Tamanho do texto

Levantamento da Bidu enumera as apólices mais em conta deste segmento

Antes de comprar um entre os novos sedãs médios, você deverá realizar uma série de cálculos e pesquisas. Cesta de peças, IPVA e gastos diários com combustível podem ser alguns dos principais tópicos, mas o seguro é uma das etapas mais importantes neste processo. É sempre complicado tocar neste assunto de forma precisa, uma vez que a cotação do seguro dependerá muito do perfil do condutor.

LEIA MAIS: Os 5 carros mais caros de consertar, de acordo com o CESVI

Idade, vizinhança e algumas características de comportamento podem interferir diretamente neste valor. A Bidu, plataforma online de comparação de apólices, preparou um ranking com os valores mais baixos entre os sedãs médios disponíveis no Brasil, considerando um homem de 35 anos, que mora em São Paulo.

4 - VW Jetta - R$ 4.525

VW Jetta
Renato Maia/iG
A lista dos seguros mais em conta entre os sedãs médios começa com o modelo da Volkswagen, de acordo com a Bidu

De acordo com o levantamento da Bidu, o Volkswagen Jetta tem o seguro mais caro entre os modelos da lista. O valor médio para um homem de 35 anos, morador da cidade de São Paulo e que sempre deixa o carro em garagens fechadas é de R$ 4.525 por ano.

Atualmente, o VW Jetta está disponível em três versões, todas equipadas com o mesmo motor 1.4 turbo de 150 cv de potência e 25,0 kgfm de torque: 250 TSI (R$ 99.990), Comfortline (R$ 109.990) e R-Line (R$ 119.990).

3 - Ford Focus Fastback - R$ 3.355

Focus Fastback
Divulgação
A medalha de bronze fica para o Ford Focus Fastback, terceiro colocado entre os sedãs médios com valor em conta

Com mais de R$ 1 mil de desconto em relação ao seguro do VW Jetta, o Ford Focus Fastback surge na terceira colocação. De acordo com o Bidu, o valor médio para este mesmo perfil é de R$ 3.355.

LEIA MAIS: Veja 5 carros seminovos que não teríamos

Tal como o rival alemão fabricado no México, o modelo da Ford também está disponível exclusivamente com motor 2.0 de 178 cv de potência e 22,6 kgfm de torque, acoplado ao câmbio automatizado de seis velocidades. São cinco versões, começando na SE (R$ 74.990), e partindo para SE com Sync 3 (R$ 76.490), SE Plus (R$ 80.990), Titanium (R$ 91.990) e Titanium Plus (R$ 96.990).

2 - Honda Civic - R$ 3.110

Honda Civic 2019
Divulgação
Com uma boa disponibilidade de versões entre os sedãs médios, o Civic fica com a medalha de prata

Boa notícia para quem sempre quis ter um Honda Civic , uma vez que o sedã da matca japonesa tem um dos valores mais competitivos no seguro. De acordo com a Bidu, a anuidade fica na casa dos R$ 3.110.

A Honda disponibiliza o Civic com duas opções de motorização. As versões Sport (R$ 92.300), EX (R$ 103.990) e EXL (R$ 110.000) surgem com o conhecido 2.0 de 155 cv e 19,5 kgfm de torque. O modelo Touring (R$ 128.990) é vendido exclusivamente com motor 1.5 turbo de 173 cv e 22,4 kgfm de torque.

1 - Toyota Corolla - R$ 2.791

Toyota Corolla XRS
Renato Maia/iG
O Toyota Corolla é o campeão quando o assunto é o baixo valor de seguro entre os sedãs médios

Um dos critérios para o sucesso do Corolla é o seu valor de seguro, o melhor da categoria. De acordo com a Bidu, o valor médio para um homem de 35 anos que mora em São Paulo é de R$ 2.791. Portanto, o modelo fica com a medalha de ouro.

LEIA MAIS: Veja os 5 hatches compactos mais fáceis e baratos de consertar no Brasil

O Corolla surge entre os sedãs médios com a versão GLi (R$ 90.990) com motor 1.8, de 144 cv e 18,6 kgfm de torque e câmbio CVT. A versão XEi (R$ 105.990) surge em seguida com o mesmo motor 2.0, de 154 cv e 20,7 kgfm dos modelos mais caros, XRS (R$ 111.990) e Altis (R$ 118.990).