Tamanho do texto

Sedã ganha nova lanternas de LED e mais equipamentos nas versões de entrada. Poderá estar no Salão do Automóvel, entre 8 e 18 de novembro

Tal como o Fiesta, como destaque na dianteira o novo Ford Fusion vai trocar a grade de frisos pela nova
Divulgação
Tal como o Fiesta, como destaque na dianteira o novo Ford Fusion vai trocar a grade de frisos pela nova

O Ford Fusion 2019 será apresentado no Salão de Nova York (EUA), entre 30 de março e 8 de abril, com exterior reestilizado e mais equipamentos. Entre as maiores diferenças, merecem destaque um novo par de lanternas traseiras com LED no lugar de lâmpadas, grade dianteira e tampa do porta-malas renovados, além de outros detalhes menores.

Para o interior, apesar de seu visual seguir o mesmo, a versão de entrada virá com assistentes de direção que antes vinham somente na versão de topo, que incluem frenagem automática, leitura de pedestres, aviso de ponto cego, faróis adaptativos, assistente de mudança de faixa e câmera traseira. Nos Estados Unidos, o carro estará disponível nos próximos meses. Mas, no Brasil, a Ford prefere não comentar sobre estratégias futuras.  Mesmo assim, existem chances do sedã ser mostrado no próximo Salão do Automóvel, ente 8 e 18 de novembro. 

LEIA MAIS: Ford EcoSport surgirá totalmente renovado e mais moderno em 2020

A versão SE do Ford Fusion terá o mesmo motor do Ecosport, um 1.5 EcoBoost, de 3 cilindros, bem como ar-condicionado com duas zonas. Como opcional de motorização, os clientes poderão optar pelo 2.0 híbrido, com câmbio automático CVT. Além disso, o carro virá com o sistema multimídia SYNC 3, com tela de 8 polegadas, Apple CarPlay e Android Auto, e WiFI com capacidade de rotear até 10 aparelhos celulares.

LEIA MAIS: Ford Ecosport Storm 4x4 vem para disputar com SUVs médios

Luxo e mais equipamentos

Na traseira, as maiores mudanças são uma nova tampa do porta-malas e um novo par de lanternas traseiras em LED
Divulgação
Na traseira, as maiores mudanças são uma nova tampa do porta-malas e um novo par de lanternas traseiras em LED

Partindo para a versão SEL, contará com estofamento mais refinado, 10 diferentes posições de dirigir e volante revestido de couro. Enquanto isso, o Fusion de topo Titanium terá, também, aquecimento no volante e nos assentos, bem como GPS, cintos de segurança infláveis nos bancos de trás, teto solar, sistema de  som da Sony com 12 alto-falantes, rodas aro 19 polegadas e controle de cruzeiro adaptativo.

LEIA MAIS: Ford lança versões renovadas do Fiesta a partir de R$ 56.690

O sistema híbrido do Ford Fusion é plug-in, ou seja, pode ser conectado à tomada de energia para recarregar. Além disso, o carro usa o calor dos freios e quando o sedã estiver em descidas. Por isso, frenagens suaves, que usam o máximo da energia do movimento do carro, contribuem com o carregamento. Conta com uma bateria de íon-lítio, de 9 kWh, capaz de sustentar uma autonomia de 40 km no modo 100% elétrico. Já o motor V6 EcoBoost, de 2,7 litros de cilindrada, produz 325 cv e 51 kgfm, que funciona com caixa de câmbio automática de 6 marchas e sistema de tração integral.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.