Tamanho do texto

O roubo é o maior dos motivos para os altos preços. Além disso, há o risco de quedas, que conta muito para o custo da cobertura de danos

De acordo com os dados levantados pelo marketplace de seguros Thinkseg, a cada hora há registo de 4 roubos de motos
Divulgação
De acordo com os dados levantados pelo marketplace de seguros Thinkseg, a cada hora há registo de 4 roubos de motos

Dos 5,3 milhões de motociclistas que circulam no sudeste, apenas 1% tem seguro de moto. No nordeste, onde o número de motocicletas supera o de carros, a situação é ainda mais crítica: somente 0,65% são asseguradas, segundo levantamento feito pelo marketplace de seguros Thinkseg. Sem seguro para um dos meios de transporte mais populares, a maioria dos motoboys e mototáxis (comum no nordeste) rodam desprotegidos, correndo o risco de ficar no prejuízo se forem vítimas de furto ou roubo - algo nada incomum de acontecer, uma vez que há registro de 4 roubos a cada hora.

LEIA MAIS: Veja quanto saem os custos dos seguros das 10 picapes mais vendidas do Brasil, em 2017

Além dos baixos índices relacionados ao seguro de moto , em 2017 os financiamentos de motocicletas representaram um total de 14,3%, segundo dados coletados pela Cetip. No ranking dos estados do sudeste, São Paulo (23%) e Minas Gerais (8,5%) são os que mais financiaram motos no País. Em três estados do nordeste, Ceará, Bahia e Pernambuco, as motos representaram 14,21% dos financiamentos.

LEIA MAIS: Confira quanto saem os custos dos valores dos seguros dos carros mais baratos do Brasil, na hora de consertar

Preços altos que espantam os motociclistas

Segundo avaliação da Federação Interestadual das Regiões Norte e Nordeste dos Trabalhadores em Transportes de Mototaxistas e Taxistas (Fenordest), o alto preço do seguro afasta os motociclistas na hora de fechar um seguro. No nordeste, motoboys e mototáxis chegam a rodar, em média, 15 horas diárias, por todos os lugares, sendo alvos fáceis para furto e roubo. Em São Paulo, esses riscos também são iminentes, pois além disso, as motocicletas percorrem longas distâncias, em função da dimensão da cidade. Isso sem falar no risco de quedas, o que encarece a cobertura por danos.

LEIA MAIS: Os seguros dos 10 carros mais vendidos do Brasil variam bastante. Confira os preços e o que geram essas variações

Ante a essa realidade, a Thinkseg oferece um serviço de seguro de moto a partir de R$ 59,00 ao mês. “Em cinco segundos, a pessoa tem a sua cotação pronta”, completa o CEO da Thinkseg, Andre Gregori. A empresa conta com um aplicativo para Android e IOS, que monitora o comportamento do usuário na direção e oferece descontos na renovação do seguro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.