bem à frente de seu tempo na garagem, como também um pedaço bastante importante da história do automobilismo mundial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.